Coral Infantojuvenil Palácio das Artes canta em cinco diferentes idiomas para comemorar os 45 anos da Fundação Clóvis Salgado

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 16 setembro, 2015 16:09

O Coral Infantojuvenil Palácio das Artes encara um novo desafio: se apresentar no Foyer do Grande Teatro do Palácio das Artes cantando em cinco diferentes idiomas. O concerto, com regência da maestria Lara Tanaka, reunirá canções em inglês, francês, espanhol, português e bemba – ouquembalinguagem Banto da Zâmbia. No repertório, destaque para a música Happy, do cantor norte-americano Pharrell Williams e The Lion Sleeps Tonight, do filme O Rei Leão.

O concerto integra a programação dos 45 anos da Fundação Clóvis Salgado e, além de relembrar sucessos interpretados pelo grupo formado por 46 coristas com idade entre 8 e 16 anos, mescla composições de diferentes momentos e estilos musicais. Um dos exemplos é a canção Happy, de Pharrell Williams. Vencedora de quatro prêmios Grammy, essa versão coral, com acompanhamento de piano, promete encantar o público.

Happy fez parte da trilha sonora de Meu Malvado Favorito 2, dos estúdios Disney, e, desde a estreia do filme, se tornou um sucesso, conquistando crianças e adultos ao redor do mundo. Segundo Lara Tanaka, inserir uma peça tão conhecida no repertório é um estímulo a mais para os jovens cantores. “Nós temos buscado apresentar um repertório variado, misturando peças mais clássicas, trabalhos populares ou contemporâneos”, destaca. The Lion Sleeps Tonight, do filme O Rei Leão, também dos estúdios Disney, integra o repertório de trilhas sonoras fantásticas.

A peça Bonse Aba, canção folclórica da Zâmbia é outro desafio para os pequenos cantores, já que ela foi apresentada poucas vezes em Belo Horizonte. Bem ritmada e com marcações de voz características desse estilo de música, a canção será interpretada no idioma Banto do país, também conhecido como bemba (ou quemba). Para Lara Tanaka, essa obra mais peculiar “é uma forma de desafiá-los quanto aos diferentes concertos que o Coral Infantojuvenil Palácio das Artes pode fazer ao longo da temporada”, explica a maestrina.

Com repertório sempre diversificado, a preparação durante os ensaios é mais um momento que exige dedicação dos coristas. Para que estejam afinados durante a apresentação, os pequenos utilizam dispositivos móveis ou outras tecnologias para se familiarizarem com os diferentes idiomas, como explica a maestrina Lara Tanaka. “Os smartphones e computadores ajudam muito na preparação. Às vezes eu disponibilizo um link ou o áudio para que os meninos possam ouvir a música até mesmo depois dos ensaios”, aponta Lara Tanaka.

Do repertório nacional, o Coral Infantojuvenil Palácio das Artes interpreta Berimbau, de Vinícius de Moraes e Upa, neguinho, de Edu Lobo e Gianfrancesco Guarnieri. Segundo Lara Tanaka, essa breve seleção de compositores brasileiros é uma forma de “homenagear as canções nacionais com uma releitura diferente”. O programa da apresentação também conta com as canções Shine on me, Yo le Canto Todo El Dia, de David L. Brunner; Avec La Garde Montante, de Georges Bizet, entre outras.

Coral Infantojuvenil Palácio das Artes – Criado na década de 80, o Coral Infantojuvenil Palácio das Artes integra a política do Governo de Minas Gerais de fomento e promoção do canto coral, além de exercer importante papel para a descoberta de novos talentos. Vários cantores que iniciaram sua trajetória musical no Coral Infantojuvenil integram, atualmente, grupos profissionais no Brasil e exterior. O grupo se apresenta eventualmente com o Coral Lírico, a Orquestra Sinfônica e a Orquestra Filarmônica de Minas Gerais.

Lara Tanaka – Mineira de Belo Horizonte, é formada em piano pelo Conservatório de Música de Minas Gerais e bacharel em Regência pela Escola de Música da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Participou de aulas e masterclasses com Sérgio Magnani, Roberto Tibiriçá, Cláudio Ribeiro, Per Brevig, Mogens Dahl e Nelson Niremberg.  Em 2003 gravou o CD Villa-Lobos e os Brinquedos de Roda, com o Coral Infantojuvenil Palácio das Artes e o Grupo de Percussão da UFMG. A obra foi finalista do Prêmio TIM da Música de 2004, na categoria de melhor CD infantil. Atualmente, é regente assistente do Coral Lírico de Minas Gerais e regente titular do Coral Infantojuvenil Palácio das Artes.

SERVIÇO
Coral Infantojuvenil Palácio das Artes
Data: 15/9
Horário: 14h
Local: Foyer do Grande Teatro do Palácio das Artes
Endereço: Avenida Afonso Pena, 1537 – Centro
Duração: 50 minutos
Entrada gratuita

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 16 setembro, 2015 16:09


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!