Orquestra Sinfônica de Minas Gerais interpreta composições de Chopin e DVOŘÁK

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 17 agosto, 2015 10:03

Os pilares do Romantismo Europeu do século XIX vão ditar o ritmo das apresentações da Orquestra Sinfônica de Minas Gerais nas séries Sinfônica ao MeioDia e Sinfônica em Concerto de agosto. Os concertos contam com a participação inédita da pianista convidada, Valéria Zanini, que mora há 40 anos na Dinamarca e volta a se apresentar pelo país após três anos de ausência dos palcos brasileiros. Sob regência do primeiro trompista e regente Sérgio Gomes, a OSMG executa Concerto para Piano  2 em  menor, de Frédéric Chopin; e Sinfonia 9 em Mi menor, de Antonín Leopold Dvořák.

Radicada na Dinamarca desde 1974, Valéria Zanini é goiana e se formou no Rio de Janeiro e no Chile, entre outros lugares, tendo cursado, também, o Conservatório Real da Dinamarca e sido premiada com a bolsa Rainha Ingrid, que a levou à especialização em técnica pianística em Roma. Atualmente, é reconhecida na Dinamarca pela introdução da música brasileira para as plateias europeias. Por seu trabalho de divulgação da música nacional, foi condecorada com a Ordem do Rio Branco, homenagem concedida pelo Governo do Brasil.

Sobre o programa

O programa das apresentações tem início com Concerto para Piano Nº 2, do polonês Chopin. Em toda sua carreira, Chopin compôs apenas dois concertos para piano, e o Concerto Nº 2 em Fá menor é datado de 1830, quando ele concluíra sua educação formal, aos 20 anos de idade. Das características mais marcantes da obra, destacam-se a variação dos três movimentos da peça, que começam com notas que enfatizam a Era Romântica da música clássica e, ao longo da evolução da melodia, apresentam sutis toques de danças polonesas.

A peça foi escolhida por Valéria Zanini para sua primeira apresentação ao lado da OSMG. A pianista explica que Chopin é uma das suas principais referências musicais e, por isso, tem enorme satisfação em poder mergulhar no universo do compositor. Quando ainda morava em Anápolis, Goiás, ela ouviu Chopin pela primeira vez. “Eu tinha oito anos e, a partir daquele momento, descobri que aquilo era o que queria fazer da minha vida, ser pianista e tocar Chopin”.

Nesses 40 anos na Dinamarca, Valéria mantém uma relação pessoal com a obra de Chopin. Para ela, a oportunidade de tocar um de seus compositores favoritos ao lado da OSMG é um momento único na carreira. “Eu me sinto honrada em poder retornar ao Brasil e ser solista convidada de uma das maiores orquestras do país. Eu vejo a vida cultural em constante expansão aqui no Brasil e a Orquestra Sinfônica de Minas Gerais tem feito um belo trabalho para divulgar a música clássica e conquistar mais pessoas”, destaca a pianista.

SERVIÇO
SINFÔNICA AO MEIO-DIA
Data: 18 de agosto de 2015
Horário: 12h
Local: Grande Teatro Palácio das Artes
Endereço: Av. Afonso Pena, 1537 – Centro
Entrada gratuita

SINFÔNICA EM CONERTO
Data:
19 de agosto de 2015
Horário:
20h30
Local: Grande Teatro do Palácio das Artes
Endereço: Av. Afonso Pena, 1537 – Centro
Entrada: R$10,00 (inteira) e R$5,00 (meia)

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 17 agosto, 2015 10:03


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!