Clipe musical do filme ‘Chocante’ leva você a uma viagem os anos 90!

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 11 agosto, 2017 11:44

No início dos anos 90 a boyband CHOCANTE conheceu o sucesso com uma única música: Choque de Amor. Esse hit “chiclete” estourava em todas as rádios e transformou o grupo formado por Téo, Tim, Toni, Clay e Tarcísio na boyband mais conhecida do Brasil na época.

Tudo no clipe leva o espectador a uma viagem no tempo. Figurino, letra, melodia, coreografia remetem a um passado divertido e ingênuo. Estrelado pelos personagens principais na primeira fase da trama, o vídeo traz o amor platônico dos jovens Téo (Matheus Corcione), Tim (Apollo Costa), Toni (Thauan el Pavuna), Clay (João Villa) e Tarcísio (Rafael Canedo) por sua musa, interpretada por Laís Pinho.

Clipe Choque de Amor – Chocante – 5 de Outubro nos Cinemas

Produzido por Augusto Casé, o novo longa da Casé Filmes tem direção de Johnny Araujo e Gustavo Bonafé, distribuição da Imagem Filmes e coprodução da Globo Filmes, Orion Pictures e RioFilme. O roteiro é escrito por Bruno Mazzeo, Luciana Fregolente, Pedro Henrique Neschling e Rosana Ferrão, com colaboração de Luiza Yabrudi. A trilha sonora original e música tema da banda são compostas por Plínio Profeta.

Vinte anos depois do sucesso meteórico do grupo Chocante com o hit Choque de Amor, Téo (Bruno Mazzeo), Tim (Lucio Mauro Filho), Tony (Bruno Garcia) e Clay (Marcus Majella) se reencontram. Entre as lembranças de um passado de sucesso e o presente sem nada a perder surge a ideia de fazer um novo show, para a felicidade da eterna líder do fã clube Quézia (Debora Lamm). Orientados pelo prestigiado empresário Lessa (Tony Ramos), os amigos retomam os ensaios com o novo integrante Rod (Pedro Neschling), vencedor de um decadente reality show. Ninguém pediu, mas eles voltaram! O resgate desse grupo trará situações divertidíssimas e uma nova fã: Dora (Klara Castanho).

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 11 agosto, 2017 11:44


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*