Editora Cobogó lança livro sobre a exposição ‘Espírito de tudo’, de Rosângela Rennó

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 6 junho, 2017 12:05

A consagrada artista Rosângela Rennó explora, nesse grupo de trabalhos, a sutileza que existe entre o mundo concreto e o místico, além das possibilidades sensoriais evocadas pela memória de cada indivíduo. Foi a partir desse desejo de provocar um mundo de conexões, lembranças embaralhadas e ressignificação de objetos e ideias que a mineira, radicada no Rio de Janeiro, concebeu as obras da exposição ‘Espírito de tudo’, que ficou em cartaz entre novembro de 2016 e janeiro de 2017, no Oi Futuro Flamengo, e agora se transforma em publicação pela editora Cobogó. A edição bilíngue, com textos da curadora Evangelina Seiler, da própria artista e com citações de autores consagrados como Walter Benjamin, Marcel Proust e Ítalo Calvino, será lançada no dia 07 de junho, na Livraria da Travessa do Leblon.

Durante o lançamento, Rosângela Rennó participará de bate-papo sobre o livro e sua trajetória. O público poderá conferir ainda a vitrine elaborada pela própria artista. Com obras e elementos presentes nesta exposição realizada no Oi Futuro, alguns objetos estão em destaque, e outros, para serem vistos, é preciso se aproximar dos nichos criados pela artista, onde se encontram livros, perfumes, câmeras fotográficas e álbuns de retratos,  sempre remetendo a temas como literatura e viagens. O caminho percorrido na exposição e, agora nas páginas do livro, obedece a uma lógica determinada pela artista em uma busca sensorial.

No livro, a ordem das obras na exposição foi mantida — Per fumum, Lanterna mágica, As águas viajantes, Turista transcendental, Realismo fantástico e Círculo mágico são os seis capítulos da publicação, que envolvem o leitor em uma jornada poética, por novas formas de olhar, compreender e reagir a variadas experiências. “Muita gente imagina que eu seja essencialmente benjaminiana pelo meu olhar para objetos antigos e fica surpresa por não ser nostálgica, mas sim provocativa e às vezes irônica”, observa a artista se referindo ao trabalho de Walter Benjamin sobre as causas e consequências da destruição da “aura” que envolve as obras de arte. “Meu trabalho dialoga com a história, a memória, a comunicabilidade e a perda da comunicabilidade”, acrescenta.

Obra que abre o livro, Per fumum apresenta a pesquisa da artista com resinas naturais, os incensos, e propõe uma reflexão sobre os odores com os quais o homem se relaciona da antiguidade até os dias de hoje – cada um com seu uso indicado e suas sensações próprias. O que este ou aquele aroma, esta ou aquela resina provoca, ao primeiro contato?  Enquanto o olfato desperta sensações, Lanterna Mágica remete ao tempo da pré-imagem, entre fotografias trabalhadas à base de sais de prata e gelatina e projeções feitas com as tradicionais lanternas mágicas – projetores antigos, do final do século 19 e início do século 20. “Gosto de colocar um ruído na contemporaneidade para propor a reflexão. Quando uso um objeto anacrônico, como uma lanterna mágica, mas com funcionalidade, desperto o interesse, mudo a maneira como aquela obra vai ser absorvida”, reflete Rosângela Rennó.

As horas viajantes nasceu a partir da coleção da artista de vidros de perfume, com mais de 300 frascos cheios ou vazios. O sentir despertado pelas “imagens das essências” conduz à memória dos perfumes e de tudo que vem com ela. E mais uma vez o espectador é tocado pela viagem, magnetizado pelo ato de lembrar-se. No livro, o nome de todos os perfumes e suas datas de lançamento original estão catalogados.

A obra seguinte, Turista Transcendental, reúne textos da artista (na exposição acompanhados de vídeos) que documentam, de forma bastante peculiar, suas viagens a pontos tão distintos quanto as ilhas Reunião (no Oceano Índico, a leste de Madagascar) e Gomera (no arquipélago das Canárias), Teotihuacán (México), a cabeça da Estátua da Liberdade (Nova Iorque), o Salar do Uyuni (a maior planície de sal do mundo, na Bolívia), o estreito de Bósforo (em Istambul), a cidade mística de Allahabad (Índia), Lagos (Nigéria), Montevidéu (Uruguai) e a Chapada dos Veadeiros, no planalto central brasileiro. Os trabalhos Realismo Fantástico e Círculo mágico fecham o livro.

“Rosângela Rennó é uma artista consumada, inteira, completa. Ela é a arte em si, mais o discurso refinado em torno. Pensadora e artífice em uma só pessoa, manuseia a teoria e a prática em um só movimento, deixando ainda assim um imenso espaço para a sutileza, para a transição, nos intervalos de seu discurso”, define a curadora Evangelina Seiler. “Esse conjunto de obras promove um turbilhão de conexões e coerências, uma voragem de recorrências que adentram todos os âmbitos da arte e do mundo concreto e inclusive abstrato”.

SERVIÇO
Lançamento Espírito de Tudo
Data: 07 de junho
Horário: 19h
Local: Auditório da Travessa do Leblon
Endereço: Av. Afrânio de Melo Franco, 290, Shopping Leblon.
Tel: (21) 3138-9600
Durante o evento haverá bate-papo com a artista

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 6 junho, 2017 12:05


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*