Sonhos de um Sedutor, de Woody Allen, reestreia com João Pedro Zappa e Priscila Fantin

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 21 janeiro, 2015 15:08

Sonhos de um Sedutor, de Woody Allen, reestreia com João Pedro Zappa e Priscila Fantin

Em outubro de 2013, “Sonhos de um Sedutor”, a primeira versão brasileira de “Play It Again, Sam”, de Woody Allen, estreou ao Teatro Ipanema, com direção de Ernesto Piccolo, George Sauma, Luana Piovani Heitor Martinez e Georgiana Góes no elenco, e ainda Rodrigo Penna assinando a trilha sonora e Deborah Colker a direção de movimento.

O crítico Lionel Fischer deu suas impressões na ocasião: “Estamos, portanto, diante de uma excelente comédia, que o encenador Ernesto Piccolo consegue materializar na cena de forma irretocável. Por um lado, deve-se destacar a originalidade das marcações, assim como a precisão dos tempos rítmicos. E por outro seu trabalho junto ao elenco, que extrai praticamente tudo que os maravilhosos personagens oferecem”.

A montagem entra agora em sua terceira temporada, no Teatro Tom Jobim, a partir de 16 de janeiro, com João Pedro Zappa e Priscila Fantin substituindo George Sauma e Luana Piovani nos papéis de Allan e Linda, queoriginalmente foram de Woody Allen e Diane Keaton. Assim como Sauma  – e como o próprio Allen na estreia de “Play It again, Sam”, em 69 -,  João Pedro Zappa é elogiado pela crítica como um dos novos talentos do teatro carioca. É protagonista, junto com Deborah Secco, do longa “Boa Sorte”, em cartaz no cinemas, e na TV participou, entre outros trabalhos, das séries “Cinquentinha” e Por Toda a Minha Vida”, ambas da Globo.

Sobre a peça

Sucesso de público e crítica, o espetáculo estreou na Broadway em 1969. Três anos depois, chegaria às telas, com o mesmo elenco: Woody Allen na pele de Allan Felix, crítico de cinema que acaba de ser abandonado por sua mulher, Tony Roberts como o amigo Dick e Diane Keaton como Linda, sua esposa, por quem Allan se apaixona.

Com texto de Woody e direção de Herbert Ross, “Play it Again, Sam” – a clássica frase de Humphrey Bogart em “Casablanca” – traz o início de algumas das marcas registradas pelas quais o diretor americano seria reverenciado: a observação e ironia do caleidoscópio de sentimentos e comportamentos humanos, o personagem neurótico, a subversão dos “finais românticos felizes”, a obsessão com analistas e a mulher “proibida” como objeto de desejo.  O espetáculo foi também o primeiro trabalho conjunto de Allen e umas de suas principais musas, Diane Keaton – consolidado nos anos seguintes em mais sete filmes, entre eles o premiado com quatro Oscars “Annie Hall”.

No Teatro Tom Jobim, João Pedro Zappa fará o franzino e inseguro Allan Felix, que parece ter saído de um cartoon de Jules Feiffer. Ele acaba de ser deixado por sua mulher Nancy (Georgiana Góes) que o acusa de ser só “um espectador da vida”. Entre uma dose de aspirina e outra, é visitado pelo casal de amigos Dick (Heitor Martinez) e Linda (Priscila Fantin), que tenta lhe apresentar novas garotas (também interpretadas por Georgiana) em encontros desastrosos, enquanto um imaginário Humphrey Bogart lhe dá conselhos – “Não tem segredo, garoto. As mulheres são tolas, mas nunca encontrei uma que não entendesse um tapa na cara ou uma coronhada de uma quarenta e cinco”.  Allan acaba se aproximando de Linda, com quem compartilha afinidades – incluindo o afã por remédios – o que a leva a uma tensão ainda maior pela culpa em relação ao amigo e significativas descobertas sobre si mesmo.

Ernesto Piccolo comenta – “Já seria uma honra dirigir qualquer texto de Woody Allen, de quem sou fã, mas ‘Sonhos de um Sedutor’ é um de meus preferidos, por tratar com leveza das inseguranças, fantasmas, questionamentos, fantasias e também as imponderáveis possibilidades do amor”.

SERVIÇO
Sonhos de um Sedutor
Temporada:
de 16 de janeiro a 15 de março
Horário:
De sexta a domingo (sexta e sábado às 21h, domingo às 20h)
Local: Espaço Tom Jobim
Endereço: Rua Jardim Botânico, 1008
Categoria: comédia
Preço: R$ 60,00 inteira l R$ 30,00 meia entrada
Classificação: Livre
Duração: 1h15
Capacidade: 450 lugares
Bilheteria: de terça a quinta-feira: 14h às 18h / sextas e sábados: 14h às 21h / Domingos: 14h às 20h
Informações: 2274-7012
Vendas no site www.ingresso.com
Forma de pagamento: dinheiro e cartão de débito
Acesso para cadeirantes: sim
Estacionamento: não

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 21 janeiro, 2015 15:08


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!