O maior fenômeno da Broadway de todos os tempos estreia na América Latina em 2013, no Teatro Abril, em São Paulo

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 23 abril, 2012 15:48

O maior fenômeno da Broadway de todos os tempos estreia na América Latina em 2013, no Teatro Abril, em São Paulo

O rei LeãoEm seu 15º ano O REI LEÃO da Disney permanece em ascendência, continuando a reinar como um fenômeno cultural e um dos musicais mais populares do mundo. Desde a sua estreia na Broadway, em 13 de novembro de 1997, já foram realizadas 19 produções em todo o mundo, com público superior a 65 milhões de pessoas. Não bastassem os números que fazem de O REI LEÃO, um dos maiores musicais de todos os tempos, a montagem original acaba de receber o título de maior bilheteria da história da Broadway, com arrecadação de US$853,8 milhões desde sua primeira apresentação.

É com essa avalanche de dados impressionantes que O REI LEÃO finalmente chega à América do Sul pela primeira vez, com produção no Brasil da TIME FOR FUN, para esperada première em 7 março de 2013, no Teatro Abril. Com elenco local formado por talentos genuinamente brasileiros, o espetáculo terá em seu casting atores, cantores e bailarinos de todas as regiões do país numa montagem totalmente em português.

Produzido pela Disney Theatrical Productions (sob a direção de Thomas Schumacher),O REI LEÃO é a sexta produção mais duradoura na história dos musicais da Broadway e uma das seis produções na história do teatro a permanecer em cartaz por dez anos ou mais. Traduzido em oito línguas diferentes (japonês, alemão, coreano, francês, holandês, mandarim, espanhol, e agora, português), a montagem já passou por 15 países diferentes dos cinco continentes. O REI LEÃO ​​pode ser visto atualmente na Broadway, nos palcos da América do Norte, em Tóquio, no West End em Londres, Hamburgo e Madrid. Uma turnê pelo Reino Unido terá início em agosto desse ano.

O REI LEÃO ​ganhou seis prêmios Tony® em 1998: Melhor Musical, Melhor Design de Cenário, (Richard Hudson), Melhor Figurino (Julie Taymor), Melhor Design de Iluminação (Donald Holder), Melhor Direção de Coreografia (Garth Fagan) e Melhor Direção, o que fez de Julie Taymor a primeira mulher na história do teatro agraciada com a honra. Também ganhou mais de 70 prêmios ao redor do mundo, incluindo a NY Drama Critics Circle Award, como Melhor Musical em 1998, o Grammy® de Melhor Álbum para um musical em 1999, o Evening Standard Award pelo Evento Teatral do Ano de 1999, e o prêmio Laurence Olivier de Melhor Coreografia e Melhor Figurino.

No palco, a visão criativa Taymor mistura elementos de arte e artesanato africano para retratar personagens antropomórficos. Taymor, em conjunto com o designerMichael Curry, criou centenas de máscaras e fantoches para O REI LEÃO. O texto foi adaptado por Roger Allers, que co-dirigiu O Rei Leão para o cinema, e Irene Mecchi, que co-escreveu o roteiro do filme. Outros membros da equipe criativa incluem: Steve Canyon Kennedy (design de som), Michael Ward (design de cabelo e maquiagem),John Stefaniuk (diretor adjunto), Marey Griffith (coreógrafo associado), Clemente Ismael (supervisor de música). Anne Quart é produtora associada.

O espetáculo apresenta músicas de Elton John e Tim Rice feitas para o filme O Rei Leão, e mais três novas canções de John e Rice; material musical adicional pelo Sul Africano Lebo MMancina MarkRifkin JayJulie Taymor e Hans Zimmer, e músicas do álbum “Rhythm of the Pride Lands“, álbum inspirado pela música original do filme, escrito por Lebo MMark Mancina e Hans Zimmer. O som resultante de O REI LEÃOé uma fusão da música popular ocidental e os diferentes sons e ritmos de África, que vão desde a música que rendeu o Oscar “Can You Feel The Love Tonight” até a balada“Shadowland”.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 23 abril, 2012 15:48


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!