Caleidos remonta espetáculo “Mapas Urbanos” como parte da mostra que comemora duas décadas da Cia. de Dança

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 11 agosto, 2016 11:04

Caleidos remonta espetáculo “Mapas Urbanos” como parte da mostra que comemora duas décadas da Cia. de Dança

Com estreia no dia 12 de agosto de 2016 e apresentações nos dias 13, 14, 19, 20 e 21 de agosto, na sede do Instituto Caleidos, na Lapa, zona oeste de São Paulo, o espetáculo “Mapas Urbanos”, do Caleidos Cia. de Dança, inaugura a Mostra Caleidos 20 anos, que comemora as duas décadas de atividades da companhia de dança paulistana.

A Mostra Caleidos 20 anos faz parte do projeto “Lapa, eu vou a pé”, contemplado pela 18ª Edição do Programa de Fomento à Dança para a cidade de São Paulo. O projeto, que iniciou em 2015, tem a duração de dois anos e realiza diversas atividades ligadas à dança, cujo objetivo é estabelecer um diálogo do Caleidos Cia. de Dança com o bairro da Lapa, onde está inserido, e entorno.

A mostra é uma das ações públicas que visa construir uma teia de relações cidadãs que permita a aproximação do público local e o conhecimento mútuo dos diversos produtores de cultura da Lapa (núcleos artísticos, cias. de teatro, escolas, bibliotecas etc.) fortalecendo, por meio da arte, as redes de pertencimento ao espaço urbano, ao bairro e à cidade como um todo.

Nesta segunda etapa do projeto está programada uma série de apresentações gratuitas de cinco espetáculos do Caleidos até o final do ano, dos quais, três são remontagens de espetáculos que compõem a história da companhia e dois serão espetáculos inéditos. No total, serão 30 apresentações gratuitas, com público estimado de 1.500 pessoas.

“Mapas Urbanos”

O espetáculo interativo “Mapas Urbanos”, do Caleidos Cia de Dança, que abre a Mostra Caleidos 20 anos, é uma visita ao repertório da Cia. O espetáculo, que foi concebido em 2011, será agora revisitado com novo elenco e novas possibilidades de discutir o corpo na rua e o espaço urbano num espetáculo de dança contemporânea.

O cenário é a reprodução do espaço do corpo na rua: a faixa de pedestres e as duas calçadas ligadas por ela. Cinco cenas discutem o corpo dialogando com este trecho urbano, um pedaço de rua de qualquer grande cidade. Da despersonalização do trânsito de corpos ao ato político, da brincadeira nas faixas brancas à solidariedade dos dias de chuva, dos encontros às esperas: dançar a rua, dançar com a rua, pensar a rua nos corpos que dançam. O espetáculo é um convite ao público para dançar e refletir sobre a cidade em que vivemos.

Corpo lúdico, político, que dança e propõe dança aos outros corpos. Cidadania e ocupação do espaço público discutidos pelo corpo em movimento, propondo dança contemporânea ao público que é convidado a participar seguindo o desenvolvimento de uma dramaturgia que coloca a questão da urbanidade – o corpo na rua – como possibilidade de encontro e transformação. Esta é a tônica de “Mapas Urbanos”.

Segundo a diretora da Cia., Isabel Marques, a interpretação artística da rua como espaço para a dança se volta para as questões propostas pelo e para o corpo na rua – transitar nos espaços determinados, construir relação e cidadania corporal e a questão da forma de ocupação. “São questões que, como artistas, nos interessam discutir: questões da vida das pessoas, questões das ruas, por isso, propormos esse olhar, esse mapa urbano”, diz Isabel.

Já o dramaturgo Fábio Brazil explica como o público participa do espetáculo o tempo todo. “As cinco cenas se constroem com o público. E como acontece na rua mesmo, quando menos se espera o público está ‘na cena’, você está lá e recortou uma imagem para prestar atenção, viu aquela situação e a percebeu como cena. O espetáculo se aproveita disso para propor cenas que, nascidas no cotidiano, fazem com que olhemos o cotidiano como cena, e como esta cena cotidiana pode ser transformada pela participação do público”, conta.

SERVIÇO
Espetáculo “Mapas Urbanos”
O corpo na rua e a rua no corpo, o espaço urbano visitado pela dança contemporânea
Caleidos Cia. de Dança
Estreia sexta-feira, 12 de agosto de 2016, às 20h
Apresentações de 12 a 21 de agosto de 2016, de sexta a domingo
Horários: Sextas e Sábados, às 20h; domingos, às 19h
Sede do Instituto Caleidos
Endereço:
Rua Mota Pais, 213, Lapa, São Paulo – SP
Entrada franca
Duração: 50 minutos
Classificação etária: livre
Capacidade: 50 lugares
Tel.: (11) 3021-4970

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 11 agosto, 2016 11:04


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel