Debatedores confirmam presença no Festival de Teatro de Piracicaba

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 27 outubro, 2014 16:09

Debatedores confirmam presença no Festival de Teatro de Piracicaba

A comissão organizadora do 9º Fentepira (Festival Nacional de Teatro de Piracicaba) confirmou a presença de dois debatedores para a mostra oficial. Trata-se da dramaturgista Fátima Saad e do doutor em história social Alexandre Mate. Entre 15 e 23 de novembro, eles participarão de bate-papos com as 10 companhias selecionadas.

Os encontros ocorrem após os espetáculos, com a participação do público, um integrante da comissão organizadora do Fentepira e do curador da 9ª edição, o ator e diretor Roberto Rosa. O objetivo é que os grupos tenham acesso a uma análise apurada sobre suas produções e a plateia possa aprimorar o olhar sobre as várias formas do fazer teatral.

Nesta edição serão apresentadas cinco peças adultas e uma infantil no Teatro Erotídes de Campos, além de quatro espetáculos de rua, sendo dois na área externa do Engenho Central e dois na Praça José Bonifácio. As companhias são dos Estados de São Paulo, incluindo capital e interior, Rio de Janeiro e Maranhão.

Para Fátima Saadi, a interlocução entre artistas-criadores e público ganha uma nova dimensão nos debates. “É muito importante para a equipe conhecer a variedade de opiniões a respeito do que foi mostrado e o modo pelo qual o espetáculo multiplica seus sentidos ao ser apresentado ao público”, diz ela, que é dramaturgista do Teatro do Pequeno Gesto e editora da revista de ensaios Folhetim, e da coleção Folhetim/Ensaios.

Esta é a quinta vez de Alexandre Mate no Fentepira. Professor da Unesp (Universidade Estadual Paulista), ele produzirá leituras críticas sobre os espetáculos, a exemplo do que fez nos anos anteriores. “Os festivais são raras oportunidades de contato com experimentos desenvolvidos no país e fora dele. Nos festivais como o de Piracicaba e alguns outros, além do contato com as obras, há um contato com o pensar e a interação concreta com os criadores.”

Fátima define os debatedores como “espectadores profissionais”, que percebem, compreendem e verbalizam as primeiras impressões dos espetáculos. Já Mate lembra que, além desse aspecto, os debates ampliam as possibilidades de leitura do fazer teatral. “O Fentepira promove um trabalho de formação de público, o que eu vejo com bons olhos”, diz.

É também o que pensa o engenheiro mecânico Melquizedeque Nunes de Oliveira, de Limeira. No 8º Fentepira, em 2013, ele fez questão de permanecer em quatro debates, acompanhado da esposa. “A peça fica mais clara para quem a assistiu. É importante entender o processo de pesquisa dos atores e conhecer a o desenvolvimento dos espetáculos.”

Todos os espetáculos do Festival possuem entrada gratuita, com retirada de ingressos uma hora antes das apresentações. A grade de programação está em fase de ajustes finais pela comissão organizadora, será divulgada em breve e poderá ser consultada no site www.fentepira.com.br e nas redes sociais. No blog oficial (www.fentepira.wordpress.com) é possível conferir uma entrevista com Fátima Saadi e Alexandre Mate, assim como a lista dos 10 espetáculos selecionados.

ESTUDANTES – Além de conhecer de perto o que está sendo produzido por companhias profissionais, o público também terá a possibilidade de desfrutar da 21ª Mostra de Teatro Estudantil, com espetáculos de autoria de grupos de teatro de escolas públicas, privadas ou de entidades do Estado de São Paulo. As apresentações serão realizadas Salão Nobre do Colégio Piracicabano, Teatro do Engenho e Sesi Piracicaba.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 27 outubro, 2014 16:09


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook