CAIXA Cultural São Paulo apresenta a exposição “Luzências”

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 julho, 2013 22:05

CAIXA Cultural São Paulo apresenta a exposição “Luzências”

CAIXA Cultural São Paulo apresenta, de 21 de julho a 22 de setembro, a exposição “Luzências” do pintor e gravador austríaco Axl Leskoschek (1889-1979). A exposição apresenta 100 gravuras, produzidas pelo artista entre 1939 e 1948, período em que morou e trabalhou no Brasil. O evento tem entrada franca e patrocínio da Caixa Econômica Federal.

Reconhecido por sua requintada miniaturização da ação humana, Axl Leskoschek pega carona na mobilidade dramática dos personagens literários e implode essa característica em suas linhas, luzes e sombras, cortes no escuro da madeira, para iluminar e projetar a dimensão incomensurável de sua arte, miniaturizada, no espaço físico da matriz e a recorrente impressão sobre o papel.

Sintetizando o máximo de detalhes no menor espaço, Axl Leskoschek emoldura, pela simetria da paisagem/cenografia, os sentimentos dos personagens literários, sejam estes de Graciliano Ramos, do então novato Carlos Lacerda ou do russo Dostoiévski, seus “parceiros” de trabalho. Os livros, e um álbum com originais seguido de 10 matrizes, ilustram o caráter didático e estético da mostra.

Tendo lecionado xilogravura no curso de desenho de propaganda e de artes gráficas da Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro, Leskoschek foi uma fonte de dedicação à técnica e de comprometimento artístico para toda uma geração de talentosos artistas, como Fayga Ostrower, Edith Behring, Renina, Ivan Serpa e Almir Mavignier.

Axl Leskoschek

Nascido em Graz, na Áustria, em 1889 – Axl Leskoschek faleceu em 1979 em Viena, capital de seu país. Nesse meio tempo, foi gravador, pintor, ilustrador, desenhista, professor e cenógrafo.

Formado em Direito, exerceu o magistrado em sua cidade natal. Ingressou na Escola de Belas Artes de Graz e na Escola de Artes Gráficas de Viena, em 1919. Em 1921, apresentou aquarelas em sua primeira individual. Entre 1929 e 1932, criou cenários para teatro.

Com a ascensão do nazismo, exilou-se na Suíça, em 1938, onde inicia a série de xilogravuras Odysséia; transferiu-se para o Rio de Janeiro, em 1939. Ensinou Xilogravura no Curso de Desenho e Propaganda da Fundação Getúlio Vargas. Na temporada brasileira, ilustrou os clássicos “Os Lusíadas” e “Odisséia”, e livros de autores e temáticas nacionais como “Brazilianischer Romanzero”, de Ulrich Bechers, “Dois Dedos”, de Graciliano Ramos; e “Uma Luz Pequenina”, de Carlos Lacerda.

Em 1946, realizou a primeira individual no Brasil, na Escola de Belas Artes do Rio de Janeiro; em 1948, apresentou-se no Ministério da Educação e Cultura. O artista, além de realizar xilogravuras, pintou paisagens, naturezas-mortas e cenas do cotidiano carioca e fluminense.

Retornou à Áustria, em 1949, passando a residir em Viena, onde veio a falecer, no dia 12 de fevereiro de 1979. A Graphus Editora lançou, em 1981, o álbum “Ilustrações de Axl Leskoschek para Dostoievski”, com apresentação de José Neistein e a impressão de xilogravuras originais, realizadas pelo editor Julio Pacello.

SERVIÇO
Exposição: “Luzências – a Gravura de Axl Leskoschek”
Abertura para convidados, imprensa e visita guiada com o curador: 20 de julho de 2013 (sábado), às 14h
Visitação: de 21 de julho a 22 de setembro de 2013
Horário de visitação: de terça-feira a domingo, das 9h às 20h
Local: CAIXA Cultural São Paulo
Endereço: Praça da Sé, 111 – Centro – próximo à Estação Sé do Metrô
Informações, agendamento de visitas mediadas e translado (ônibus) para escolas públicas: (11) 3321-4400
Acesso para pessoas com necessidades especiais
Entrada franca
Recomendação etária: livre
Patrocínio: Caixa Econômica Federal e Governo Federal

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 julho, 2013 22:05


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel