Eduardo Costa lança novo projeto “Na Fazenda”

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 27 outubro, 2017 14:07

O cantor Eduardo Costa lança, nessa sexta-feira, seu mais novo projeto, “Na Fazenda”, um trabalho intimista, gravado sob o pôr do sol que se estende em uma bela noite estrelada e resgata as origens de sua carreira, dialogando com a simplicidade do campo e o cotidiano da fazenda. “Quando eu gravei esse trabalho, eu quis voltar às origens da minha carreira, como eu comecei. No início éramos eu, um violão e nada mais”.

Nas duas últimas semanas, o cantor aqueceu os fãs com a campanha de pré-lançamento que antecipou 5 faixas do novo projeto: “Saudade”, “Lua e Flor”, “Instante Mágico”, “Saco de Ouro” e “Eu Duvido”. Agora, ele libera o restante dos áudios, além do clipe de mais três músicas: “Coração aberto”; “Eu Vivo Namorando o Teu Sorriso” e “Como eu te Amo”, já disponíveis no canal VEVO do cantor.

Gravado na propriedade onde o cantor trabalha, recebe amigos e cria seus cavalos, a Fazenda Salgada, em Itaperuna, no Rio de Janeiro, o projeto conta com duas regravações de músicas que foram sucesso na voz de Eduardo Costa, “Coração Aberto” e “Eu Duvido”. As outras canções são modas de viola famosas, como “Saudade”, de Chrystian & Ralf, que abre o projeto e foi o primeiro single liberado. “Escolhi trabalhar a música ´Saudade´ porque é uma canção que eu ouvia muito na minha adolescência, e que queria muito tê-la no DVD. Ainda não tive a chance de gravar com Chrystian & Ralf, mas um dia gostaria muito. Eles são grandes nomes da música sertaneja”, conta o cantor.

O repertório também traz conhecidas canções como “Peão de Boiadeiro”, “Seguindo um Trem Azul” e “Como eu Te Amo”, que resgatam o romantismo, a simplicidade da vida no campo e o contato com a natureza. “Eu queria mostrar para as pessoas uma coisa mais simples, mais roceira, e uma coisa bem romântica, não só do romantismo com a música, mas também com a terra. Para a gente que é sertanejo, que é caipira, os nossos primeiros amores são a terra, os animais, a natureza”.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 27 outubro, 2017 14:07


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

A Estrela de Belém

Facebook

Terra Selvagem