Em BABEL, exposição inédita na Grande Galeria, MIGUEL GONTIJO discute o fenômeno da desinformação na sociedade contemporânea

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 maio, 2017 17:10

Mais de 60 obras, entre pinturas, desenhos, assemblages, objetos e instalações compõem a exposição Babel, de Miguel Gontijo, vencedor do Prêmio Mário Pedrosa, da Associação Brasileira dos Críticos de Arte (ABCA), de 2010.  Em seu trabalho, o artista privilegia o corpo humano, embora se utilize de outros elementos pictóricos, empregando-os de forma inusitada pela ruptura da lógica comum. As obras são inéditas e estão sendo criadas desde setembro de 2016 para essa exposição. A curadoria é de Augusto Nunes-Filho.

Partindo da metáfora da Torre de Babel, que consta na bíblia – Livro Gênesis, Miguel Gontijo analisa o mundo atual, onde diferentes línguas coexistem e a tradução é cada vez mais necessária para que os homens se comuniquem. Entretanto, o artista entende que a mensagem transmitida não é recebida em sua completude, sendo ainda mais dificultada pelo excesso de informação. “Nós não somos seres traduzíveis. Somos interpretados”, afirma o artista lembrando que as intenções originais e pessoais de um indivíduo, jamais serão completamente compreendidas pelo outro.

Para Augusto Nunes-Filho, em Babel a própria linguagem é um dos principais elementos da produção pictórica de Miguel Gontijo, sendo fonte de inspiração constante do artista. “O excesso de informação e o esvaziamento da letra, evidencia a impossibilidade de dizer tudo e resulta num mundo onde o sentido absoluto é inatingível”, afirma.

Segundo Miguel Gontijo, Babel é um desdobramento de sua última exposição, na qual discutia a questão do acesso à informação. Dessa vez, é a desinformação que instiga o artista a refletir sobre os desdobramentos do excesso de informação no mundo atual. “As formas de interpretarmos o mundo e a nossa realidade são diferentes para cada pessoa. Não existe verdade única. Essa exposição é uma visão particular desse momento em que estamos vivendo”, diz.

SERVIÇO
BABEL – MIGUEL GONTIJO
Data:
19 de maio a 20 de agosto de 2017
Horário: De terça-feira a sábado, das 9h às 21h; aos Domingos, das 16h às 21h
Local: Grande Galeria Alberto da Veiga Guignard
Palácio das Artes
Endereço:
Av. Afonso Pena, 1537, Centro
Preço: Acesso gratuito
Informações para o público: (31) 3236-7400

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 10 maio, 2017 17:10


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*