O branco dos seus olhos no Teatro Poeira

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 8 janeiro, 2015 12:05

O branco dos seus olhos no Teatro Poeira

Karina, uma jovem do interior, marca pelo facebook um encontro com Lauro, um amigo de infância, num apartamento vazio. Ao chegar encontra Raquel, mulher de Lauro – que chegou mais cedo de viagem. De autoria de Alvaro Campos, a peça “O branco dos seus olhos” tem direção de Alexandre Mello, estreou em dezembro no Espaço SESC e volta à cena no Teatro Poeira, no dia 13 de janeiro.

Raquel (Karine Teles) uma alta executiva, recém-casada com Lauro (Fabiano Nunes), é transferida para Buenos Aires. Ele, um dançarino contemporâneo, deixa o país e carreira para acompanhar a esposa num país estranho. Ela, racional e metódica. Ele, sensível, usa a dança para se expressar. Depois de alguns anos, ao retornar ao Brasil, uma possível traição é descoberta. E que pode ter acontecido apenas pela internet, através de conversas pelo facebook com Karina (Amanda Vides Veras), uma amiga de infância. “O afeto exercido no espaço virtual tem validade concreta?”, indaga Alvaro Campos, autor da peça.

“O branco de seus olhos” é o primeiro trabalho teatral do jovem roteirista, que escreveu em sete anos mais de 16 programas de TV. A peça tem supervisão de Julia Spadaccini e direção de Alexandre Mello.

O trio busca explorar o encontro do “ser” virtual com a realidade. “Hoje para se estabelecer uma relação não é preciso estar ao alcance físico. Romeu não precisa pular o muro da casa de seus inimigos pra ver e tocar Julieta. Agora ele tem o facebook. E ela só precisa aceitá-lo”, diz Alvaro. Para Julia Spadaccini “as redes sociais são um reflexo de uma carência total de auto-referência. A busca de si através do olhar alheio. É uma maneira vazia de nos tornarmos aquilo que o outro quer ver, objeto de desejo do outro”.

O texto traz recortes de tempo e espaço. O encontro de Raquel e Karina no apartamento no Brasil é costurado por lembranças de sua vida em Buenos Aires anos antes. Enquanto Lauro, o pivô, é aguardado, Karina tenta provar à mulher que não se trata de uma traição. As duas possuem distintas visões dele. Raquel o vê como um artista metódico e emocionalmente inacessível. Karina o descreve como um menino idealista sem medo de se entregar a aventura alguma. “São duas personagens femininas fortes que travam uma queda de braço sem pudores. Mulheres incríveis que amam o mesmo homem e que dele tem visões completamente diferentes”, define o autor.

Raquel e Lauro buscaram se adaptar em Buenos Aires. Ela, bem-sucedida. Ele, um artista de pouca expressão que larga tudo para acompanhar a esposa, 10 anos mais velha. Lá a relação começa a sofrer. Ela prefere a reclusão no lar, enquanto ele busca estabelecer novas relações na cidade. O distanciamento de interesses causa uma profunda insegurança em Raquel que faz uma proposta: financiar um espetáculo solo do marido, promovendo o lançamento de sua carreira. O diretor Alexandre Mello destaca que “a revelação dos verdadeiros objetivos de cada personagem é um dos pontos altos da trama. Sem banalidades ou truques fáceis, Alvaro nos conduz numa tensão exata, entre passado e presente, revelando a cada cena parte de uma história, que nos superestima como espectadores, surpreendendo-nos todo o tempo”.

A inspiração do texto surgiu de acontecimentos reais. Uma mulher foi esfaqueada e pediu ajuda pelo facebook, ao invés de recorrer por telefone à emergência, à família ou aos amigos. Outra escapou de um estuprador também pedindo socorro pela rede. Um sujeito assassinou o amigo que “cutucou” sua namorada virtualmente. “A história se repete em outros crimes, com intensidades maiores e menores, mas sempre apontando como a expressão no âmbito virtual pode ser percebida de uma forma tão concreta que pode significar uma resposta para necessidades completamente reais e viscerais – como salvar a própria vida”, conclui Alvaro.

SERVIÇO
Espetáculo: O BRANCO DE SEUS OLHOS
Temporada: 13 de janeiro a 26 de fevereiro
Excepcionalmente no dia 22 de janeiro, o espetáculo terá início às 19h.
Dia 27 de janeiro, não haverá apresentação.
Na semana de carnaval, não haverá apresentação (dias 17 e 18 de fevereiro).
Horários:
terça a quinta, às 21h
Teatro Poeira
Endereço:
Rua São João Batista, 104. Botafogo
Ingressos: R$40 (inteira)/ R$20 (meia-entrada)
Capacidade: 100 lugares
Classificação etária: 14 anos
Duração: 75 min
Gênero: Drama

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 8 janeiro, 2015 12:05


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!