Desvio, a mais nova galeria de arte da cidade, abre com a exposição individual Coroação, da artista Mariana Maia

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 5 abril, 2019 12:38

A Lapa é um espaço singular na cidade do Rio de Janeiro: concentra ruas, edifícios e monumentos históricos, como os Arcos da Lapa; tradicionais antiquários que deram origem à Feira do Lavradio e bares e casas noturnas que agitam as madrugadas durante toda a semana. Escolas municipais e estaduais. Universidades públicas do campo das artes: a Escola de Música, da UFRJ, e a Escola de Desenho Industrial, da UERJ. Residências de classes média e baixa. A poucos metros, em Santa Teresa, mansões. A pluralidade de públicos faz com que a Lapa seja um bairro especial.  E é nesse bairro que a Galeria Desvio será inaugurada. 

A Galeria Desvio inaugura no próximo sábado, dia 6, com a exposição individual Coroação,  da artista Mariana Maia. Desde 2011, a artista carioca pesquisa os dispositivos da linguagem da performance com os recortes do seu corpo – de mulher negra -, do lugar social que ele ocupa na sociedade brasileira e as relações com sua ancestralidade direta e indireta. A mostra apresentará registros fotográficos e os objetos utilizados na realização da performance Coroação: a rodilha, os baldes e as bacias. A trajetória profissional de sua mãe como lavadeira urbana foi o ponto de partida da obra, que joga na ambiguidade, operando através dos elementos de trabalho da lavadeira. A antiga rodilha para carregar os baldes agora é coroa. A água carregada individualmente é resgatada em sua completude, por todas que trabalharam nessa posição, compondo um oceano inteiro. Mariana inscreveu nos baldes e bacias, palavras, frases e fotografias – suas na performance e de resgate histórico, assinalando as origens da pesquisa -, que, segundo ela, refazem sua própria história. A abertura da exposição contará com a performance, onde o eu e o outro tem outras conotações, uma relação permeada pela estrutura de funcionamento racista em um país que insiste em manter silêncio sobre um assunto tão caro na formação da nossa história. A curadoria é de Daniele Machado. 

A Galeria Desvio realizará exposições individuais mensais que abrirão sempre no primeiro sábado de cada mês. A programação do espaço, além de exposições, incluirá o Programa Carmen de residência artística – que tem as inscrições abertas até 8 de abril de 2019 – e que engloba cursos, conversas e festivais. Comandada por jovens curadores, artistas, historiadores da arte, restauradores e designers com origens periféricas da cidade que garantem a Desvio a proposta do risco, o que não poderia ser diferente na proposta de estender o circuito de galerias de arte para um bairro como a Lapa.

SERVIÇO
Inauguração da Galeria Desvio
Coroação, exposição individual da artista Mariana Maia
Curadoria: Daniele Machado
Dia 6 de abril de 2019, sábado, das 15h às 20h
End: Av. Gomes Freire, 625, terceiro andar – Lapa – Rio de Janeiro – RJ
Classificação: Livre
Evento Gratuito

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 5 abril, 2019 12:38


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

O Parque dos Sonhos

Facebook

Happy Hour - Verdades e Consequências