Biólogo Jean Piaget e químico brasileiro Giuseppe Cilento são destaques no Futura

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 22 abril, 2016 19:10

Na segunda, 25/4, às 23h, o Bio.Futura traz um documentário sobre Jean Piaget. Nesse episódio, um especialista que trabalhou com o biólogo e diversos professores falam sobre a teoria do epistemólogo suíço que revolucionou a pedagogia. Na quarta-feira, 27/4, às 21h, será exibido “Madame Mao”. Jiang Qing, também conhecida como Senhora Mao, foi a mulher mais famosa do século XX na China. Ela era ambiciosa, sensual, inteligente, desonesta e vingativa.

Laura Moutinho (2)

Luiz Eduardo Soares

O Um cientista, uma história de segunda-feira apresenta a vida do químico brasileiro Giuseppe Cilento, que estudou moléculas excitadas presentes em sistemas biológicos. Na quinta-feira, 28/4, às 20h, a série conta a história do físico e professor Joaquim da Costa Ribeiro, que descobriu o efeito termodielétrico.

O Afinando a Língua da próxima terça-feira, 26/4, 23h30, tem como convidados Moska e José Wisnik. Eles falam sobre linguagens entrelaçadas, diálogos de vozes e o olhar polifônico. Ainda na terça-feira, às 22h, no Um pé de quê?,  o tema é o quebracho. Pouco conhecida no Brasil, mas famosa no Pantanal, a planta já foi heroína da guerra do Paraguai e movimentou a economia da região.

O Mundo.doc, de quinta-feira, 28/4, 21h, apresenta o documentário “Fim das Florestas”, da série Anos Perigosos. Nesse segundo episódio, Harrison Ford continua sua investigação sobre os efeitos globais da indústria de óleo de palma e explora ainda mais a corrupção que tem devastado a paisagem Indonésia.

Ainda na quinta-feira, 23h, o TED – Compartilhando Ideias recebe no estúdio a psicóloga perinatal Vera Iaconelli. Junto de Suzana Herculano-Houzel, ela discute o conhecimento que adquirimos ainda no útero de nossas mães. A conversa tem como ponto de partida a palestra da pesquisadora Annie Murphy Paul: “O que aprendemos antes de nascer”.

Marcelo Adnet é o convidado do Tempos de Escola da próxima quinta-feira, 28/4, 23h30. Os professorem lembram dele como aluno aplicado, interessado e calmo, enquanto os amigos recordam da irreverência e das imitações comandadas por Adnet no pátio da escola.

Na quinta-feira, 28/4, às 20h30, o jornalista e escritor Luiz Eduardo Soares conversa com a apresentadora Lilia Moritz Schwarcz no programa Entrevista. Violência é o tema da vez e eles falam sobre a Guerra do Paraguai, que corrobora para um dos grandes mitos da nossa nacionalidade: a de que somos um país pacífico. Na sexta, 29/4, antropóloga e professora da USP, Laura Moutinho, fala sobre gênero e sexo no Brasil.

CONFIRA AS SINOPSE: 

BIO.FUTURA

25/04 – Segunda-feira, 23h

Jean Piaget

Nesse episódio, um especialista que trabalhou com Piaget e diversos professores falam sobre a teoria do epistemólogo suíço que revolucionou a pedagogia. Ele defendeu uma abordagem interdisciplinar para a investigação epistemológica e fundou a Epistemologia Genética, teoria do conhecimento com base no estudo da gênese psicológica do pensamento humano. Os entrevistados explicam que, ao estudar o comportamento da criança, a obra de Jean Piaget aborda questões fundamentais para a educação. 

27/04 – Quarta-feira, 21h

Madame Mao

Jiang Qing, também conhecida como Senhora Mao, foi a mulher mais famosa do século 20 na China. Ela era ambiciosa, sensual, inteligente, desonesta e vingativa. A Revolução Cultural foi o auge de sua influência, mas caiu em desgraça e, após a prisão, acabou se suicidando. O documentário nos ajuda a desvendar as complexidades da vida de Jiang Qing, como a esposa de um dos mais poderosos ditadores do século 20, através de entrevistas com pessoas próximas a ela e imagens inéditas.

A nova temporada do Bio.Futura vai exibir, ao todo, 54 documentários biográficos em dois dias diferentes, de acordo com o tempo de duração. Às segundas-feiras o público vai acompanhar as produções com 30 minutos. Nas noites de quarta-feira, o Futura vai mostrar os filmes com 60 minutos. A apresentação é do escritor João Paulo Cuenca e da cantora e atriz Laura Castro, que contam curiosidades e informações extras sobre cada personalidade retratada. 

