Atração da próxima quinta no Curta!, série ‘Educadores do Brasil’ traça perfil de Darcy Ribeiro

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 4 janeiro, 2016 11:39

“A Música Audaz de Toninho Horta”, do diretor Fernando de Assis Libânio, é a atração da Segunda da Música, dia 4 de janeiro. A obra do compositor e instrumentista chega às telas do canal Curta! em um documentário que aborda seus mais de 40 anos de carreira e destaca importantes momentos de sua trajetória. São apresentações musicais, além de entrevistas com familiares e amigos que acompanharam sua trajetória de 40 anos na MPB.

Canal Curta!-série Educadores do Brasil

Na Terça das Artes, dia 5 de janeiro, vai ao ar “Reidy, a construção da utopia”, da diretora Ana Maria Magalhães. O longa apresenta o trabalho do urbanista Affonso Eduardo Reidy, nascido em Paris e radicado no Rio, e um dos pioneiros da arquitetura moderna do Brasil. O espectador poderá conferir em detalhes projetos de sua autoria que são marcos arquitetônicos importantes da cidade como o Museu de Arte Moderna, o Aterro e o Parque do Flamengo.

Steven Spielberg é o retratado da semana na série “Diretores”, dia 6. O documentário evidencia a criatividade do cineasta e relembra produções como “Jaws”, “Indiana Jones”, “ET”, “Jurassic Park” e “A Lista de Schindler”. No mesmo dia, o “A Vida É Curta!” da semana traz três filmes com direção e fotografia de Aloysio Raulino: “Lacrimosa”, “O Tigre e a Gazela” e “O Porto de Santos”. As obras, restauradas em 2009 pela Cinemateca Brasileira, retratam de forma pouco convencional a vida em ambientes marginalizados.

Na Quinta do Pensamento, dia 7, a série “Educadores Brasileiros” desvenda a obra de Darcy Ribeiro. O filme, que compõe uma espécie de mosaico de suas ideias e ações, traz depoimentos registrados em diferentes momentos da vida do escritor e antropólogo, além de relembrar textos de sua autoria.

Na Sexta da Sociedade, dia 8, é a vez do documentário “Serras da Desordem”, de Andrea Tonacci, que relata a polêmica entre linguistas e antropólogos acerca da identidade de Carapirú, um indígena que foge de sua tribo após um ataque praticado por fazendeiros. Levado para Brasília pelo sertanista e indigenista Sydney Possuelo, acaba virando alvo de polêmica e de estudos linguísticos e antropológicos. Por dez anos, Carapirú desbravou as serras da região central do Brasil, até ser capturado em 1988, cerca de dois mil quilômetros de distância de sua região de origem.

No mesmo dia, a faixa Curta! Relâmpago exibe “Ameaçados”, filme de Julia Mariano, que retrata a luta de pequenos agricultores do sul e sudeste do Pará por um pedaço de terra para plantio e sobrevivência.

SEGUNDA DA MÚSICA

A Música Audaz de Toninho da Horta (documentário)

O projeto “A Música Audaz de Toninho Horta” constitui-se na elaboração de um documentário em vídeo de aproximadamente 50 minutos sobre a obra do músico e compositor Toninho Horta, mestre das harmonias e instrumentista cujo reconhecimento atravessa as fronteiras de nosso país. O documentário exibirá os principais passos de sua trajetória em diferentes fases da história da Música Popular Brasileira, retratando momentos marcantes de sua carreira artística. A partir de extensa pesquisa, apresentações musicais em estúdio e entrevistas com músicos e familiares que participaram desta trajetória, pretende-se construir um panorama da formação musical e humana deste instrumentista. Um olhar sobre sua contribuição especial à música de nosso país, em 40 anos de uma carreira que atravessou momentos históricos e marcantes da MPB. Uma história que, atrelada à grande admiração que as pessoas de vários países sentem por Toninho Horta, sem dúvida encantará plateias de todo o mundo, divulgando a cultura brasileira e fortalecendo sua inserção internacional.

