Padre Fabio de Melo abre o jogo e conversa com Marília Gabriela, no GNT

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 15 maio, 2015 17:24

Padre Fabio de Melo abre o jogo e conversa com Marília Gabriela, no GNT

“A fé não é algo para se entender, é um estado para se transformar”. É com essa frase de Mahatma Gandhi que Gabi apresenta o convidado da semana, o Padre Fabio de Melo. A entrevista vai ao ar no próximo domingo, dia 17 de maio, às 22h, no GNT.

Além de sacerdote, ele é escritor, compositor, cantor e apresentador do programa “Direção Espiritual”. Durante o bate-papo, ele fala sobre o sucesso do seu último CD, “Deus no esconderijo de verso”, e comenta a respeito das críticas do seu mais novo lançamento, o livro “Mulheres de aço e de flores”. Sua trajetória profissional já conta com 19 discos, 15 livros e 4 DVD’s. Fábio é recordista em vendas de livros e CD´s.

Durante a entrevista o padre revela que já desenvolveu neuroses pelas consequências que a fama traz, como a falta de liberdade e intimidade.

“Eu comecei a perceber que estava ficando com medo de gente e isso era contraditório à minha missão.”

Ele conta ainda que a solução foi criar mecanismos de defesa chamados de “bastidores”. É o momento em que o sacerdote precisa ser ele mesmo, sem os atributos que o compõe, e encontra pessoas que sabem quem ele realmente é e não o imaginam nem melhor, nem pior.

Ao ser perguntado sobre a relação do seu trabalho com o atual momento da sociedade, onde a aparência e a superficialidade são constantemente valorizadas e cada vez mais a produção cultural perde espaço para a produção de entretenimento, ele confessa que essa mudança torna o trabalho mais difícil e afirma:

“Fiquei muito preocupado que eu pudesse reproduzir este modelo social dentro da igreja”. E conclui: “Comecei a perceber que muito facilmente eu poderia me tornar um instrumento de superficialização daquilo que não pode ser superficial”. Padre Fábio de Melo revela também curiosidades sobre a sua vida, antes e depois do sacerdócio.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 15 maio, 2015 17:24


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook