Como Nossos Pais, de Laís Bodanzky, estreia com elogios da crítica na Holanda

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 2 agosto, 2017 11:29

COMO NOSSOS PAIS, de Laís Bodanzky, estreou muito bem na Holanda, primeiro país a lançar o filme em circuito comercial, na semana passada. O longa, protagonizado por Maria Ribeiro, recebeu avaliações positivas das principais publicações holandesas.

A revista Uitkrant, por exemplo, descreveu o filme como “um preciso retrato da família”, enquanto uma crítica do jornal Het Parool definiu a Rosa, papel de Maria Ribeiro, como “uma personagem forte e complexa”. Já a Cinemagazine publicou que “Bodanzky sabe como abordar um sentimento universal”.

“Como Nossos Pais”, que tem como agente de vendas internacional a Wild Bunch – uma das maiores do mercado -, já foi vendido para 11 países. Nesta quarta-feira, 2 de agosto, o filme estreia na Bélgica e Luxemburgo. No Brasil, chega aos cinemas no dia 31 deste mês. O drama acompanha a vida de Rosa, uma mulher que tenta dar conta de cuidar com carinho de suas filhas pré-adolescentes, desempenhar seu trabalho, manter o casamento em crise, conviver com a mãe com quem tem uma relação conflituosa e ainda encontrar sua verdadeira identidade, seus desejos e aspirações.

Com roteiro de Laís Bodanzsky e Luiz Bolognesi, “Como Nossos Pais” traz no elenco nomes como Paulo Vilhena, Clarisse Abujamra, Jorge Mautner e Sophia Valverde. O longa é uma produção da Gullane e da Buriti Filmes em coprodução com a Globo Filmes e com distribuição da Imovision.

No elenco de “Como Nossos Pais” também estão :  Clarisse Abujamra, Paulo Vilhena, Felipe Rocha, Jorge Mautner, Herson Capri, Sophia Valverde e Annalara Prates.

Rosa é uma mulher que quer ser perfeita em todas suas obrigações: como profissional, mãe, filha, esposa e amante. Quanto mais tenta acertar, mais tem a sensação de estar errando. Filha de intelectuais dos anos 70 e mãe de duas meninas pré-adolescentes, ela se vê pressionada pelas duas gerações que exigem que ela seja engajada, moderna e onipresente, uma super-mulher sem falhas nem vontades próprias. Rosa vê-se submergindo em culpa e fracassos, até que em um almoço de domingo, recebe uma notícia bombástica de sua mãe. A partir desse episódio, Rosa inicia uma redescoberta de si mesma.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 2 agosto, 2017 11:29


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook