Cantora Ana Salvagni usa plataforma de financiamento coletivo para lançar seu novo CD

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 20 outubro, 2015 10:03

Cantora Ana Salvagni usa plataforma de financiamento coletivo para lançar seu novo CD

Para gravar seu novo álbum “Canção do amor distante”, a cantora Ana Salvagni mantém aberto na plataforma “Benfeitoria” um projeto de financiamento coletivo. Para compor o CD, ela e o violonista Eduardo Lobo selecionaram 13 músicas, que têm o amor ausente como tema central, apresentado em ritmos diferentes, com sonoridades distintas. Se nos ritmos as canções se diversificam, elas se unem no tema, a saudade, e no estilo poéticos de suas letras.

“A ideia surgiu a partir da belíssima Canção I, poema de Hilda Hilst e música de Zeca Baleiro. O tema do amor distante permaneceu nas outras canções escolhidas e pudemos trazer inclusive estilos que fogem do caráter nostálgico que normalmente marca as canções com este tema. No repertório há uma grande variedade de ritmos, épocas e culturas. Trabalhamos bastante o aspecto da interpretação, que pode se tornar muito rica em uma formação como esta, de voz e violão”, antecipa Ana Salvagni.

A opção pelo financiamento coletivo é uma novidade na carreira da cantora, que já possui três CDs lançados, e acredita que esta modalidade veio para ficar. “No campo da música, estamos num momento de transição, em que o consumo é muito rápido, o público tem acesso a um volume cada vez maior de opções, a troca de informações é facilitada, mas, para o músico, o processo de produção ainda é muito caro”, diz. “É muito interessante que a música esteja cada vez mais acessível ao público, e o crownfunding aparece como um meio de tornar o processo mais acessível para o músico também”, analisa.

O projeto busca arrecadar verba para custear as despesas de produção do CD, como as gravações em estúdio, mixagem, masterização e custos com direitos autorais. O projeto está hospedado na plataforma Benfeitoria. Pelo financiamento coletivo, qualquer pessoa pode acessar o site e fazer sua colaboração, com pagamento através de cartão de crédito, boleto bancário ou  débito em conta. Pela dinâmica do financiamento coletivo, porém, se o valor total da meta não for alcançado, o projeto não se realiza, e os colaboradores têm o dinheiro devolvido.

Para cada faixa de contribuição, há uma recompensa. São várias opções, que incluem a compra antecipada do CD e até mesmo a contratação de shows exclusivos. Apesar do desafio ser grande, as expectativas são boas.  “Estamos acreditando no financiamento coletivo como um caminho de grande proximidade entre artista e público, em que todos ganham. É uma conquista coletiva também, na medida em que o público vai participando de todo o processo”, finaliza Ana Salvagni.

“Canção do amor distante”

Ana Salvagni é cantora, regente, poeta e professora de canto. Formada em regência pela UNICAMP, já participou de diversos projetos musicais, ministrando cursos para professores da rede municipal e estadual no estado de São Paulo. Foi regente de vários corais e hoje dirige os corais Açucena, Avis Rara, Da Quinta e Cântarus, todos em Campinas. Tem 03 CDs lançados – “Ana Salvagni” (1999), “Avarandado” (2005) e “Alma Cabocla” (2009). Seu CD mais recente, “Alma Cabocla”, dedicado à obra do compositor Hekel Tavares (1896-1969), foi selecionado pela Petrobras e recebeu Prêmio de Melhor Álbum Regional, pelo 21º Prêmio da Música Brasileira em 2010. Como poetisa, tem dois livros lançados, “Janela Sem Tranca” e “Fotos do Espelho”.

Guitarrista e violonista, Eduardo Lobo é doutorando em música pela Unicamp e professor no curso de Licenciatura em Música da Faculdade Nazarena do Brasil. Como integrante do grupo Quatro a Zero, obteve segundo lugar no 7º Prêmio VISA de Música Instrumental Brasileira em 2004, e lançou os CDs “Choro Elétrico” (2005), “Porta Aberta” (2008) e “Alegria” (2010). Em 2009 gravou o CD “Abrideira”, do grupo de choro Fina Estampa, co-produzido por Maurício Carrilho. Em 2013 lançou o disco de música instrumental “Ideia de Antes”. Estreou, ao lado do Quatro a Zero, Rafael dos Santos e Guilherme Ribeiro, o “Concerto Carioca 3” de Radamés Gnattali, juntamente com a Orquestra Sinfônica de Campinas e regência de Victor Hugo Toro. Também ligado à educação musical, escreveu o primeiro livro de aprendizado de cavaquinho para o Projeto Guri no ano de 2011.

Para conhecer o trabalho da cantora: www.anasalvagni.com.br/

Para contribuir com o financiamento coletivo: https://beta.benfeitoria.com/cancaodoamordistante

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 20 outubro, 2015 10:03


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!