Cemitério da Penitência homenageia Paulo Gracindo em visita guiada por historiador

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 22 setembro, 2017 12:05

Cemitério da Penitência homenageia Paulo Gracindo em visita guiada por historiador

Se você gosta de história e quer conhecer o Rio de Janeiro Imperial de uma maneira diferente, a pedida é o tour histórico pelo Cemitério da Penitência, no Caju. Lá estão sepultados barões, condes e viscondes, que vieram para o Brasil junto com a família Imperial. Essa volta ao passado será comandada pelo historiador Milton Teixeira, que prestará uma homenagem ao ator Paulo Gracindo que, este mês, faz aniversário de morte.

O passeio gratuito, realizado em aproximadamente 2 horas, conduzirá os visitantes pelas variadas obras sacras que decoram os jazigos perpétuos das famílias portuguesas. “Vamos percorrer a via principal e apresentar as capelas que margeiam a alameda, todas de membros da colônia luso-brasileira. Entre as obras, podemos mencionar aquelas do português José Vicente de Souza, em mármore”, elucida o professor, que há 30 anos pesquisa a história do Rio de Janeiro.

O tributo a Paulo Gracindo, idealizada pelo historiador, marca os 22 anos de morte do ator, que ficou marcado com a personagem Odorico Paraguaçu, da novela O Bem Amado. O resgate da figura do Odorico está a cargo do ator Tiago Azevedo que dará vida ao prefeito de Sucupira, inaugurando uma nova ala de jazigos no Cemitério da Penitência, um dos mais antigo da cidade (1875).

A visita cultural histórica, que conta ainda com a participação do grupo teatral O Corsário Carioca – que encena personagens que fazem parte da história do Rio como, Estácio de Sá, Nicolas Villegagnon, José de Anchieta, Araribóia, entre outros – acontece no próximo sábado, dia 23, às 14h. A entrada é franca. O Cemitério da Penitência fica na Rua Monsenhor Manuel Gomes, 307, Caju. Mais informações pelo tel. (21)2580-6489.

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 22 setembro, 2017 12:05


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*