A Galeria Almafuerte 26 abre a exposição Divina Rota, do artista plástico Ferrão

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 novembro, 2011 18:53

A Galeria Almafuerte 26 abre a exposição Divina Rota, do artista plástico Ferrão

A Almafuerte 26, galeria do fotógrafo Gal Oppido inaugurada em outubro, abre no dia 25 de novembro a exposição “Divina Rota”. A série do artista plástico Ferrão mostra a religiosidade sob o prisma das manifestações populares do sul de Minas Gerais. O fotógrafo retorna a São Paulo pela primeira vez desde 1993, quando  mostrou suas obras na Pinacoteca do Estado.

 

Ferrão explica que a “Divina Rota” é uma espécie de diário de imagens com nomes, datas que encontrou durante suas andanças pelas capelas de beira de estrada do sul mineiro, região onde as manifestações folclóricas e religiosas são muito fortes.

 

A ideia por trás da montagem da exposição é reproduzir o modelo dessas pequenas igrejas. Nas paredes laterais serão apresentadas quatro fotografias de cada lado, com imagens de animais atropelados. “Esse é o conceito da origem das capelas. Primeiro vieram as cruzes na beira da estrada para depois elas surgirem”, teoriza o artista. Esses trabalhos fotográficos recebem interferências escritas e de desenhos.

 

A parede central exibirá uma obra de madeira, com dois metros de largura. Em cada ponta, fitas coloridas fazem referência às festas populares do sul e centro de Minas Gerais. Do meio desta mesma obra, uma trama em cordões cai até o chão, conectado a uma caixa de madeira e vidro com uma rosa vermelha de plástico e uma imagem de “Le Sabbat”, de Goya. Nos dois lados desse trabalho há uma fotografia, ambas com interferências de nomes masculinos e femininos.

 

Na área central da galeria, transformada numa verdadeira capela imaginária, uma escultura de dois metros de altura, feita com ferro, madeira, pedra, osso e tecido, faz as vezes de totem. “A obra não recebe tratamento algum, permitindo a ação do tempo sobre a matéria e simbolizando a vida e a morte”, finaliza Ferrão.

 

No dia 27 de outubro, o fotógrafo Gal Oppido abriu as portas da Almafuerte 26, galeria localizada dentro de seu próprio estúdio, em São Paulo. Projetado em parceria com o também fotógrafo Hugo Curti, o novo local nasce marcado pela informalidade e espaço intimista. “É uma petit galeria, em que as pessoas poderão escolher as fotos, tendo uma dimensão mais real de como ficará exposta na parede da casa ou do escritório”, explica Gal. O visitante tem a opção de escolher sua imagem preferida em um acervo, mas nas paredes do estúdio, como sugestão, estarão algumas fotos já emolduradas.

 

::: Serviço :::

EXPOSIÇÃO “DIVINA ROTA”

ABERTURA: 24 de novembro, às 19h

DE: 25 de novembro de 2011 a 21 de fevereiro de 2012

HORÁRIO: segunda a sexta • das 11h às 17h

CAPACIDADE: 60 pessoas

LOCAL: Rua Desembargador Aguiar Valim, 155, Itaim.

TELEFONE PARA AGENDAMENTO: 3846-0919

almafuerte.galoppido@gmail.com

 

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 24 novembro, 2011 18:53


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Brincando com Fogo

Facebook

Reino Gelado e a terra dos espelhos