Alunos da EMEB Anita Catarina Malfati em Diadema assistem à peça teatral sobre a preservação do meio ambiente!

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 16 junho, 2014 17:10

Alunos da EMEB Anita Catarina Malfati em Diadema assistem à peça teatral sobre a preservação do meio ambiente!

A quarta-feira, dia 18 de junho, será agitada no Teatro Clara Nunes em Diadema! Em uma programação especial para os alunos da EMEB Anita Catarina Malfati, a peça “Flora e o Capitão Porcão em: Se essa rua fosse minha…” será a atração do dia. O espetáculo recheado de humor trabalha a temática de valorização e preservação do meio ambiente. Para abranger os 700 alunos que a escola atende, o espetáculo será apresentado para duas turmas, sendo a primeira às 10h00 e a segunda às 14h00.

A peça faz parte do projeto “A Partir”, que é realizado pela 3S Projetos com recursos aprovados pela Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo através do Proac. Além do apoio da Prefeitura e Secretaria de Educação de Diadema, o espetáculo conta com o patrocínio da Freudenberg-NOK, que tem como um de seus princípios a responsabilidade junto à comunidade.

“Flora e o Capitão Porcão em: Se essa rua fosse minha…” será apresentado aos alunos de Diadema de forma gratuita pelos atores da APA (Associação dos Produtores e Artistas) que, com muito humor, contam a história da Flora, uma personagem harmônica e que busca conscientizar a todos sobre a importância de vivermos em um ambiente limpo e saudável, e do vilão da história, o Capitão Porcão, que é oposto aos interesses comuns e trava diversos tipos de ameaças aos seres humanos.

A produtora da APA, Raquel Magalhães, explica que o espetáculo visa estimular as crianças a terem hábitos saudáveis e sustentáveis. “A peça leva ao público a percepção de ameaça prejudicando a saúde e o bem estar de todos, tudo isso apresentado de forma leve, com música ao vivo e coreografias divertidas”, enfatiza Magalhães.

A história

Flora está desaparecida, o que será que aconteceu? O Menestrel e Joãozinho, seus grandes amigos, estão preocupados com seu sumiço. Será que ela está doente ou foi raptada? Eis que aparece o grande vilão, Capitão Porcão, juntamente com seu fiel ajudante Casquinha para tomar conta do pedaço. Estão recrutando pessoas para formar um exército contra a natureza e o meio ambiente. Esse “capitão” quer formar uma frota de soldados do mau, para poluir e destruir a vida das pessoas! Será que Flora e seus amigos conseguirão vencer essa batalha? O que pode acontecer? O que podemos fazer para impedir?

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 16 junho, 2014 17:10


Escreva um comentário

1 Comentário

  1. Raquel Magalhães junho 19, 00:39

    Nosso muito obrigado a todo o público de Diadema/SP, ao carinho e profissionalismo de toda Equipe do Teatro Clara Nunes e por toda a dedicação e apoio da Secretaria de Cultura da cidade pela divulgação e respaldo de nosso trabalho e projeto.
    A ideia de levar as crianças das escolas contempladas pelo projeto foi ao nosso ver uma grande iniciativa de incentivo a Cultura e a Arte e é graças a iniciativas como essas que fazem valer todo o nosso trabalho.
    Aproveito também para agradecer a todos os profissionais da Educação que estiveram no dia de ontem a acompanhar esses espectadores mirins que fizeram das duas sessões da peça um grande Sucesso.
    Nosso muito obrigado também a empresa Freudenberg-NOK por proporcionar que este trabalho tenha sido realizado e a empresa 3S – Projetos por toda a realização do mesmo.
    Gostaria de esclarecer que o nome correto da peça citado acima é "As Aventuras de Flora e Capitão Porcão" .
    A história:
    O Espetáculo apresentado traz em seu enredo Flora, uma personagem que é harmônica e conscientizadora sobre a importância de todos viverem num ambiente limpo e saudável; Capitão Porcão, o vilão da história como uma personagem oposta aos interesses comuns, travando diversas ameaças a natureza. A condução do espetáculo leva o público a percepção da ameaça que a poluição e os "maus hábitos" influenciam para degradação do meio ambiente, prejudicando a saúde e o bem estar de todos, tudo isso apresentado por um grupo de crianças que brincam como num quintal, com músicas e coreografias divertidas.
    Agradeço ao Rafael Guirra por toda a divulgação aqui expressa e peço a compreensão para a correção que deixo.
    Me coloco a disposição.
    Um forte Abraço!

    Raquel Magalhães.
    Produtora – APA Produções.

    Responder a esse comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

O MELHOR VERÃO DAS NOSSAS VIDAS

Facebook