Antonio Skármeta vem ao Brasil para divulgar ‘O Filme da Minha Vida’, de Selton Mello

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 7 julho, 2017 12:48

Antonio Skármeta chega ao Brasil na segunda quinzena de julho para a divulgação de O FILME DA MINHA VIDA, de Selton Mello. O longa é uma adaptação de “Um Pai de Cinema”, do autor chileno. Ambientado no sul do Brasil, na década de 60, mostra o processo de amadurecimento do jovem Tony Terranova (Johnny Massaro), sua relação estreita com a mãe, a ausência do pai – o francês Nicolas (Vincent Cassel), seus anseios, dilemas e amores.

Skármeta sempre sonhou em ter este livro adaptado por um cineasta brasileiro. Por indicação de um amigo, Romar Beling, assistiu a “O Palhaço”, segundo filme dirigido por Selton na época, que levou 1,5 milhão de pessoas aos cinemas. Ao constatar a sensibilidade do diretor, o procurou para realizar o sonho da adaptação brasileira de “Um Pai de Cinema”.

“A parceria com Skármeta foi incrível. Desde o começo ele se mostrou um interlocutor ideal, é o homem que criou esse universo em seu livro. E por ter vivido várias experiências de adaptações, ele tem também a generosidade de saber que o filme precisa ter vida própria e precisa ir além das páginas”, diz Selton sobre a experiência com o autor de outro livro que teve adaptação para o cinema, “O carteiro e o poeta”.

O livro, que será relançado pela editora Record com a capa do filme, é repleto de referências musicais e cinematográficas e faz uma viagem pela cultura chilena dos anos 1960. Para fazer a adaptação, além de transpor a história para o Brasil, Selton propôs novos caminhos para os personagens, mas “sem ferir a essência que o autor do livro engendrou”. Skármeta deu sinal verde para o cineasta. “As filmagens aconteceram numa cidade chamada Garibaldi, e de súbito me vi submergido na atmosfera do livro. Este trem em que viajavam os protagonistas, eu havia sonhado com ele alguma vez? Por que tudo me parecia tão familiar? Selton Mello e sua equipe tinham encontrado um lugar que eu tinha apenas imaginado. Coisas de cinema”, disse o autor.

“O FILME DA MINHA VIDA” é uma produção de Vania Catani, da Bananeira Filmes, e tem distribuição da Vitrine Filmes. Estreia nos cinemas no dia 3 de agosto.

Serras Gaúchas, 1963. O jovem Tony Terranova precisa lidar com a ausência do pai, que foi embora sem avisar à família e, desde então, não deu mais notícias ao filho. Tony é professor de francês num colégio da cidade, convive com os conflitos dos alunos no início da adolescência e vive o desabrochar do amor.

Apaixonado por livros e pelos filmes que vê no cinema da cidade grande, Tony faz do amor, da poesia e do cinema suas grandes razões de viver. Até que a verdade sobre seu pai começa a vir à tona e o obriga a tomar as rédeas de sua vida.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 7 julho, 2017 12:48


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook