Projeto História Permanente do Cinema exibe quatro clássicos na programação de junho

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 4 junho, 2012 17:33

Projeto História Permanente do Cinema exibe quatro clássicos na programação de junho

O projeto História Permanente do Cinema, realizado pela Fundação Clóvis Salgado, apresenta em junho, no Cine Humberto Mauro, no Palácio das Artes, quatro longas-metragens de importantes diretores internacionais. As sessões acontecem sempre às quintas-feiras, às 17h, e têm comentários de pesquisadores e críticos de cinema após o término da exibição. Para a programação de junho, foram escolhidos filmes ligados às mostras que estarão em cartaz no Cine Humberto Mauro na ocasião de suas exibições.

Abrindo a programação, no dia 7 de junho será exibido o clássico A Felicidade não se compra, do diretor Frank Capra, com um elenco de grandes estrelas do cinema, como James Stewart, Ward Bond e Thomas Mitchell.

A partir da segunda semana, todos os filmes exibidos estão relacionados às mostras em cartaz no mesmo período. No dia 14 de junho, será exibido o longa O Terceiro Homem, de Carol Reed, considerado uma obra-prima do cinema Noir (assim como muitos filmes do diretor Orson Welles, em cartaz na mostra Orson Welles: Facetas de Um Gênio no mesmo período). No dia 21 de junho estará em cartaz o filme Uma Rua Chamada Pecado, de Elia Kazan. Um clássico do cinema mundial, o filme traz o astro Marlon Brando em uma atuação marcante, ligando-se à programação da mostra FIT-BH,que reforça o conceito de teatro contemporâneo como linguagem expandida. Fechando a programação do mês, no dia 28 de junho será exibido Sala de Música, de Satyajit Ray, considerado um dos principais diretores da história do cinema. O longa é um clássico do cinema indiano e será exibido em meio à mostra Indiana Bhava, que abordará a produção de diretores contemporâneos do país.

As sessões têm entrada gratuita, com retirada de ingressos na bilheteria do cinema meia hora antes de cada exibição.

Programação e sinopses

7/06 – 17h | A Felicidade não se compra, de Frank Capra | (14 anos) | 130’ | Sessão comentada pelo professor e pesquisador Nísio Teixeira

Sinopse: George Bailey (James Stewart) é um homem que sempre se preocupou em ajudar os outros. Porém, depois da morte de seu pai, não quis seguir substituí-lo a frente de uma instituição financeira que emprestava dinheiro aos necessitados, sem a cobrança dos altos juros do mercado. Ele queria se formar em engenharia e tinha o desejo de conhecer o mundo e seus segredos. Porém, ele sempre vê seus sonhos adiados por causa da necessidade de todos a seu redor. Por causa de uma dívida, George decide se matar, mas um anjo chamado Clarence (Henry Travers) é mandado à Terra para tentar fazê-lo mudar de idéia, demonstrando sua importância através de flashbacks.

14/06 – 17h | O Terceiro Homem, de Carol Reed | (14 anos) | 104’ | Sessão comentada pelo crítico e curador Ewerton Belico

Sinopse: O escritor americano Holly Martins (Joseph Cotten), chega a Viena, após a Segunda Guerra, e descobre que seu amigo Harry Lime (Orson Welles) foi morto sob circunstâncias misteriosas. Ele passa a investigar o caso e descobre várias inconsistências nas explicações dos amigos de Harry. O longa-metragem é um suspense considerado uma das obras-primas do cinema noir. Ele retrata a corrupção moral, econômica e social que se seguiu ao término da Segunda Guerra Mundial, na Áustria.

21/06 – 17h | Uma Rua Chamada Pecado, de Elia Kazan | (16 anos) | 122’ | Sessão comentada pelo cineasta Ricardo Alves Jr.

Sinopse: Blanche (Vivien Leigh), uma professora de alma delicada e decadente de Mississippi, vai passar alguns dias com sua irmã grávida e seu cunhado, Stanley (Marlon Brando), em New Orleans. Frágil e totalmente fantasiosa seu comportamento contrasta com os modos rudes de Stanley. Aos poucos o clima entre eles vai ficando cada vez mais pesado. A visita de poucos dias parece não ter fim. O filme é uma aula de interpretação por parte de Marlon Brando e Vivien Leigh.

28/06 – 17h | Sala de Música, de Satyajit Ray| (12 anos) | 100’ | Sessão comentada pelo professor e pesquisador Guaracy Araújo

Sinopse: Biswambhar Roy (Chhabi Biswas), senhor de terras, herdeiro de grande fortuna habita solitário o palácio da família, que está hoje em estado de ruína. Roy não produz nada, só dissipa a fortuna que herdou dos ancestrais. Ele insiste em manter o padrão de vida de seus antepassados, mesmo vivendo uma situação cada vez mais difícil. Apaixonado por música, contrata os melhores instrumentistas e dançarinas para apresentações em sua gigantesca e luxuosa sala de música, para as quais convida as pessoas mais importantes de sua região. Seu amor à música e seus atos acabam levando sua família à ruína.

SERVIÇO
História Permanente do Cinema
Datas: 07 , 14, 21 e 28 de Junho – quintas-feiras, às 17h
Local: Cine Humberto Mauro (Palácio das Artes)
Entrada Gratuita
Informações para o público:(31) 3236-7400 e fcs.mg.gov.br

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 4 junho, 2012 17:33


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Submersão

Facebook