Idina Menzel e Nia Long estrelam Amigas Para Sempre, uma comovente história sobre o valor e o poder da amizade

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 10 maio, 2017 13:44

O Lifetime tem prazer em anunciar a esperada estreia de Amigas Para Sempre, a adaptação do famoso filme Beaches, de 1988, sobre a cativante amizade construída por duas mulheres, C.C. Bloom (Idina Menzel) e Hillary Whitney (Nia Long), que se conhecem casualmente nas praias de Los Angeles. Apesar dos diferentes níveis sociais e estilos de vida, e da distancia que as separam, se tornaram amigas inseparáveis e que ajudam uma à outra a realizar seus sonhos.

A consagrada versão original de Amigas Para Sempre, de 1988, contou com as protagonistas Barbara Hershey como Hillary, e Bette Midler no papel de C.C. Nesta nova adaptação para a TV – dirigida por Allison Anders e estrelada por Idina Menzel (Frozen/Rent), ganhadora de um prêmio Tony, e Nia Long (Vovó…Zona), três vezes ganhadora do premio NAACP -, a amizade, a irmandade e o poder das mulheres são os temas que voltam à tona 30 anos depois, para uma nova geração.

Idina Menzel interpreta o papel de C.C. Bloom, uma cantora que luta para levar adiante sua carreira em Los Angeles até que é descoberta por um diretor que a ajuda a dar seu primeiro grande salto. De sua parte, Long interpreta Hillary Whitney, a filha de um proeminente advogado, que está em busca de seu próprio destino. As duas se conhecem por acaso numa das praias de Venice Beach e, desde então, embarcam em uma inesperada relação de amizade que se sustenta durante décadas.

Idina, a ganhadora do Tony em 2014 pela voz de Elsa, em Frozen, traz seu talento musical também a Amigas Para Sempre, apresentando um giro musical novo e moderno para a versão contemporânea de C.C., em que a atriz interpreta também os clássicos e temas musicais cativantes como “The Glory of Love” e o hit “The Hit Beneath My Wings”.

Este é um belo filme. Vi a versão de 1988 com Barbara Hershey e Bette Midler com duas amigas e lembro que choramos no cinema. Estas duas mulheres, especialmente Bette Midler para mim, foram ídolos por toda a mina vida. Sigo me inspirando nelas. Como intérprete, ao ter um papel assim, você tenta ver como pode aprender e exercer seus talentos e sua arte. Simplesmente, e não é um jogo de palavras, senti que poderia abrir minhas asas com esse papel”, afirmou Idina Menzel.

Por sua parte, Nia Long assegura: “Definitivamente foi desafiante e divertido, e em algumas cenas tivemos que realmente atuar como melhores amigas. Foi bastante natural. Senti que realmente tínhamos uma compreensão da vida e nós duas temos nossas melhores amigas e também somos mães. Assim, muitos dos temas do filme fluem com bastante facilidade, e se trata de fazer a própria cena e honrar a versão original. Este é um filme realmente sobre a amizade, a irmandade e sobre o poder das mulheres”.

Amigas Para Sempre é uma produção original de A+E Studios dirigida por Allison Anders (Ring of Fire). Os produtores executivos são Denise Di Novi (Amor a Toda Prova) e Alison Greenspan (Se Eu Ficar). Esta adaptação para as telas da TV ficou a cargo dos roteiristas Nikole Beckwith (Stockholm, Pennsylvania) e Bart Baker (Honeymoon With Harry), baseada no romance de Iris Rainer Dart.

SOBRE AS PROTAGONISTAS

Idina Menzel 

A icônica ganhadora do Tony Award Idina Menzel tem uma carreira diversa, que passa pelos palcos, filmes, televisão e música. Ela deu voz a Elsa no sucesso de bilheterias Frozen, da Disney, no qual ela canta a música ganhadora do Oscar “Let it Go”, e na sua sequência, o curta-metragem Frozen Fever. Após a performance de Menzel da música multiplatina no 86º Academy Awards, ela fez história como a primeira pessoa com uma música no Top Ten da Billboard e com um Tony Award pela sua atuação. Menzel terminou 2016 com o lançamento de seu quinto álbum solo de estúdio, Idina.

Ela começou 2017 com o lançamento do remake Beaches, no Lifetime, no papel de ‘CC’, interpretada originalmente por Bette Midler. Muito elogiada pela crítica, Menzel alcançou o estrelado na Broadway com sua performance vencedora do Tony Award como ‘Elphaba’, uma garota problemática no blockbuster Wicked, e no seu papel indicado ao Tony como ‘Maureen’, no vencedor do prêmio Pulitzer Rent. Sua atuação mais recente na Broadway foi como ‘Elizabeth’ na produção original If/Then, que lhe rendeu sua terceira indicação ao Tony. Outros projetos notáveis incluem Glee e Encantada, da Disney.

Além de trilhas sonoras, a carreira musical de Menzel inclui os álbuns solo I Stand, Here e Still I Can’t Be Still. Seu álbum de Natal, lançado em outubro de 2014, alcançou o número 1 entre os álbuns de Natal e ficou entre os 10 primeiros álbuns do Top 200 da Billboard, recebendo boas críticas. Menzel recebeu o prêmio de Artista Revelação do Ano na premiação Women in Music, da Billboard, no mesmo ano.

Filantropia também é importante para Menzel, que foi cofundadora da A Broader Way Foundation, em 2010. A organização se dedica a oferecer a meninas de comunidades carentes formas de autoexpressão e criatividade, por meio de programas centrados nas artes. A ênfase está em desenvolver a autoestima, qualidades de liderança e alcance de metas pessoais e sociais. Em 2014, Menzel foi reconhecida pelo prêmio Variety Magazine’s Power of Women, por conta de seu trabalho com a organização.

Nia Long

Nia Long cultiva uma extensa carreira no cinema e na televisão. Ela recentemente participou de Roxanne, Roxanne, dos mesmos produtores de Dope e Fruitvale Station, que acompanha a incrível jornada da rapper Roxanne Shante para se tornar a rapper de batalhas mais notória da Costa Leste nos anos 80. Long também participou recentemente do drama independente Lemon, dirigido por Michael Larnell, cujo protagonista é um ator sem emprego, que não consegue levar sua vida adiante após ser deixado por sua namorada cega. Tanto Roxanne, Roxanne quanto Lemon estrearam no Sundance Film Festival, em janeiro de 2017.

Ainda neste ano, ela atuou na segunda temporada de Hand of God. Desde sua estreia no cinema, com o filme de John Singleton indicado ao Oscar Os Donos da Rua, Long tem participado de muitos sucessos de bilheteria. Ela atuou em grandes franquias, como The Best Man, pelo qual ela recebeu um NAACP Image Award como “Atriz de Destaque em um Filme”, e sua sequência The Best Man Holiday, que teve sucesso comercial e de crítica. Os grandes sucessos de bilheteria Vovó… Zona 1 e 2, juntos, arrecadaram mais de 300 milhões de dólares, renderam a Long outra indicação ao NAACP Image Award como “Protagonista de Destaque em um Filme”

Além disso, ela atuou nas comédias de Ice Cube Are We There Yet? e Are We Done Yet?. Mais recentemente, Long pôde ser assistida contracenando com Keegan-Michael Key e Jordan Peele na comédia de destaque da New Line Keanu e em O Clube das Mães Solteiras, no qual coestrelou com seu filho, Massai. Outros filmes estrelados por Nia Long incluem Sexta-Feira em Apuros, com Ice Cube e Chris Tucker, Feita por Encomenda, com Whoopi Goldberg, Uma Loucura Chamada Amor, que ganhou o Prêmio da Audiência no Sundance e rendeu a Long uma indicação ao NAACP Image Award por “Protagonista de Destaque em um Filme”, Alimento da Alma, Stigmata, The Secret Laughter Of Women, com Colin Firth, Alfie, com Jude Law, e Premonições, com Sandra Bullock.

Na televisão, Long estrelou na comédia da ABC Uncle Buck, baseada no filme clássico de John Hughes. Ela começou a cativar a atenção da audiência como a pretendente de Will Smith em Um Maluco no Pedaço, que lhe rendeu sua primeira indicação ao NAACP Image Award por “Melhor Atriz Coadjuvante em uma Série de Comédia”.  Long coestrelou com Vanessa Redrave, Sharon Stone e Ellen DeGeneres no telefilme da HBO nomeado ao Emmy Desejo Proibido, e sua atuação foi indicada ao NAACP Image  Award por “Melhor Atriz em um Filme para a Televisão”. Sua interpretação como a oficial Sasha Monroe em Third Watch a rendeu dois NAACP Image Awards por “Atriz de Destaque em uma Série Dramática”.

Créditos adicionais na televisão incluem papéis recorrentes em Judging Amy e Boston Legal. Mais recentemente, ela estrelou no thriller político The Divide, do diretor Tony Goldwyn e do escritor Richard LaGravenese, além de ter participado de House of Lies, que lhe rendeu uma indicação ao NAACP Image Award por “Melhor Atriz Coadjuvante em uma Série de Comédia”.

Ela está atualmente na terceira temporada da série de sucesso Empire, cocriada por Lee Daniels. Long atua como Giuliana, uma rainha do crime, diretora de uma boate em Vegas que tem um acordo com a Empire.

Por trás das câmeras, Long fez sua estreia na direção no vídeo musical de Ashanti “Baby”, o terceiro single de seu álbum de platina de lançamento, Ashanti. Além disso, Long dirigiu o vídeo musical da artista gospel Yolanda Adams, no single “This Too Shall Pass”, do álbum gospel número 1 em vendas, Day By Day. Continuando seu trabalho atrás das câmeras, ela está atualmente desenvolvendo um filme que trata da renomada lutadora de boxe e treinadora Ann Wolfe.

Além de seu trabalho no cinema e na televisão, a paixão de Long é ajudar a sua comunidade. Com as raízes familiares em Trinidad, ela pretende ser um elo entre os jovens que estão nos EUA e os que continuam na ilha. Long foi uma das vozes da campanha a favor da reeleição de Barack Obama e permanece ativa na luta pelos direitos das mulheres, principalmente na saúde e educação. Em novembro de 2016, Long e seu noivo, Ime Udoka, se uniram à campanha “Nothing But Nets”, da United Nations Foundation, para levar redes de proteção para camas a regiões afetadas pela malária. 

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 10 maio, 2017 13:44


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Facebook

Comeback