Divulgado o resultado preliminar da primeira fase de seleção da Chamada Pública PRODECINE 05/2014

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 17 agosto, 2015 11:42

Divulgado o resultado preliminar da primeira fase de seleção da Chamada Pública PRODECINE 05/2014

A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), agente financeiro do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA), divulgaram o resultado preliminar da primeira fase de seleção da Chamada Pública PRODECINE 05/2014, do Programa Brasil de Todas as Telas. O edital disponibiliza um total de R$ 20 milhões a projetos de longas-metragens de documentário, ficção e animação com foco em propostas de linguagem inovadora e relevância artística. As notas e os relatórios de análise dos projetos estão disponíveis para consulta no Sistema de Inscrições do FSA, mediante login e senha.

Foram classificados 35 projetos, sendo 12 em atendimento à cota regional estabelecida no certame. Os proponentes interessados em interpor recursos têm até o dia 22 de agosto para preencher o formulário e enviá-lo por e-mail para fsa.brde@brde.com.br.

De acordo com o regulamento da chamada pública, a inclusão de novos projetos na lista de indicados à próxima fase após eventual provimento de recursos não resulta na desclassificação dos projetos desta lista preliminar. Para serem incorporados à lista definitiva devido à pontuação na etapa de seleção, após a análise dos recursos os projetos deverão atingir nota mínima 3,78 (valor da nota de corte do vigésimo projeto classificado preliminarmente). Já para ascenderem à lista final em razão da cota regional prevista no regulamento, os projetos precisam atingir nota mínima de 2,50 e atender aos limites por região e unidade federativa dispostos no item 6.6.3, alínea “b” do edital.

Confira abaixo a lista de projetos classificados, que seguem agora para a segunda etapa da fase de seleção:

“Amor encantado”, da Floresta Vídeo Gráfica e Editora (PA)
“Um animal Amarelo”, da Duas Mariola (RJ)
“Banquete de olhares”, da Braxil Filmes (MG)
“Bizarros Peixes das Fossas Abissais”, da Marão Filmes (RJ)
“Breves Miragens de Sol”, da Aruac Produções LTDA. (RJ)
“Calipo Sonha?”, da Aurora Filmes (SP)
“Desterro”, da Filmes de Abril (SP)
“Discos Marcus Pereira”, da Videoforum Filmes Produções Artísticas Ltda – ME (SP)
“En tus ojos”, da laz (PR)
“Espera”, da 88 Produções (MG)
“Favelost”, da Tambellini Filmes (RJ)
“O Filho da Puta”, da Otto Desenhos Animados (RS)
“Greicekelly”, da Dezenove Som e Imagens (SP)
“Greta Garbo”, da Drama Produções Artísticas (CE)
“Intolerância.doc”, da Modo Operante Produções (RJ)
“A Ira de Deus”, da 2DLab (RJ)
“Jesus Kid”, da Grafo Audiovisual Ltda. ME (PR)
“Lampião, o governador do sertão”, da Bucanero Filmes (CE)
“Marabá”, da Visagem Filmes (PA)
“Mare Nostrum”, da Raiz Produções (SP)
“Mares do Desterro”, da Vagaluzes Filmes (SC)
“Maria Luiza”, da Diazul de Cinema (DF)
“Mata Negra”, da Fábulas Negras Produções Artísticas LTDA (ES)
“Mesmo que seja eu”, da Casa Azul Produções Artísticas (SP)
“Meu nome é coragem”, da Anitra Cinema & Tv (CE)
“Montanha russa (molambo)”, da Tacacá Filmes (RJ)
“O olho do camaleão – Siron Franco”, da Pacto Audiovisual (PE)
“As orbitas da água”, da Lume Filmes (MA)
“A Paixão Segundo GH”, da Academia de Filmes (SP)
“Palavras Queimadas”, da Kinossaurus (RJ)
“A salamandra”, da N Filmes (PE)
“Unicórnio”, da 3 Tabela Filmes (RJ)
“Um vidro Sob Minha Pele”, da Busca Vida Filmes (SP)
“Viva o povo brasileiro! Por que não?”, da Asacine (DF)
“Zaatari”, o filme”, da Grifa Filmes (SP).

O Programa Brasil de Todas as Telas

Lançado em 1º de julho de 2014, o Programa Brasil de Todas as Telas articula diferentes modalidades de fomento com o objetivo de transformar o Brasil em um relevante centro produtor e programador de conteúdo. O setor audiovisual do País vem caminhando para concretizar essa meta e comemora o seu bom momento, especialmente depois que a Lei 12.485/11, conhecida como Lei da TV Paga, entrou em vigor. O novo marco regulatório dinamizou o mercado, gerou demanda por novos conteúdos brasileiros e ampliou o financiamento da produção independente.

Para dar conta da crescente demanda por conteúdo brasileiro, o programa Brasil de Todas as Telas conta com R$ 1,2 bilhão, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual – FSA. O programa se divide em quatro eixos: Desenvolvimento de projetos, roteiros, marcas e formatos; Capacitação e formação profissional; Produção e difusão de conteúdos; e Programa Cinema Perto de Você, de estímulo à abertura e modernização de salas de exibição.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 17 agosto, 2015 11:42


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!