Murilo Rosa conversa sobre Deus com Letícia Braga em cena inédita de “A Menina Índigo”

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 10 outubro, 2017 11:29

“Você tem que acreditar no que está dizendo”, afirma Sofia, a protagonista de A Menina Índigo, vivida por Letícia Braga, para Murilo Rosa, seu pai, o jornalista Ricardo, no novo filme de Wagner de Assis, que estreia nesta quinta, dia 12, em todo o Brasil.

Em cena inédita divulgada pelo diretor, quem coloca o pai para dormir é a menina: “Dorme com Deus, pai”, diz ela. E pede: “Diz para mim agora”. O pai deseja o mesmo, mas Sofia não sente sinceridade nas suas palavras e o repreende: “Eu não acreditei”, diz ela. Em seguida, os dois conversam sobre Deus e Sofia ensina ao pai que não basta falar, é necessário sentir e expressar com o coração.

“A Menina Índigo” conta a história de Sofia, uma menina sensível, que adora brincar com tintas e deseja colorir o mundo. Seus pais, vividos por Murilo Rosa e Fernanda Machado são separados e ela deseja uni-los novamente. Com suas atitudes e seu modo original de ver o mundo, Sofia vai influenciar a vida de toda a família, causando profundas transformações.

Eriberto Leão, Paulo Figueiredo e Xuxa Lopes também estão no elenco. “A Menina Índigo” é o novo filme de Wagner de Assis, diretor que em 2010 levou mais de 4 milhões de espectadores aos cinemas para assistir ao filme “Nosso Lar”, adaptação do livro homônimo de Chico Xavier. Wagner agora se prepara para filmar a continuação “Nosso Lar 2 – Os Mensageiros” e a cinebiografia de Allan Kardec.

Sofia é uma menina de sete anos que apresenta comportamento considerado fora do padrão, na escola e em sua relação com os adultos. Sua mãe, uma executiva super ocupada, acredita que ela tem algo especial que a faz curar as pessoas. Quando vai morar com o pai, Ricardo, um jornalista competente e racional, começa a provocar mudanças nas relações familiares, obrigando todos ao seu redor a repensarem suas vidas. Sofia é representante de uma nova geração de crianças chamadas de índigos, que, acredita-se, têm potenciais transformadores da sociedade.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 10 outubro, 2017 11:29


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!