ANCINE divulga filmes selecionados para os Encontros com o Cinema Brasileiro com o IDFA

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 26 julho, 2016 15:44

A ANCINE divulgou nesta segunda-feira, 25 de julho, os filmes selecionados pela curadoria do Festival Internacional de Documentários de Amsterdã – IDFA para a 17ª edição do Programa Encontros com o Cinema Brasileiro. Excepcionalmente nesta edição, a equipe do evento holandês assistirá aos filmes à distância. As obras selecionadas receberão um código que abona o valor da taxa de inscrição no festival. Um dos mais importantes eventos internacionais dedicados ao cinema documental, o IDFA realiza sua 29ª edição entre os dias 16 e 27 de novembro, em Amsterdam, na Holanda.

Ancine-Logo 2015-2016

Festival Internacional de Documentários de Amsterdã-IDFA

Foram selecionados os seguintes longas-metragens:

“A luta do século”, de Sérgio Machado (Muiraquitã Filmes e Produções Artísticas)
“Histórias que nosso cinema (não) contava”, de Fernanda Pessoa (Studio Riff e Pessoa Produções)
“Entre os homens de bem”, de Caio Cavechini e Carlos Juliano Barros (Lente Viva Filmes)
“Imagens do Estado Novo 1937-1945”, de Eduardo Escorel (Brasil 1500)
“Gente bonita”, de Leon Sampaio (Vilarejo Filmes e Transe Filmes)
“Pedro Osmar, liberdade que se conquista”, de Eduardo Consonni e Rodrigo T. Marques
(Complô)
“Precisamos falar do assédio”, de Paula Sacchetta (Mira Filmes)

A seleção foi realizada a partir dos teasers e das informações fornecidas pelas inscrições no programa. Dois entre os filmes selecionados foram realizados por empresas produtoras associadas ao Programa Cinema do Brasil, parceiro dos Encontros.

Como funcionam os Encontros com o Cinema Brasileiro

O Programa Encontros com o Cinema Brasileiro é uma iniciativa da ANCINE, em parceria com o Ministério das Relações Exteriores (MRE), com o objetivo de aumentar a visibilidade do cinema brasileiro no mercado internacional, investindo na aproximação das relações com os curadores dos principais festivais do mundo. O programa foi planejado levando em conta o calendário de realização dos festivais, aumentando as chances de participação dos filmes brasileiros e, consequentemente, a inserção internacional do nosso cinema.

A participação dos festivais em cada etapa do programa é definida levando em conta o calendário de cada um, para que os encontros aconteçam no período em que está efetivamente sendo feita a escolha dos filmes que integrarão sua programação. Em edições anteriores, já vieram ao Brasil curadores de festivais internacionais de cinema como os de Cannes, San Sebastián, Locarno, Roterdã, Berlim, BAFICI, Sundance, Roma, Havana e Veneza.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 26 julho, 2016 15:44


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel