CAIXA Cultural São Paulo apresenta a exposição “Caminhos de Sempre – Antônio Henrique Amaral – Arte Gráfica”

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 29 novembro, 2013 14:07

CAIXA Cultural São Paulo apresenta a exposição “Caminhos de Sempre – Antônio Henrique Amaral – Arte Gráfica”

A partir do dia 14 de dezembro, a CAIXA Cultural São Paulo receberá cerca de cem trabalhos de um dos maiores nomes da arte gráfica e um dos ícones da arte moderna no Brasil: o pintor, desenhista e gravador Antônio Henrique do Amaral. A mostra, intitulada Caminhos de Sempre – Antônio Henrique Amaral – Arte Gráfica, recebe visitantes até o dia 16 de fevereiro de 2014, no centro da capital paulista. A entrada é gratuita e conta com o patrocínio da Caixa Econômica Federal.

Com curadoria de Sérgio Pizoli, a exposição reúne obras que podem ser definidas como um verdadeiro “percurso gráfico” da carreira do artista. São 32 xilografias18 litografiastrês matrizes em madeira25 mista sobre papel e 35 desenhos de técnica mista, segmentos que lhe deram a oportunidade de revelar seu talento e produção artística.

O público visitante poderá ver gravuras do início de carreira de Antônio Henrique Amaral, ou a mesma técnica usada com uma contextualização política, além de desenhos de significativa qualidade técnica e gráfica. Completam a exposição desenhos preparatórios, fotos de seu atelier e matrizes em madeira, enfatizando o caráter didático da mostra.

Os trabalhos refletem as principais influências de Antônio Henrique Amaral, remetendo à época em que estudou com seus principais professores: os mestres da xilogravura Lívio Abramo (em São Paulo) e Shiko Munakata (em Nova York), e Roberto Sambonet, com quem estudou desenho no MAM-SP, período determinante para definir sua identidade como artista.

“O período de estudo de desenho e gravura nos anos 50 com Lívio Abramo, Shiko Munakata e Roberto Sambonet foi fundamental para que eu definisse minha formação artística e a minha técnica, pois foi quando passei a impor a disciplina no meu traço”, relembra Antonio Henrique Amaral.

Mestres – Para o curador, a exposição “percorre do expressionismo mecanicista ao tropicalismo participante, crítico e exuberantemente colorista de Antônio Henrique Amaral. Estarão expostos trabalhos que refletem sua produção inusitada como gravador, por meio das matrizes e desenhos preparatórios, esclarecendo ao público o processo de fatura da gravura e a raridade das obras”.

Sérgio Pizoli completa, ressaltando que “sua reflexão visual, inicialmente, em P&B, implode exuberante e colorista, em desenhos de excessivo rigor e recorrências. São aquarelas, nanquins, técnicas mistas, onde a fragmentação e o equilíbrio se encontram e disseminam movimentos em verdadeiras coreografias de cor e luz”.

Antônio Henrique Amaral – Nascido em 1935 e formado em direito pela Universidade de São Paulo – tendo interrompido o curso temporariamente para se dedicar aos estudos artísticos -, Antônio Henrique Amaral estudou desenho com Roberto Sambonet e gravura com Livio Abramo durante os anos cinquenta, época em que fez sua primeira exposição individual de gravuras, no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

Em 1959 estudou gravura com Shiko Munakata e W. Rogalsky no Pratt Graphic Institute, em Nova York, onde foi bolsista. Já em 1967 publicou o álbum de xilogravuras “O meu e o seu” e iniciou seu trabalho em pintura. Neste mesmo ano fez sua primeira individual, a série “Bocas”, na galeria Astréia, em São Paulo. No ano de 1971 ganhou o prêmio de viagem ao exterior no Salão de Arte Moderna no Rio de Janeiro e instalou-se em Nova York de onde retornou em 1981. Ao longo dos últimos 40 anos vem realizando diversas exposições individuais e tem participado de exposições coletivas no Brasil e no exterior.

Hoje, seus trabalhos estão nas paredes dos principais museus e dos grandes colecionadores nacionais e internacionais.

SERVIÇO
Exposição ‘Caminhos de Sempre – Antônio Henrique Amaral – Arte Gráfica’
Abertura para convidados e imprensa: 14 de dezembro de 2013 (sábado), às 11h
Visita guiada com artista e curador: 14 de dezembro de 2013 (sábado), às 12:30.
Visitação: 14 de dezembro de 2013 a 16 de fevereiro de 2014 – terça-feira a domingo, das 9h às 19h.
Local: CAIXA Cultural São Paulo
Endereço: Praça da Sé, 111 – Centro (próximo à Estação Sé do Metrô)
Informações, agendamento de visitas mediadas e translado (ônibus) para escolas públicas: (11) 3321 4400.
Acesso para pessoas com necessidades especiais
Entrada franca
Recomendação etária: livre

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 29 novembro, 2013 14:07


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!