Festa multicultural que mistura ritmos de raiz e musica eletrônica estreia no Hocus Pocus

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 20 agosto, 2014 16:09

Festa multicultural que mistura ritmos de raiz e musica eletrônica estreia no Hocus Pocus

O Hocus Pocus realiza a primeira edição da festa aFluxus neste sábado, dia 23. Produzida pelo coletivo campineiro aFluxus em parceria com a Revoada dos Micuins e o Coletivo Young, estes dois de São José dos Campos.

A ideia da aFluxus é construir uma festa que consiga unir experimentação com diversão e consiga trazer coisas novas foras do conceito comum de balada: intervenções, dançarinos, VJ e projeção, malabaristas, além dos dj’s do coletivo e convidados. O coletivo aFluxus, que mantém 03 eventos festivos mensais em Campinas, atualmente está viajando pelo interior paulistano com as instalações da festa que acontece neste final de semana em São José.

Na pista, os campineiros Kenji-C e Kaiot trazem um repertório que tem como objetivo unir através da música eletrônica ritmos brasileiros, como xaxado, maracatu e a tropicália, com ritmos ciganos, música dos países balcãs, trap e mantras indianos. Completam a noite, os sets do Coletivo Young e de Dom de Oliveira, da Revoada dos Micuins.

A festa começa às 22h. A entrada custa R$15 reais. O Hocus Pocus fica na rua Paraibuna, 838, Jardim São Dimas, São José dos Campos – SP

Sobre o Coletivo AFLuxus

A principal missão do coletivo aFluxus de festas e intervenções artísticas, é imprimir uma pesquisa musical na busca de primazia sonora dentro da ideia de festa, diversão, libertação do corpo e das carapuças musicais. A ideia é sem se esquecer da premissa de festa, adicionar elementos improváveis dentro do conceito comum de “balada”: Cheiros, experimentações sensoriais, DJ’s, VJ’s, novos tipos de som não convencionais, contato com o inusitado de modo que haja união das mais diversas vertentes da arte música na busca de um fio condutor para que cada uma deixe de ter qualquer tipo de fronteira entre si! Surgida do marasmo cultural da cidade de Campinas, Fluxus Party logo virou coletivo e produz hoje 3 festas: Besta é Tu, Gangazumba e Fluxus! além de ter passado pelas cidades de São Paulo, Marília, São José do Rio Preto, Votorantim, Bragança Paulista e Jundiai entre janeiro e julho de 2014.

Balkan, Cigano, Eletroswing(jazz da década de 20 com música eletrônica), Cumbia e outros ritmos latinos, Bhangra, Trap, Brazilian Bass compõem a Fluxus Party, festa que tenta buscar diversos ritmos dançantes do mundo. Ritmos Regionais Brasileiros como coco, carimbó, xaxado, capoeira e macumba além da pesquisa na tropicalia da década de 70, formam a Besta é Tu! – festa que une a MPB conhecida com o universo infinito dps ritmos brasileiros. Gangazumba é uma festa que pretende abarcar os ritmos afros e todas suas aberturas dentro e fora de África: além do afrobeat, da Kizomba e do Kuduro, ritmos afrobrasileiros como a capoeira e a macumba e ritmos latinos fortemente influenciados pela presença áfrica na América. Entre bandas e Dj’s, passaram pelas festas do coletivo aFluxus: Boogarins, Palinoia, DJ Tahira(SP), Denny e Don (Venga!Venga!), Pita Uchoa (Voodohop), João Laion (Batbacumba), Kamei, Marc e Endels (Voodohop), DJ Kid (barrados no balkan), Balé Barbárie, Francisco, El Hombre, Niggabs, Dieguito Reis (Vivendo do Ócio), além dos djs aFluxus, Kaiot e Kenji C que juntos, já produziram 30 datas entre festas e live sets no período do primeiro semestre de 2014

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 20 agosto, 2014 16:09


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!