Centro de Arte Contemporânea e Fotografia recebe trabalhos publicados na revista ‘O Cruzeiro’ entre as décadas de 40 e 60

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 27 agosto, 2013 19:02

Centro de Arte Contemporânea e Fotografia recebe trabalhos publicados na revista ‘O Cruzeiro’ entre as décadas de 40 e 60

Fundação Clóvis Salgado e o Instituto Moreira Salles abrem no dia 10 de setembro a exposição As origens do fotojornalismo no Brasil: um olhar sobre O Cruzeiro (1940-1960), com imagens e matérias que revelam a história da principal revista ilustrada brasileira do século XX, e que foi decisiva para a implantação do fotojornalismo no país. A exposição fica em cartaz até o dia 17 de novembro no Centro de Arte Contemporânea e Fotografia.

São investigadas as contribuições dos fotógrafos Jean Manzon, José Medeiros, Peter Scheier, Henri Ballot, Pierre Verger, Marcel Gautherot, Luciano Carneiro, Salomão Scliar, Indalécio Wanderley, Ed Keffel, João Martins, Mario de Moraes, Eugênio Silva, Roberto Maia, Carlos Moskovics, Flávio Damm e Luiz Carlos Barreto.

Sob curadoria de Sérgio Burgi, coordenador de fotografia do Instituto Moreira Salles, e Helouise Costa, professora e curadora do Museu de Arte Contemporânea da USP, a exposição busca entender o papel social da multifacetada revista nos anos 1940 e 1950 no Brasil. Entre as questões apresentadas ao visitante no percurso da mostra destacam-se as inovações de linguagem que a revista trouxe para a fotografia local, a sua relação com os modelos congêneres estrangeiros, as concepções antagônicas de fotojornalismo que disputaram suas páginas, o estatuto autoral da produção de seus fotógrafos e as possíveis ressignificações de suas imagens hoje.

“O legado histórico do fotojornalismo brasileiro do século XX ainda é pouco estudado se levarmos em consideração sua riqueza e diversidade. Passados 38 anos do fechamento da revista O Cruzeiro, constatamos que ela continua sendo uma importante referência para os profissionais da imprensa brasileira, muito embora seja pouco conhecida pelas gerações atuais. A importância d’O Cruzeiro e seu pioneirismo no fotojornalismo brasileiro por si só justificam esse esforço retrospectivo, ainda mais no momento atual, de redefinição das atribuições do profissional da imagem no contexto das mídias, o que exige parâmetros históricos e críticos de reflexão”, afirmam os curadores.

Publicada pelos Diários Associados, a revista O Cruzeiro foi lançada em 1928 como uma publicação semanal de variedades, de circulação nacional. Tornou-se um dos mais influentes veículos de comunicação de massa que o país já conheceu. Inspirada nas publicações estrangeiras como Match, Life e Paris Match, no início da década de 40 a revista incorporou o modelo da fotorreportagem, tornando-se pioneira do fotojornalismo no Brasil.

SERVIÇO
As origens do fotojornalismo no Brasil: um olhar sobre O Cruzeiro (1940-1960)
Curadoria: Helouise Costa e Sergio Burgi,
ABERTURA: 10 de setembro de 2013
HORÁRIO: às 19h
TEMPORADA: de 11 de setembro a 17 de novembro de 2013
Horário de visitação: De terça-feira a sábado, das 9h30 às 21h / Aos Domingos, das 16h às 21h

CENTRO DE ARTE CONTEMPORÂNEA E FOTOGRAFIA
Endereço: Av. Afonso Pena, 737 – Centro [Praça Sete] – Belo Horizonte
Informações:31 3236.7400 / fcs.mg.gov.br
EDUCATIVO PERMANENTE:31 3236-7322 / 31 3236.7389
ENTRADA GRATUITA

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 27 agosto, 2013 19:02


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!