Atriz GILDA NOMACCE é reconhecida por seus trabalhos ao longo de sua carreira

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 11 novembro, 2014 11:22

Nesta terça-feira, dia 11 de novembro, a atriz Gilda Nomacce será a grande homenageada do Festival Curta Cinema 2014 – Festival Internacional de Curta-Metragens do Rio de Janeiro. A curadoria é de Andy Malafaya, que foi quem fez o convite à atriz. O diretor e fundador do festival é Ailton Franco.

“Fui surpreendida pelo convite para esta retrospectiva. Fui tomada pela emoção ao ver meus trabalhos reunidos. Me inspira e me dá mais força para os trabalhos futuros”, diz Gilda, que se prepara para estrelar os longas Greicekelly, de Rafael Lessa e O Grifo de Abdera, de Fernando Sanches, num papel escrito para Gilda pelo escritor Lourenço Mutarelli.

No Festival, além da retrospectiva, com 24 títulos, Gilda está no filme A vida do fósforo não é bolinho, gatinho, dirigido por Sergio Silva, na competição oficial do Curta Cinema 2014.

Gilda é uma das atrizes que melhor trafega entre o curta e o longa.
“Trabalhar em curta é sempre muito instigante, a maior parte Enviado do meu iPhone

Desde então, Gilda atuou em mais de 15 peças e 50 filmes, entre curtas e longas-metragens. Por seis anos, fez parte do CPT, Centro de Pesquisa Teatral, trabalhando com Antunes Filho e atuou em peças como Fragmentos Troianos e Medéia. Entre seus trabalhos no cinema estão os longas-metragem Trabalhar Cansa, que estreou no Festival de Cannes em 2011, e pelo qual Gilda recebeu o prêmio de melhor atriz coadjuvante no Festival de Brasília; Fucking Different São Paulo, que estreou no Festival de Berlim em 2010; Quando eu Era Vivo, exibido no Festival de Roma em 2014, Gata Velha Ainda Mia, 2014 e Ausência, vencedor do Prêmio Especial do Juri no Festival do Rio 2014.  Gilda é constante colaboradora do coletivo Filmes do Caixote e atuou em diversos curtas e longas dirigidos pelo grupo. Ela é sócia-fundadora da Companhia da Mentira, que produziu, entre outras, a peça Music Hall, pela qual Gilda foi indicada ao prêmio Shell de melhor atriz em 2011. Recentemente, encenou a primeira montagem brasileira de Gotas d’água sobre pedras escaldantes, clássico de Rainer Werner Fassbinder.

Gilda estará presente também no debate “O Lugar da Atuação no Curta-metragem” que acontece no mesmo dia da homenagem que será às 19h no Cine Estação Botafogo, na Voluntários da Pátria 88 no Rio de Janeiro.

A entrada é franca, mais informações sobre o Festival em http://www.curtacinema.com.br

Gilda Nomacce-Festival Curta Cinema 2014-10NOVEMBRO-00

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 11 novembro, 2014 11:22


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook