Novo projeto de Selton Mello, ‘O Filme da Minha Vida’ ganha cartaz minimalista

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 16 Maio, 2017 11:32

O terceiro longa-metragem dirigido por Selton Mello, O FILME DA MINHA VIDA, que estreia dia 3 de agosto, acaba de ganhar um cartaz teaser (confira logo abaixo). Produzido pelo designer Tavo Machado, o pôster segue a linha minimalista para instigar o público e gerar curiosidade sobre o que está por trás da imagem.

‘O desenho inspira questionamento, expectativa, porque não revela a imagem completamente, diferente da fotografia. Quem estaria por trás daquela silhueta? Por que esse menino tem um coração partido/sangrando? E por que anda em um trilho? A mensagem visual mais compacta permite que poucos elementos representem parte da história do filme, e de algumas cenas, de forma simplificada’explica o designer.

Com produção da Bananeira Filmes e distribuição da Vitrine Filmes, o longa é baseado no livro “Um Pai de Cinema”, do chileno Antonio Skármeta. Ambientado no sul do Brasil, na década de 60, com belas paisagens e uma história de reestruturação de uma família, o filme mostra o processo de amadurecimento do jovem Tony (Johnny Massaro), sua relação estreita com a mãe, a ausência do pai – o francês Nicolas (Vincent Cassel), seus anseios, dilemas e amores. Selton Mello também atua no longa – ele faz Paco, o amigo fanfarrão de Tony e da família.

Segundo Machado, todas estas questões da vida de Johnny estão em evidência no cartaz. “O coração ‘partido’ representa as questões emocionais que ele enfrenta, seus questionamentos. O trilho, por sua vez, representa partida, abandono. Por trás da trama vivida pelo personagem principal, estão as atitudes de Paco (Selton Mello), também representado como silhueta e em destaque maior no layout, sugerindo que terá participação importante na história. No entanto, o formato de silhueta no desenho não deixa claro quem são esses personagens para o espectador, criando uma atmosfera de curiosidade”, revela.

“O FILME DA MINHA VIDA” tem no elenco Vincent Cassel, Selton Mello, Johnny Massaro, Bruna Linzmeyer, Rolando Boldrin, Ondina Clais, Beatriz Arantes, João Prates, Erika Januza, Martha Nowill e Antonio Skármeta, em participação especial. O roteiro adaptado foi realizado a quatro mãos por Selton Mello e Marcelo Vindicatto, mesma dupla que escreveu “O Palhaço” e “Feliz Natal”. As filmagens aconteceram nas cidades de Cotiporã, Veranópolis, Bento Gonçalves, Garibaldi, Farroupilha, Monte Belo do Sul e Santa Tereza.

Serras Gaúchas, 1963. O jovem Tony Terranova precisa lidar com a ausência do pai, que foi embora sem avisar à família e, desde então, não deu mais notícias ao filho. Tony é professor de francês num colégio da cidade, convive com os conflitos dos alunos no início da adolescência e vive o desabrochar do amor.
Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 16 Maio, 2017 11:32


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*