Leni Riefenstahl, cineasta alemã é destaque em atividades na Casa Guilherme de Almeida

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 3 julho, 2017 13:41

Para relembrar e conhecer a trajetória de artistas mulheres que influenciaram o mundo, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo gerenciada pela Poiesis, oferece um minicurso e uma palestra sobre figuras femininas de destaque no cinema e na literatura. No dia 08 de julho, sábado, das 10h00 às 18h00, acontece o minicurso sobre Leni Riefenstahl, cineasta alemã no período nazista. E no dia 29 de julho, sábado, às 14h00, ocorre a palestra Des-aprendizagens do feminino no romance e no cinema: Cléo, Agnès Var da e Loreley, de Clarice Lispector.

Ministrado pelo professor Eduardo Hidalgo, da Unesp, o curso mostra como a cineasta alemã marcou a história do cinema por suas produções documentais para Hitler e o Partido Nazista, na década de 1930. Nessas obras, ela usa os recursos que o documentário tinha até então, mas introduz neles a  narrativa e técnicas da  produção de ficção para criar  um  contexto ideológico desejado. Leni também foi dançarina e tornou-se diretora no Ministério da Propaganda durante o período nazista, que durou de 1933 a 1945.

A palestra Des-aprendizagens do feminino no romance e no cinema: Cléo, Agnès Varda e Loreley, de Clarice Lispector analisa duas personagens criadas pela cineasta francesa, Agnès  Varda  e  a  romancista brasileira, Clarice  Lispector. As  protagonistas confrontam a imagem da mulher e o que é ser feminino. No encontro será exibido o filme de Agnès Varda, Cléo, das 5 às 7. Tanto o filme quanto o livro de Clarice Lispector, Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres, foram  produzidos na década de  1960, período em  que as mulheres reivindicaram maior autonomia de escolhas. O encontro é coordenado por Eliane Fittipaldi.

OS PROFESSORES

João Eduardo Hidalgo

Doutor em Comunicação pela ECA-USP e pela Universidad Complutense de Madrid, e especialista   em   Cinema   Espanhol   pela   AECI   –   Agencia   Española   de   Cooperación Internacional. Tem experiência em produção dramatúrgica para audiovisual, bem como em interpretação fílmica e história do cinema. Já fez várias exposições individuais de fotografia, dirigiu alguns curtas-metragens e orientou a realização de mais de cinquenta deles.

Eliane Fittipaldi

Doutora em Letras pela USP. Lecionou Literatura Norte-Americana, Teoria da Literatura e Língua Francesa na PUC, Literatura Portuguesa na USP e Comunicação Empresarial na FGV. Tradutora de mais de trinta livros para várias editoras, é hoje Diretora Executiva da empresa Dixi Comunicação e pesquisadora em Literatura Brasileira na USP.

SOBRE A CASA GUILHERME DE ALMEIDA

Inaugurada em 1976, a Casa Guilherme de Almeida, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela Poiesis, está instalada na residência onde viveu o poeta, tradutor, jornalista e advogado paulista Guilherme de Almeida (1890-1969), um dos mentores do movimento modernista brasileiro. Seu acervo é constituído por uma significativa coleção de obras, gravuras, desenhos, esculturas, pinturas, em grande parte oferecidas ao poeta pelos principais artistas do modernismo brasileiro, como Anita Malfatti, Tarsila do Amaral, Emiliano Di Cavalcanti, Lasar Segall e Victor Brecheret.

Hoje, o museu oferece uma série de atividades gratuitas relacionadas a todas as áreas de atuação de Guilherme de Almeida, da literatura traduzida ao cinema, passando pelo jornalismo e pelo teatro. Trata-se da primeira instituição não acadêmica a manter um Centro de Estudos de Tradução Literária no país.

SOBRE POIESIS

A instituição, que tem por objetivo o desenvolvimento sociocultural e educacional, com ênfase na preservação e difusão da língua portuguesa, desenvolve e gere programas e projetos, pesquisas e espaços culturais, museológicos e educacionais voltados para o complemento da formação de estudantes e público em geral. A POIESIS trabalha com o propósito de propiciar espaços de acesso democrático ao conhecimento, de estímulo à criação artística e intelectual e de difusão da língua e da literatura.

SERVIÇO

Minicurso Grandes Esquecidos

LENI RIEIFENSTAHL: registro factual ou realidade ficcionalizada?

Por João Eduardo Hidalgo

Sábado | 08 de julho | das 10h00 às 18h00 (com intervalo para almoço) Inscrições:  http://bit.ly/2s1BJPo

Grátis.

Palestra

DES-APRENDIZAGENS DO FEMININO NO ROMANCE E NO CINEMA: Cléo, de Agnès

Varda e Loreley, de Clarice Lispector (com exibição de filme na íntegra)

Por Eliane Fittipaldi

Sábado | 29 de julho | às 14h00

Inscrições:  http://bit.ly/2sB2zyV Grátis.

Casa Guilherme de Almeida
Anexo: Rua Cardoso de Almeida, 1943
Telefone: (11) 3673-1883 / 3672-1391
De terça a domingo, das 10h às 18h.

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 3 julho, 2017 13:41


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais
Meu Nome é Daniel