PROCURANDO DORY se torna a maior estreia de uma animação no Brasil

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 7 julho, 2016 12:52

Dory, a peixinha mais adorável do cinema, chegou ao Brasil em 30 de junho de forma memorável. PROCURANDO DORY (Finding Dory), da Disney Pixar, estreou neste final de semana em mais de 1.100 salas no país e levou cerca de 1,48 milhões de espectadores de todas as idades aos cinemas com uma arrecadação de R$ 24,2 milhões. Com esse resultado, “Procurando Dory” se torna a maior estreia de uma animação no país.

Com diversas sessões em horários noturnos, “Procurando Dory” teve uma grande procura não só de famílias, mas de adultos sozinhos ou em grupos. Segundo levantamento da National Research Group, 39% do público brasileiro no primeiro final de semana foi de pessoas desacompanhadas de crianças, a maior taxa desde 2013 para um filme de animação da Disney ou Disney Pixar. A versão nacional do lançamento tem Antonio Tabet na voz do polvo Hank, Marília Gabriela como locutora do Instituto de Vida Marinha e o trio de comediantes Os Barbixas com uma participação surpresa.

Finding Dory-critica

“Procurando Dory”, da Disney•Pixar, recebe mais uma vez na telona a preferida de todos, o peixinho azul e esquecido Dory (voz de Ellen DeGeneres), que vive alegremente nos recifes com Nemo (voz de Hayden Rolence) e Marlin (voz de Albert Brooks). Quando Dory repentinamente se lembra de que tem uma família em algum lugar que pode estar procurando por ela, o trio embarca em uma aventura que vai mudar suas vidas cruzando o oceano em direção ao prestigioso Instituto da Vida Marinha (IVM) na Califórnia, um centro de reabilitação e aquário. Em uma tentativa de encontrar sua mãe (voz original de Diane Keaton) e pai (voz original de Eugene Levy), Dory conta com a ajuda de três dos residentes mais intrigantes do IVM: Hank (voz original de Ed O’Neill), um polvo briguento que frequentemente dá um perdido nos funcionários; Bailey (voz original de Ty Burrell), uma baleia branca que está convencida que suas habilidades de ecolocalização não funcionam mais; e Destiny (voz original de Kaitlin Olson), um tubarão baleia míope. Navegando habilmente pelo intrincado funcionamento interno do IVM, Dory e seus amigos descobrem a mágica que existe em seus defeitos, sua amizade e família.

Entre os novos personagens, estão o beluga (ou baleia branca) Bailey (Ty Burrell, de Modern Family), que acredita ter um grande ferimento na cabeça, e a tubarão-baleia Destiny (Kaitlin Olson, de It’s Always Sunny in Philadelphia), vizinha de Bailey. A animação conta ainda com o retorno de Ellen DeGeneres, como a Dory, e Albert Brooks que interpreta novamente o personagem Marlin.

Finding Dory-Brazil-10Março2016

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 7 julho, 2016 12:52


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!