Diretor: Fernando de Assis Libânio
Duração: 50 min. Ano: 2011
Exibição: 4 de janeiro, segunda-feira, às 23h
Horários alternativos: Dia 5 de janeiro, terça-feira, às 3h e às 17h/ Dia 6 de janeiro, quarta-feira, às 11h/ Dia 9 de janeiro, sábado, 9h30
Classificação: Livre

TERÇA DAS ARTES

Reidy, A Construção da Utopia (documentário)

Em seu filme a diretora Ana Maria Magalhães enfoca a obra do urbanista Affonso Eduardo Reidy, nascido em Paris e radicado no Rio, e pioneiro da moderna arquitetura brasileira. Seus planos para um Rio de Janeiro moderno e amigável tiveram efeito duradouro. Os projetos do Museu de Arte Moderna e do Aterro e Parque do Flamengo, nos quais Reidy realizou suas utopias de paisagem urbana, permanecem marcos arquitetônicos da cidade até os dias de hoje.

Diretor: Ana Maria Magalhães
Duração: 77 min. Ano: 2009
Exibição: 5 de janeiro, terça-feira, às 21h30m
Horários alternativos: Dia 6 de janeiro, quarta-feira, às 1h30m e às 15h30/ Dia 7 de janeiro, quinta-feira, às 9h30m/ Dia 10 de janeiro, domingo, às 19h45
Classificação: 10 anos

QUARTA DE CINEMA

“A Vida é Curta” homenageia o diretor Aloysio Raulino e exibe três curtas restaurados do diretor

Nesta quarta, o “A Vida é Curta” homenageia o trabalho de Aloysio Raulino com a exibição de três curtas do diretor: “Lacrimosa”, “O Tigre e a Gazela” e “O Porto de Santos”. Em “Lacrimosa”, Raulino mostra a inauguração da Marginal Tietê e, junto a ela, os questionamentos de um país em desenvolvimento, mas ainda desigual. “O Tigre e a Gazela” mistura depoimentos de moradores de rua em contraste com os foliões e outras atrações alegóricas. Já “O Porto de Santos” mostra a importância do litoral paulista na resistência contra a ditadura militar nos anos 70.

Estreia: 6 de janeiro, quarta-feira, às 20h
Horários alternativos: Dia 7 de janeiro, quinta-feira, às 0h e às 14h / Dia 8 de janeiro, sexta-feira, às 8h
Classificação: Livre

“Os Diretores”: Steven Spielberg (série)

O mundo criativo do talentoso diretor Steven Spielberg, que revolucionou a indústria cinematográfica com filmes como “Jaws”, a trilogia de “Indiana Jones”, “ET”, “Jurassic Park” e “A Lista de Schindler”.

Diretor: Robert Emery
Duração: 60 min. Ano: 1995
Exibição: 6 de janeiro, quarta-feira, às 21h
Horários alternativos: Dia 7 de janeiro, quinta-feira, às 1h e às 15h / Dia 8 de janeiro, sexta-feira, às 9h / Dia 9 de janeiro, sábado, às 17h
Classificação: Livre

QUINTA DO PENSAMENTO

“Educadores Brasileiros”: Darcy Ribeiro (série)

Uma dimensão da multiplicidade de aspectos presentes na vida e na obra de Darcy Ribeiro, destacando o seu trabalho como educador. Construído com depoimentos captados em diferentes momentos de sua intensa vida e textos de sua autoria, o documentário compõe uma espécie de mosaico de suas ideias e ações.

Diretor: Isa Grinspum Ferraz
Duração: 43 min. Ano: 2007
Exibição: 7 de janeiro, quinta-feira, às 20h
Horários alternativos: Dia 8 de janeiro, sexta-feira, às 0h e às 14h/ Dia 9 de janeiro, sábado, às 7h / Dia 10 de janeiro, domingo, às 16h30
Classificação: Livre

SEXTA DA SOCIEDADE

Serras de Desordem (documentário)

Carapirú é um índio nômade que escapa de um ataque surpresa de fazendeiros. Durante dez anos, anda sozinho pelas serras do Brasil central, até ser capturado em novembro de 1988, a 2 mil quilômetros de seu ponto de partida. Levado a Brasília pelo sertanista Sydney Possuelo, ele vira manchete nacional e centro de uma polêmica entre antropólogos e linguistas quanto a sua origem e identidade.

Diretor: Andrea Tonacci
Duração: 136 min. Ano: 2005
Exibição: 8 de janeiro, sexta-feira, às 22h20m
Horários alternativos: Dia 11 de janeiro, segunda-feira, às 15h50m/ Dia 12 de janeiro, terça-feira, às 9h50m
Classificação: Livre

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 4 janeiro, 2016 11:39


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook