Sesc Belenzinho recebe espetáculo da CiaSenhas

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 7 outubro, 2014 11:04

Depois da montagem de Circo Negro e a circulação da obra por alguns dos mais importantes festivais de teatro do Brasil, a CiaSenhas de Teatro volta à cena com mais um texto do dramaturgo argentino Daniel Veronese: Obscura fuga da menina apertando sobre o peito um lenço de renda, com direção de Sueli Araujo, que estreia dia 9 de outubro, no Sesc Belenzinho, em São Paulo. O espetáculo fica em cartaz até o dia 2 de novembro de 2014.

O espetáculo, inédito em São Paulo, apresenta ao espectador a ideia de um teatro seco, presente em todas as dimensões da encenação. O objeto dramático é exposto despudoradamente, permitindo uma variação constante de possibilidades expressivas não convencionais onde a subjetividade entra em contraste com a objetividade da cena teatral.

Em cena um pai e uma mãe se debatem com as incertezas que envolvem o repentino desaparecimento de Martina, sua filha. As recordações e recriminações são os topos das lamentações e desesperos gerados pela ausência da filha. As dúvidas aumentam com a chegada de um namorado secreto, uma amiga-namorada e um carteiro.

A busca de um culpado e a ausência de explicação sobre o desaparecimento da personagem provocam situações grotescas onde cada um tenta sobrepor sua justificativa sobre a realidade da perda imanente, expondo a disputa pelo amor e a dificuldade de aceitação da perda. Os personagens oscilam entre o desespero e o patético em universos contraditórios criados para suportar a Perda, representada pela ausência de Martina.

O universo fictício proposto pela obra se estabelece como impossibilidade entre o real e a representação. A narrativa será conduzida por personagens em estados emocionais alterados cuja dilaceração psíquica está relacionada a momentos de grandes perdas e desolação.

No texto Equívoca fuga de Señorita, apretando um pañuelo de encaje sobre su pecho (título original), o autor expande a fronteira entre o lírico e o grotesco, narrativa e drama, personagens e atores. A insinuação entre realidade, mentira e verdade serve como estratégia para impulsionar novas percepções sobre a complexidade do universo proposto em seus textos.

Em Obscura fuga da menina apertando sobre o peito um lenço de renda, a plateia e os atores habitam um espaço de tensão entre real e ficção. É nas alternâncias do público como espectador de uma fábula insolúvel ou cúmplice da percepção da realidade dos afetos que a dimensão universal e contemporânea se estabelece.

SERVIÇO
OBSCURA FUGA DA MENINA APERTANDO SOBRE O PEITO UM LENÇO DE RENDA
CiaSenhas (CURITIBA/PR)
Data: 09/10 a 02/11. Quintas a Sábados, às 21h30. Domingos e feriados, às 18h30
Sala de Espetáculos I
Sesc Belenzinho
Endereço:
Rua Padre Adelino, 1000
Capacidade:
80 lugares – acesso para pessoas com deficiência)
Duração: 70 minutos
Não recomendado para menores de 14 anos

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 7 outubro, 2014 11:04


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

O MELHOR VERÃO DAS NOSSAS VIDAS

Facebook