Festival “É Tudo Verdade” organiza 14º Conferência Internacional do Documentário – Petrobras

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 6 abril, 2015 17:33

Nos dias 14 e 15 de abril, o É Tudo Verdade – Festival Internacional de Documentários organiza a 14a Conferência Internacional do Documentário – Petrobras.

O seminário visa mais uma vez intensificar o debate sobre a produção não-ficcional por meio do cruzamento de contribuições de acadêmicos, cineastas e críticos, brasileiros e internacionais.

Festival É Tudo Verdade-14ª Conferência Internacional do Documentário - Petrobras-00

Nesta 14a edição, três celebrações ditam o foco do seminário: o centenário de nascimento de Orson Welles (1915-1985), os 80 anos de Vladimir Carvalho e a 20a. edição do É Tudo Verdade. Apresenta-se assim a oportunidade tanto para examinar a contribuição de dois mestres à produção documental quanto para um balanço das duas últimas décadas do documentário no Brasil e no mundo.

“Na última década e meia, desde que a estabelecemos a partir do projeto de Maria Dora Mourão, a Conferência consolidou-se com um simpósio essencial para a reflexão sobre a cultura do documentário no Brasil e no mundo”, afirma o crítico Amir Labaki, fundador e diretor do É Tudo Verdade. “É um privilégio que sua realização a partir deste ano estreite os laços do festival com a Petrobras, uma de nossas principais parcerias nos últimos doze anos”.

O É Tudo Verdade faz parte dos 25 festivais de audiovisual no Brasil patrocinados anualmente pelo  programa Petrobras Cultural.

“A Petrobras investe na produção de filmes há 20 anos. É um ano de comemorações para nós e para o É Tudo Verdade, festival mais dedicado e consistente para a difusão de filmes documentários.   Temos uma grande satisfação em estarmos juntos neste 20º ano, que abre com o filme do Coutinho, também patrocinado pela empresa,  e em oferecer a Conferência Internacional do Documentário – Petrobras”, ressalta Diego Pila, gerente de Patrocínios.

Sediada pela Cinemateca Brasileira a 14º Conferência Internacional do Documentário – Petrobras desenvolve-se em São Paulo nos dias 14 e 15 de abril, sempre com entrada franca e tradução simultânea.

Programação É Tudo Verdade – 14a Conferência Internacional do Documentário – Petrobras

Dia 14

10h Abertura: Palestra inaugural de Jonathan Rosenbaum sobre o centenário de nascimento de Orson Welles

Jonathan Rosenbaum é um dos mais importantes críticos de cinema em atividade nos EUA. Autor de mais dez livros sobre a história do cinema, incluindo títulos sobre Jacques Rivette, Abbas Kiarostami e “Dead Man” de Jim Jarmusch, Rosenbaum é dos principais especialistas na obra de Orson Welles. Sua reunião de ensaios sobre o diretor de “Cidadão Kane” (1941), “Discovering Orson Welles”, foi publicada em 2007 pela University of California Press, tendo ainda editado as longas entrevistas do cineasta a Peter Bogdanovich em “Este É Orson Welles (no Brasil, Globo Livros, 1995).

14h – 20 Anos de Documentário Brasileiro – Carlos Alberto Mattos e Fernão Ramos.

Carlos Alberto Mattos é um crítico de cinema brasileiro. Curador da mostra Faróis de Cinema (3a. edição, 2014), é autor de livros sobre Eduardo Coutinho, Jorge Bodansky, Maurice Capovilla, Vladimir Carvalho e Walter Lima Jr.

Fernão Pessoa Ramos é Professor Titular do Departamento de Cinema do Instituto de Artes da UNICAMP (Universidade Estadual de Campinas). É autor, entre outros, de  ‘Cinema Marginal, a Representação em seu Limite’ (1987) e ‘Mas afinal…o que é mesmo documentário?’ (2008).

Dia 15

10h – Vladimir 80 – Amir Labaki entrevista Vladimir Carvalho

Vladimir Carvalho é um dos mais importantes documentaristas da história do cinema brasileiro. Em mais de seis décadas de atividade, dirigiu, entre outros, os curtas-metragens “A Bolandeira” (1967) e “A Pedra da Riqueza” 1976) e os longas “O País de São Saruê”  (1971) e “Conterrâneos Velhos de Guerra” (1991). Dentro da retrospectiva comemorativa de seu 80o. aniversário realizada pelo É Tudo Verdade 2015, lança sua antologia de ensaios e artigos “Jornal de Cinema”.

Amir Labaki é o diretor-fundador do É Tudo Verdade –Festival Internacional de Documentários.

14h – O Documentário Segundo os Festivais: Ally Derks (IDFA), Haruka Hama (Yamagata) e Thom Powers (Toronto, Miami, DOC NY).

Ally Derks é a diretora-fundadora do IDFA – Festival Internacional de Documentários de Amsterdã, o maior evento dedicado ao gênero no mundo.

Haruka Hama é uma curadora japonesa, desde 2011 vinculada ao Festival Internacional de Documentários de Yamagata, para a qual prepara para 2015 um foco especial sobre a produção latino-americana.

Thom Powers é um curador americano, responsável pela seleção não-ficcional do Festival Internacional de Cinema de Toronto e Festival de Cinema de Miami e pelo DOC NY. É ainda o programador da faixa semanal Stranger Than Fiction, sediada pelo cinema de arte IFC em Nova York.

SERVIÇO

SERVIÇO

É Tudo Verdade – 20º Festival Internacional de Documentários

São Paulo e Rio de Janeiro de 09 a 19 de abril. Belo Horizonte de 29 de abril a 4 de maio, em Santos de 07 a 10 de maio e em Brasília de 27 de maio a 1 de junho.

Fundação e direção: Amir Labaki

O É Tudo Verdade – 20º Festival Internacional de Documentários é uma co-realização do BNDES, OI, PETROBRAS, SABESP, CCBB, SPCINE e RIOFILME, contando com o apoio do Ministério da Cultura – Secretaria do Audiovisual, através da lei 8.313/91 (Lei Rouanet) e da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo – Programa de Ação Cultural/PROAC e Secretaria de Estado de Cultura – Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro e da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

Entrada gratuita em todas as salas de cinema.

SALAS DE CINEMA

São Paulo (9 – 19 de abril)

Centro Cultural Banco do Brasil – R. Álvares Penteado, 112

Centro Cultural São Paulo – Rua Vergueiro, 1000

Cinemateca Brasileira – Largo Senador Raul Cardoso, 207

Cine Livraria Cultura – Conjunto Nacional- Av. Paulista, 2073

Galeria Olido – Av. São João, 473

Reserva Cultural – Av. Paulista, 900

Rio de Janeiro (10 – 19 de abril)

Auditório BNDES – Avenida República do Chile, 100

Centro Cultural Banco do Brasil –  R. Primeiro de Março, 66

Espaço Itaú de Cinema – Praia de Botafogo, 316

Instituto Moreira Salles – R. Marques de São Vicente, 476

Oi Futuro Ipanema – R. Visconde de Pirajá, 54

Belo Horizonte (29 de abril a 4 de maio)

Centro Cultural Banco do Brasil – Praça da Liberdade, 450

Santos (7 a 10 de maio)

Roxy Gonzaga – 5 Av. Ana Costa, 443

Brasília (27 de maio a 1 de junho)

Centro Cultural Banco de Brasil – SCES, trecho 02, lote 22.

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 6 abril, 2015 17:33


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!