Exibição: segunda-feira, 23h

Reprise: quinta-feira, 13h30

Duração: 30 min

Classificação: Livre 

Exibição: quarta-feira, 21h

Reprise: sábado, 20h

Duração: 60 min

Classificação: Livre 

Last Stand

Last Stand

UM CIENTISTA, UMA HISTÓRIA

25/04 – Giuseppe Cilento (1923-1994)

Químico brasileiro, nascido na Itália, estudou moléculas excitadas presentes em sistemas biológicos. Fez contribuições importantes no estudo de processos fotobioquímicos nas células que ocorrem na ausência de luz: a “fotobiologia sem luz”.

28/04 – Joaquim da Costa Ribeiro (1906-1960)

Foi físico e professor, tendo descoberto o efeito termodielétrico: a propriedade de determinados dielétricos, como a cera de carnaúba, de armazenar cargas elétricas depois de um processo de aquecimento e solidificação.

A série Um cientista, uma história tem como objetivo contar de forma interessante a história de 30 grandes cientistas cujo trabalho ajudou a melhorar o Brasil e nos beneficia a todos até hoje. Com ênfase em aspectos curiosos e inspiradores da biografia desses cientistas e com o uso de animação 2D e de uma abordagem leve, a série pode despertar nos jovens a curiosidade pela ciência e o desejo de estimular seu conhecimento pelos temas científicos e suas aplicações práticas. A série é produto de parceria entre o Canal Futura, o SESI e o Projor.

Exibição: Segundas e Quintas, 20h

Reprises: Sábados e Domingos, 20h55

Exibição extra: 22/11, Domingo, às 05h25

Duração: 5 minutos

Classificação: livre

AFINANDO A LÍNGUA

26/04 – Moska e José Wisnik

Linguagens entrelaçadas, diálogos de vozes, um olhar polifônico. A pluralidade da arte no encontro de Moska e José Miguel Wisnik. Em Língua portuguesa trataremos do conceito de polifonia.

Exibição: Terças-feiras, 23h30

Reprises: quartas, 13h30, e sábados, 21h

Duração: 30 minutos

Classificação: livre

UM PÉ DE QUÊ?

25/04, segunda-feira, 22h

Seringueira

Neste Um Pé de Quê? conheça a mãe do Acre, a Seringueira. A árvore, cujo leite sustentou a economia brasileira na virada do século XIX e XX, salvou a pele de muitos nordestinos e, com suas picadas e estradas pela floresta Amazônica, fundou e delimitou o estado do Acre.

26/04, terça-feira, 22h

Quebracho

Pouco conhecida no Brasil, mas famosa no Pantanal, o Quebracho já foi herói da guerra do Paraguai, movimentou a economia da região com o Tinino e hoje vive pacato nas fazendas. Saiba mais sobre as características e a história do Quebracho neste Um Pé de Quê? 

27/04, quarta-feira, 22h

Imbúia

O século XX, ou o século do progresso, movia-se à velocidade. O Brasil viu crescerem cidades com a mesma rapidez com que viu desaparecer a razão da existência delas todas: as florestas de Araucária. Em 50 anos, uma população milenar de Imbuias – a árvore de crescimento mais lento do país – deixou de existir. Neste Um Pé de Quê? você fica sabendo detalhes dessa história e sorvendo o contraste de ritmo entre o homem e a natureza. 

28/04, quinta-feira, 22h

Sapucaia

Este Um Pé de Quê? fala da árvore escolhida pelo paisagista Glaziou para compor o caminho que levava ao Imperador Dom Pedro II no jardim da quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro. A Sapucaia tem sementes deliciosas, folhas rosas contagiadas pela cor das flores na primavera e atrai como maiores fregueses os morcegos e os macacos-prego.

Em 15 anos de Um pé de quê?, apresentado por Regina Casé e dirigido por Estevão Ciavatta, da Pindorama Filmes, a série apresentou 138 árvores, do umbuzeiro típico da caatinga à sakura (cerejeira) do Japão. A equipe do programa rodou por 82 cidades no Brasil (em 20 estados) e em sete países como Índia, Moçambique e França. Dos 155 episódios filmados, 120 serão reexibidos no Futura. Criado em 2000, a atração usa a árvore como ponto de partida para explorar, de forma interdisciplinar, ou seja, relacionando diferentes áreas do conhecimento, temas como música, literatura, culinária, geografia, botânica, história e antropologia. 

Exibição: Segunda a quinta-feira, 22h

Reprises: terça a sexta-feira, 13h

Maratona: domingos, 19h às 21h

Duração: 30 min

Classificação: livre

TED – COMPARTILHANDO IDEIAS

28/04 – O que aprendemos antes de nascer

O conhecimento que adquirimos ainda no útero de nossas mães é o tema de hoje do TED Compartilhando Ideias. Segundo a pesquisadora Annie Murphy Paul, boa parte dos nossos gostos, hábitos e aprendizado são formulados durante os nove meses de gestação. Suzana Herculano Houzel recebe a psicóloga perinatal Vera Iaconelli para saber mais sobre a importância da vida uterina. 

