Espetáculo baseado no livro do Marquês de Sade, “120 Dias de Sodoma” inaugura espaço cultural na Lapa

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 30 setembro, 2013 17:10

Espetáculo baseado no livro do Marquês de Sade, “120 Dias de Sodoma” inaugura espaço cultural na Lapa

Um dos romance mais polêmicos e virulentos da literatura Sadiana ganha montagem teatral por um grupo de jovens atores brasileiros, formados pela Casa das Artes de Laranjeiras – CAL e reestreia dia 4 de outubro no La Paz, Lapa. O espetáculo narra as experiências de um grupo de libertinos que resolvem experimentar a definitiva gratificação sexual em orgias. Para isso, eles se trancaram por quatro meses num castelo inacessível ao resto do mundo, com um harém de vítimas, a maioria adolescentes, de ambos os sexos, e recrutaram quatro cafetinas para contar a história de suas vidas e suas aventuras. A narrativa das mulheres se torna inspiração para abusos sexuais e tortura das vítimas, que escala gradualmente em intensidade.

Dirigida pelo premiado Luiz Furlanetto, a montagem  que chega ao La Paz, na Lapa, de sexta a domingo, sempre às 21:00h, atraiu um grande público a Fosfobox onde fez sua primeira temporada.

Romance do polêmico Marquês de Sade, Sade escreveu “120 dias de Sodoma” no espaço de trinta e sete dias por volta de 1785, enquanto ele se encontrava preso em uma cela da Bastilha. Tendo pouco material e temendo que o livro fosse confiscado, ele o escreveu numa letra minúscula e um rolo contínuo de papel com doze metros de comprimento. Quando a Bastilha foi atacada e saqueada em 14 de Julho de 1789 durante o início da Revolução Francesa, Sade pensou que o trabalho estaria perdido para sempre e chegou a escrever que “chorou lágrimas de sangue” por sua perda.

Porém, o longo rolo de papel onde o texto estava foi posteriormente encontrado escondido em sua cela, tendo escapado da atenção dos saqueadores. Ele foi publicado pela primeira vez em 1904 pelo psiquiatra berlinense Iwan Bloch (que usou um pseudônimo, “Dr. Eugen Dühren” para evitar a controvérsia). Somente na segunda metade do século XX é que o texto se tornou disponível em edições em inglês e francês.

Encenado a partir da adaptação do romance de Rodolfo Garcia Vazquez, dos Satyros (São Paulo – SP), o espetáculo provocou diversas reações no publico que foi colocado diante da opinião de Sade sobre aqueles que detém o poder exacerbado e não encontram barreiras para execução de seus desejos nas esferas política, social e religiosa.

Em tempos nos quais a memória do povo é questionada, uma peça como “120 Dias de Sodoma” serve como um choque para tirar o espectador desse lugar de passividade. A vontade que ele sentir de intervir durante a ação deve servir justamente como um estímulo a uma nova maneira de intervir na realidade, na vida política.

SERVIÇO
120 Dias de Sodoma
Data de Reestreia: 04 de Outubro de 2013
Temporada: De 4 de Outubro até 23 de Novembro
Data: Sextas-feiras e sábados – 21:30h
Horário: 21:30h
Local: La Paz
Endereço: Rua do Rezende, 82, Lapa
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia).
Lotação60 pessoas
Classificação etária18 anos
Duração: 60 min.
Gênero: Adulto

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 30 setembro, 2013 17:10


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!