Espetáculo Hysterica Passio, da dramaturga espanhola Angélica Liddell, estreia no Espaço Parlapatões

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 13 outubro, 2015 10:03

Espetáculo Hysterica Passio, da dramaturga espanhola Angélica Liddell, estreia no Espaço Parlapatões

Texto inédito no Brasil, o espetáculo HYSTERICA PASSIO, da dramaturga espanhola Angélica Liddell, estreia dia 17 de outubro, sábado, às 20h, no ESPAÇO PARLAPATÕES. Peça conta a história de Hipólito, que aos 12 anos resolve se vingar dos pais pelos maus tratos por ele sofridos. Montagem do Teatro Kaus, tem direção de Reginaldo Nascimento e tradução de Aimar Labaki. Elenco reúne os atores Alessandro Hernandez e Amália Pereira.

Em HYSTERICA PASSIO, Hipólito filho da esquálida enfermeira Thora e do pálido dentista Senderovich, assume diversas figuras alegóricas em cena: a de um mestre de cerimônias, a de seu pai já morto e a dele mesmo na infância. Apresenta, a sua vida e a de seus pais, retomando os momentos de sua história para questionar, julgar e condenar a dor que sente, as feridas ainda não cicatrizadas. Sobrevivente aos abusos que sofreu durante a infância, chega aos 12 anos com um proposito claro, vingar-se.

“Liddell, é uma contundente dramaturga, que aprofunda as questões acerca do ser humano e suas dores mais íntimas. É uma autora que faz sangrar as palavras e me possibilita uma investigação poética, estética e cênica, onde o foco é o ser humano e sua aventura de viver”, afirma o diretor Reginaldo Nascimento. “Este é o segundo texto da Angélica que encenamos, o primeiro foi O Casal Palavrakis, em 2012. Ambos fazem parte da obra Tríptico da Aflição”, completa o diretor.

Montagem transita com a forma do teatro contemporâneo e os expedientes cênicos do pós dramático, misturando ao jogo dos atores alegoria, artes plásticas, sombras e sons, fazendo do espetáculo um mergulho nas sensações do ser humano, nos abismos da alma. “A encenação abusa da teatralidade e explicita a angústia destes seres numa interpretação que transita com a alegoria, e brinca com os expedientes do circo de feras e de horrores para tentar dar cor a uma vida de dor”, finaliza Nascimento.

O espaço cênico de HYSTERICA PASSIO é construído a partir da trajetória de cada personagem, a jaula/cela de Thora, que aprisionada, se debate e revive sua história, expondo suas dores e alegrias, num jogo de repetição e representação de sua vida. O jardim/túmulo de Senderovich, que é vivenciado pelo próprio Hipólito, que se apropria de outros elementos (bonecos, manequins e figurinos) para elucidar a teatralidade e explicitar o seu martírio.

O cenário, de Reginaldo Nascimento, que também assina a trilha sonora, trabalha com o branco em todo o ambiente. Os figurinos, de Telumi Helen, também brancos, apresentam camadas que revelam a tessitura das personagens. A iluminação, de Vanderlei Conte, acentua a assepsia da encenação e amplia o estado sombrio dos personagens. A sonoplastia evidencia a dramaticidade do espetáculo e ajuda a criar um clima de fantasia e horror.

SERVIÇO
HYSTERICA PASSIO
Estreia
dia 17 de outubro de 2015, sábado, às 20h
Temporada: Até 13 de dezembro
Horário: Sábados e Domingos, às 20h
ESPAÇO PARLAPATÔES
Endereço:
Praça Franklin Roosevelt, 158 – Centro
Duração: 80 minutos
Recomendação: 16 anos
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (+60 anos, estudantes e professores da rede pública de ensino).
tel: 3258-4449
Capacidade 100 lugares
Bilheteria funciona de terça a domingo, a partir das 16h. Bar. Acesso para deficientes. Aceita cartões.

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 13 outubro, 2015 10:03


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!