TED – Compartilhando Ideias é uma série que convida o público a conhecer a conhecer e debater as provocadoras palestras promovidas pelo grupo americano TED – Technology, Entertainment, Design. Cada um dos 26 episódios da série parte de uma inspiradora “palestra-ted” estrangeira para abordar questões pertinentes à realidade do Brasil. A neurocientista Suzana Herculano-Houzel é quem conduz a série, que a cada episódio recebe um convidado diferente para um instigante e dinâmico bate papo sobre a palestra, abordando temas atuais como ciência, tecnologia, mente humana, comunidade, meio ambiente e comunidade. 

Exibição: quinta-feira, 23h

Reprises: Domingos, 17h e Segundas, 13h

Duração: 30min

Classificação: livre 

MUNDO.DOC

28/04 – Anos Perigosos – Fim das Florestas

No segundo episódio da série, Harrison Ford continua sua investigação sobre os efeitos globais da indústria de óleo de palma e explora ainda mais a corrupção que tem devastado a paisagem Indonésia, tornando o país um dos maiores emissores mundiais de gases de efeito estufa. Enquanto isso, o governador Arnold Schwarzenegger se junta a uma equipe de elite de bombeiros florestais na luta contra uma nova categoria de incêndios florestais, bem mais mortal, devido às mudanças climáticas. Nessa ação, descobrem, ainda, outro criminoso acabando com as árvores em um ritmo ainda mais rápido do que os incêndios florestais.

Mundo.doc é uma faixa semanal de documentários de temas variados com duração de aproximadamente uma hora. As histórias remontam a eras passadas, regiões inóspitas, descobertas da ciência, movimentos artísticos, grandes personalidades e mudanças comportamentais. Mas todas contam um pouco da história da humanidade e celebram a diversidade.

Exibição: quinta-feira, 21h

Reprise: Sexta-feira 13h30

Duração: 60min

Classificação: 12 anos

TEMPOS DE ESCOLA

28/04 – Marcelo Adnet

O humorista Marcelo Adnet foi aluno do Colégio Andrews, no bairro do Humaitá, no Rio de Janeiro, da 1ª a 7ª série do Ensino Fundamental. Os professorem lembram do aluno aplicado, interessado e calmo, enquanto os amigos recordam da irreverência e das imitações comandadas por Adnet no pátio da escola. “Às vezes ele fazia com que o recreio girasse em torno dele. Era de chorar de rir. Ele tinha o timing da piada”, conta um dos amigos que voltou à escola para relembrar os tempos de colégio do humorista.

A partir do dia 24 de setembro, o público irá rever os melhores episódios da série Tempos de Escola, apresentada por Serginho Groisman. Os convidados contam histórias inusitadas que aconteceram durante o período escolar.

Exibição: quintas-feiras, 23h30

Reprises: sábados, 2h30

Duração: 30 minutos

Classificação: livre

ENTREVISTA 

Segunda-feira, 25 de abril, às 20h30

Corrupção | Entrevista com José Murilo de Carvalho (Professor Emérito da UFRJ)

Corrupção não é um fenômeno biológico nem está no DNA do brasileiro. Ao contrário, é uma construção social que faz parte de nossa história desde que o Brasil não era nem ao menos Brasil.:

Terça-feira, 26 de abril, às 20h30

Patrimonialismo |Entrevista com André Botelho (Professor da UFRJ)

Uma das questões mais urgentes e antigas de nossa pauta nacional está ligada à maneira como inflacionamos a esfera privada em detrimento da pública. Uma clara descrença nas instituições, no corpo da lei, é parte de nosso vocabulário social.

Quarta-feira, 27 de abril, às 20h30

Ética e Economia | Entrevista com Eduardo Giannetti (Economista e Escritor)

Somos mesmo bons mentirosos, só levamos a sério os argumentos que vão de encontro às nossas próprias crenças. Também somos cultores da razão iluminista, que nos faz acreditar que seriamos orientados por acordos apenas racionais. Mas, ao que tudo indica, a ciência e a técnica não nos brindaram com a felicidade.   

Quinta-feira, 28 de abril, às 20h30

Violência | Entrevista com Luiz Eduardo Soares (Jornalista, escritor)

A afirmativa de que tivemos “apenas” uma guerra — a Guerra do Paraguai corrobora um dos grandes mitos da nossa nacionalidade: a de um país pacífico. A “civilização” brasileira se fez (e se faz) silenciando manifestações frequentes de violência e arbítrio. 

Sexta-feira, 29 de abril, às 20h30

Gênero e sexo no Brasil | Entrevista com Laura Moutinho (Antropóloga e professora da USP)

Muitos marcadores de diferença têm feito desse país uma nação desigual. O gênero sempre foi um divisor fundamental que precisa ser construído e desconstruído para que possamos pensar em processos republicanos consistentes e cidadãos mais plenos. 

Exibição: de segunda a sexta-feira, 20h30

Duração: 30 min

Classificação: Livre

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 22 abril, 2016 19:10


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook