MIS promove em agosto a mostra inédita A boca da Boca – A produção de A. P. Galante

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 julho, 2012 12:03

MIS promove em agosto a mostra inédita A boca da Boca – A produção de A. P. Galante

O MIS, instituição da Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Heco Produções, apresenta a mostra A boca da Boca – A produção de A. P. Galante, uma homenagem Antonio Polo Galante, o maior produtor da Boca do Lixo em São Paulo. Com curadoria de Eugenio Puppo, a mostra acontece de 1º a 7 de agosto e traz a projeção de 14 longas-metragens, além de trailers raros da época, que serão exibidos na abertura do evento.

Galante se especializou em quase todos os gêneros em sua filmografia, composta por mais de 65 títulos: dramas, pornochanchadas, westerns, filmes de cangaço, musicais, policiais, sertanejo. Nenhum outro produtor brasileiro possui uma cartela de títulos tão diversificada – o que não o impedia de investir também em produções autorais, comoA ilha dos prazeres proibidos (1978) e Anjos do Arrabalde (1987), de Carlos Reichenbach, títulos que integram a grade da mostra.

Além das exibições dos filmes, o público poderá ter um contato direto com Antonio Galante na abertura do evento, dia 1º de agosto, quando o produtor participará de um debate com o crítico Inácio Araújo, às 20h no Auditório MIS. O encontro será precedido pela exibição de cinco trailers raros da época, às 18h15, e do longa A mulher de todos, de Rogerio Sganzerla, às 18h30 (confira a programação completa abaixo).

Outro grande debate encerra a mostra, no dia 7 de agosto: “Mulheres da Boca” reúne as atrizes Helena Ramos, Neide Ribeiro, Zilda Mayo e Aldine Muller, em uma homenagem ao diretor Carlos Reichenbach, falecido em junho de 2012. O encontro acontece às 20h, logo após a sessão de Anjos do Arrabalde, de Reichenbach.

Lançamento

A sessão de abertura da mostra, no dia 1º de agosto, contará com o lançamento do livro O bilhete azul – passaporte para a liberdade, biografia de Galante. Escrita por sua mulher, Manuela, a obra narra sua trajetória de vida – de criança criada no orfanato até se tornar um dos maiores produtores da Boca do Lixo em São Paulo.

Memória do Cinema

A mostra também marcará a retomada do projeto Memória do Cinema, do Museu da Imagem e do Som, que desde os anos 1970 registra em áudio e vídeo depoimentos de personalidades do cinema nacional, sobretudo o de São Paulo. Esta primeira etapa do projeto será realizada em parceria com a Heco Produções, tendo como foco a produção da Boca do Lixo e irá ocorrer entre os meses de agosto e novembro de 2012. Serão registrados, em áudio e vídeo, 32 depoimentos, entre eles David Cardoso, José Mojica Marins, Andrea Tonacci, Jean-Claude Bernardet, Claudio Cunha, Claudete Joubert , Silvio de Abreu, Zilda Maio, entre outros. O depoimento de Antonio Polo Galante irá inaugurar a série de gravações.

Confira, abaixo, a programação completa da mostra A boca da Boca – A produção de A. P. Galante:

QUARTA, 01.08

18h15 Exibição de trailers raros de filmes da Boca do Lixo: Trilogia do terror (1968); A doce mulher amada (1969); As armas (1969); A mulher de todos (1969); e O cangaceiro sanguinário (1969)
18h30 A mulher de todos (Rogerio Sganzerla, 1969, 80 min, pb)
20h Debate: Antonio P. Galante e Inácio Araújo e Lançamento do livro O bilhete azul – passaporte para a liberdade, de Manuela Galante

QUINTA, 02.08

18h30 Vidas nuas (Ody Fraga, 1967, 85 min, cor)
20h Trilogia do terror (Luiz Sergio Person, Ozualdo Candeias e José Mojica Marins, 1968, 92 min, pb)

SEXTA, 03.08

18h30 A doce mulher amada (Ruy Santos, 1969, 90 min, cor)
20h No rancho fundo (Osvaldo de Oliveira, 1971, 86min cor)

SÁBADO, 04.08

15h Terapia do sexo (Ody Fraga, 1978, 85 min, cor, semidocumentário)
17h O cangaceiro sanguinário (Osvaldo de Oliveira, 1969, 85 min, cor)
19h As armas (Astolfo Araújo, 1969, 85 min, cor)
21h Ilha dos prazeres proibidos (Carlos Reichenbach, 1978, 90 min, cor)

DOMINGO, 05.08

15h À flor da pele (Francisco Ramalho Jr., 1976, 100 min, cor)
17h A filha de Emanuelle (Osvaldo de Oliveira, 1980, 94 min, cor)
19h As safadas (Carlos Reichenbach, Inácio Araujo e Antonio Meliande, 1982, 86 min, cor)
21h Convite ao prazer (Walter Hugo Khouri, 1980, 111 min, cor)

TERÇA, 07.08

18h30 Anjos do Arrabalde (Carlos Reichenbach, 1986, 104 min, cor)
20h Debate: Mulheres da Boca, com Helena Ramos, Neide Ribeiro, Zilda Mayo e Aldine Müller – Homenagem a Carlos Reichenbach

SERVIÇO
MOSTRA A BOCA DA BOCA – A PRODUÇÃO DE A. P. GALANTE
Data: 01 a 07.08, exceto 06.08, segunda
Lançamento do livro: 01.08, às 20h
Debates: 01.08, às 20h; e 07.08, às 20h
Local: Auditório MIS (173 lugares)
Ingressos: R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia)
Classificação: 18 anos

Museu da Imagem e do Som – MIS
Endereço: Avenida Europa, 158, Jardim Europa, São Paulo
Estacionamento: conveniado: R$ 8
Informações: (11) 2117 4777 | www.mis-sp.org.br

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 julho, 2012 12:03


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel