Festival Internacional de Ópera das Américas apresenta Os Contos de Hoffmann, de Jacques Offenbach no Memorial da América Latina

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 17 julho, 2013 13:06

Festival Internacional de Ópera das Américas apresenta Os Contos de Hoffmann, de Jacques Offenbach no Memorial da América Latina

A obra em três atos de Jacques Offenbach tem como cenário uma cervejaria alemã, em Nuremberg. O lugar está quase vazio: na penumbra fantasmagórica do ambiente, Hoffmann desabafa suas frustrações amorosas com os amigos. O poeta, músico e filósofo se diz vítima de um espírito maligno e, por isso, não consegue encontrar o verdadeiro amor. Essa é a temática de Os Contos de Hoffmann, em que cada ato fala de um amor perdido.

O texto da opereta (Les Contes d’Hoffmann, no original) foi escrita pelo francês Jules Barbier, baseado em contos do próprio Hoffmann, escritor  alemão de horror e fantasia do período romântico. Na ficção elaborada por Offenbach ele  constrói uma instigante fábula psicológica, entremeada de mistérios e alucinações ao longo de 2h30 de encenação.

A performance  é realçada pela famosa barcarola Belle Nuit, ô nuit d’amour (regência do maestro Michael Borowitz), que virou trilha musical de consagradas peças teatrais e de cinema, como Titanic e A Vida é Bela. A direção cênica é de William Florescu, com elenco e músicos dos Estados Unidos, Canadá, Bahmas, México e Brasil.

Autor de óperas ligeiras que foram sucesso de público no Teatro Cômico de Paris, Hoffenbach, considerado o “Lizt do Violoncelo” da segunda metade do século 19, não chegou a ver no palco sua obra-prima: morreu um ano antes da estreia de Os Contos de Hoffman.

A apresentação no Memorial da América Latina é a única programada para a capital paulista pelo Festival Internacional de Ópera das Américas. É um evento inédito no Brasil que fará um tour por várias cidades do interior de São Paulo entre os dias 10 e 28 de julho com mais duas óperas muito festejadas:  La Cenerentola, de Gioachino Rossini, e A Viúva Alegre, de Franz Lehár.

SERVIÇO
Festival Internacional de Ópera das Américas
Os Contos de Hoffmann, de Jacques Offenbach
Data: 22, segunda-feira, 20h
Local: Auditório Simón Bolivar – Memorial da América Latina (Metrô Barra Funda)
Capacidade: 876 lugares
Ingressos: R$ 20 e 10 (meia-entrada), à venda a partir das 14 nas bilheterias do Auditório Simón Bolivar (acesso pelos portões, 8, 9 e 13). Estacionamento Portão 8: R$ 6,50 e R$ 1,30. Estacionamento Portão 15: R$ 10, preço único.

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 17 julho, 2013 13:06


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook