Dirigido por Miguel Falabella, ‘Veneza’ é destaque no Festival de Gramado

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 15 agosto, 2019 12:06

O longa ‘Veneza’, segunda incursão na direção de Miguel Falabella no cinema, 10 anos após ‘Polaróides Urbanas’, é um dos destaques da Mostra Competitiva do 47º Festival de Gramado, que acontece entre os dias 16 e 24 de agosto. O filme será exibido no dia 22, às 20h30, com reprise no dia 23, às 9h e, às 10h30, haverá um debate sobre o longa, com as presenças de parte do elenco – Dira Paes, Daniele Winits, Eduardo Moscovis, Caio Manhete, Pia Manfroni, Giovanni Venturini e Yuri Ribeiro , além da atriz colombiana Carolina Virgüez -, do produtor, Julio Uchôa, e de Miguel Falabella. Filmado no Uruguai e na Itália, tem como locações principais a Cidade Velha, na capital uruguaia, a Estância Taranco – uma das mais lindas propriedades do país, o bairro de Lezica, além de cenas emblemáticas filmadas em Veneza.

O filme conta a história de Gringa, uma cafetina que tem como sonho reencontrar o único homem que amou. Para realizar seu desejo, as prostitutas que trabalham em seu bordel se unem a uma trupe circense e idealizam um plano que atravessa a realidade para levá-la de encontro ao seu amado.

Veneza’ é, também, uma ode às mulheres latino-americanas, com um elenco estrelado pela atriz espanhola Carmen Maura – conhecida pelas atuações nos filmes do cineasta Pedro Almodóvar -, a talentosa argentina Georgina Barbarossa, a uruguaia Camila Vives e a colombiana Carolina Virgüez, além das brasileiras Dira Paes, Carol Castro e Danielle Winits. Completam o elenco Eduardo Moscovis e Caio Manhente.

 “’Veneza’ é o filme da minha maturidade. Ele mostra a angústia de uma mulher que, na velhice e na cegueira, percebe que foi cruel com o único homem que a amou. É um filme intenso e desejo que seja visto, também, fora do Brasil”, resume Falabella.

Com desenho de produção de Tulé Peak e fotografia de Gustavo Hadba, o projeto é uma adaptação da peça homônima do escritor argentino Jorge Accame. O filme, também escrito por Miguel e produzido por Julio Uchôa, da Ananã Produções, tem como coprodutores a Globo Filmes e FM Produções, além de distribuição da Imagem Filmes.

 SINOPSE

Conhecer Veneza era o maior sonho de Gringa, uma velha cafetina cega, dona de um bordel numa cidade do interior do Brasil. Em meio às histórias peculiares e aos muitos causos do bordel, Rita, a provável herdeira do lugar de Gringa, decide realizar o sonho daquela que toma como uma mãe. Para isso, contará com a ajuda das suas colegas do bordel e de Tonho, um atraente fornecedor que recebe sexo como remuneração de seus serviços. Juntos, planejam, juntos,  uma forma de levar Gringa à romântica cidade italiana.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 15 agosto, 2019 12:06


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Dora e a Cidade Perdida

Facebook

Reino Gelado e a terra dos espelhos