O Subterrâneo Jogo do Espírito, no Teatro de Arena

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 11 março, 2013 11:04

O Subterrâneo Jogo do Espírito, no Teatro de Arena

O nigeriano Fela Anikulapo Kuti – ou, simplesmente, Fela Kuti – é o protagonista de O Subterrâneo Jogo do Espírito, peça solo que participa da mostra Nova Dramaturgia da Melanina Acentuada, vencedora de Edital de Ocupação da Funarte em 2012.

Com direção, interpretação e dramaturgia de Rodrigo dos Santos (ator de teatro, cinema e TV), O Subterrâneo Jogo do Espírito inspira-se livremente em passagens da vida de Fela Kuti, músico e ativista político que viveu entre 1938 e 1997: tempo suficiente para criar um movimento cultural de repercussão planetária e um novo gênero musical, o Afrobeat. Cantor, compositor, trompetista, saxofonista e tecladista, Fela Kuti combateu os abusos da ditadura militar em seu país usando, como arma, sua música – uma combinação de ritmos afro-americanos como o soul, o funke o jazz, e elementos musicais tradicionais da Nigéria.

Em O Subterrâneo Jogo do Espírito, a trama tem início no retorno de Fela Kuti à Nigéria depois de longa turnê pelos Estados Unidos, munido de uma nova consciência política sob a influência do pensamento dos Panteras Negras e da biografia de Malcom X. Numa relação direta com o público, que se torna parte integrante na realização do espetáculo, Rodrigo dos Santos explora os temas que foram objeto da crítica e do louvor de Fela ao longo de sua vida: a política do governo nigeriano e das das multinacionais, o imperialismo, a corrupção, a religião, as culturas tradicionais, a morte, a música, o Afrobeat, o Pan-africanismo e negritude, e seu país. Fela Kuti nasceu em Abeokuta, capital do estado nigeriano de Ogun, e morreu em Lagos, a menos de cem quilômetros de sua cidade natal.

SERVIÇO
O Subterrâneo Jogo do Espírito
Temporada: De 28 de fevereiro a 17 de março | De quinta a domingo, às 20h
Teatro de Arena Eugênio Kusnet
Endereço: Rua Dr. Teodoro Baima, 94, Vila Buarque, São Paulo, SP
Ingressos: R$ 20 (meia: R$ 10). A bilheteria abre uma hora antes do espetáculo. Um ingresso por pessoa
Recomendação etária: 16 anos

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 11 março, 2013 11:04


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Dora e a Cidade Perdida

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel