Programa Brasil de Todas as Telas anuncia investimentos em novos projetos para o cinema e a TV

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 14 novembro, 2016 10:38

Ancine-Logo 2015-2016A ANCINE e o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE) divulgaram uma nova lista de projetos para o cinema e a televisão que receberão investimentos do Programa Brasil de Todas as Telas. São 10 projetos no total: seis longas-metragens para as salas de cinema; três telefilmes e uma série de animação para veiculação na televisão por assinatura, que receberão ao todo R$ 6,8 milhões, em recursos do Fundo Setorial do Audiovisual (FSA).

Pela Chamada Pública PRODECINE 02, na qual as distribuidoras apresentam projetos para produção de longas-metragens, foram três contemplados: o documentário “A Guerra da Borracha”, de Wolney Oliveira; apresentado por Tucuman Distribuidora; e os longas de ficção “Tudo bom, tudo bem”, de Willians Biondani, apresentado pela Imagem Filmes; e ” Amor sem Fronteiras”, de Marcelo Santiago, apresentado pela Europa Filmes.

Já a Chamada Pública PRODECINE 04/2013, que investe na complementação de recursos, selecionou o projeto “Os Saltimbancos”, com direção de João Daniel Tikhomiroff.

O projeto “A cama”, da produtora 3 Moinhos, foi selecionado pela Chamada Pública PRODECINE 06/2013, que investe em projetos de longa-metragem, em regime de coprodução com países da América Latina. “A cama” é um longa de ficção dirigido pela argentina Mônica Lairana.

A operação também contemplou quatro projetos destinados às grades de programação das TVs por assinatura. Pela Chamada Pública PRODAV 01/2013, foram selecionados a série de animação “Tori, a detetive”, de Ducca Rios; o telefilme “Quero botar meu bloco na rua”, de Adriana Dutra, e dois telefilmes dirigidos por Joana Nin, “Meu bebê reborn” e “Ultra bebê”.

Já pela Chamada PRODECINE 03/2013, que disponibiliza recursos para a fase de comercialização da obra, foi selecionado o filme “Marias”, direção de Joana Mariani, com distribuição da Vitrine Filmes.

Confira abaixo as fichas técnicas dos projetos contemplados:

Prodav 01/2013

“Tori, a detetive” – série de animação

Produtora: Origem Comunicação (BA)
Programadora: Associação dos Usuários de TV e Canal Comunitário de Lauro Freitas – TV COM
Direção e Roteiro: Ducca Rios
Valor investido pelo FSA: R$1,22 milhão
Sinopse: Não há como não se apaixonar por Tori, essa detetive boa pra cachorro. Uma cadelinha muito inteligente que está sempre pronta para desvendar os mais curiosos casos e se envolver em aventuras eletrizantes com todos os seus amigos de quintal e vizinhança.

“Quero botar meu bloco na rua” – telefilme documental

Produtora: Inffinito Entretenimento e Comunicação (RJ)
Programadora: Cine Brasil TV
Direção: Adriana L. Dutra

Roteiro: Adriana L. Dutra e Flávia Guimarães
Valor investido pelo FSA: R$ 400 mil

Sinopse: O documentário conta a história e o universo dos blocos de rua da cidade do Rio de Janeiro através do retrato e registro de três blocos emblemáticos, representativos de diferentes gerações e contextos históricos do carnaval carioca: o Cordão da Bola Preta, a Banda de Ipanema e o bloco Último Gole.

“Meu Bebê reborn” – telefilme documental
Produtora: Sambaqui Cultural Cine Vídeo

Programadora: Globosat
Direção e Roteiro: Joana Nin
Valor investido pelo FSA: R$ 400 mil
Sinopse: A chegada de um bebê desperta sentimentos contraditórios, um amor incondicional associado aos medos e inseguranças pertinentes à responsabilidade de criar um filho para sempre. Este documentário abre uma janela no dia a dia de mães que escolheram viver a maternidade de uma outra forma, criando quase como se fossem de verdade réplicas hiper-realistas de recém-nascidos vendidos a preços nada amigáveis e com o curioso título de ‘bebê rebon’, ou ‘renascido’, em português.

“Ultra bebê” – telefilme documental
Produtora: Sambaqui Cultural Cine Vídeo

Programadora: Globosat
Direção e Roteiro: Joana Nin
Valor investido pelo FSA: R$ 400 mil
Sinopse: Os exames sofisticados de imagens transformaram completamente a experiência da gestação nas últimas décadas. Até a década de 1940 a gravidez era um assunto familiar, feminino. Com a evolução das técnicas de ultrassonografia, a visualização do interior de um corpo grávido tornou-se espetáculo, com consequências sociais e psicológicas.

Prodecine 04/2013

“Os saltimbancos” – longa-metragem de ficção

Produtora: Radar Cinema e Televisão
Distribuidora: Downtown Filmes
Direção: João Daniel Sequeira Tikhomiroff

Roteiro: Mauro Lima e Renato Aragão
Valor investido pelo FSA: R$ 886 mil
Sinopse: Funcionários humildes, os amigos Didi (Renato Aragão) e Dedé (Dedé Santana) se tornam a grande atração do circo Sumatra, graças a sua incrível capacidade de fazer o público rir. Mas o sucesso tem um preço: a oposição do mágico Assis Satã e a ganância do Barão, o dono do circo. Juntos, os dois amigos precisarão combatê-los.

Prodecine 06/2015

“A cama” – longa-metragem de ficção

Produtora: 3 Moinhos Produções Artísticas (RJ)

Distribuidora: Livres Distribuidora de Audiovisual

Valor investido pelo FSA: 250 mil
Sinopse: A trama gira em torno de Mabel e Jorge, um casal beirando os 60 anos que decide se divorciar após 30 anos de casamento. A casa onde viveram todos esses anos acaba de ser vendida, o filme acompanha então as últimas 24 horas de convivência debaixo do mesmo teto.

Prodecine 02/2016

“Tudo bom, tudo bem” – longa-metragem de ficção

Produtora: Bossa Nova Films (SP)
Programadora: Imagem Filmes

Direção: Willians Biondani

Roteiro: Eliseo Altunaga e Willians Biondani
Valor investido pelo FSA: R$ 1,2 milhão

Sinopse: Alberto é um jornalista brasileiro radicado em Paris que está tentando ganhar reconhecimento profissional na Europa. No entanto, ele é forçado a regressar ao seu país de origem. E é aqui, em um pequeno vilarejo, que Alberto encontra na cultura, na paisagem, no ambiente e na figura central de uma mulher misteriosa tudo do que ele sempre fugiu.

Prodecine 02/2013

“A guerra da borracha” – longa-metragem documentário

Produtora: Corte Seco Filmes (CE)
Programadora: Tucuman Distribuidora de Filmes
Direção e roteiro: Wolney Oliveira
Valor investido pelo FSA: R$ 299 mil

Sinopse: Em 1942 os presidentes Getúlio Vargas (Brasil) e Franklin Roosevelt (EUA) assinam os “Acordos de Washington”. Uma das cláusulas orienta a criação do SEMTA – Serviço Especial de Mobilização de Trabalhadores da Amazônia. A partir daí milhares de nordestinos partiram para a árdua missão de recolher látex nos seringais da selva amazônica. Conhecidos como “soldados da borracha” esses homens enfrentaram condições desumanas de trabalho e após a II Guerra Mundial foram abandonados à própria sorte.

“Amor sem fronteiras” – longa-metragem de ficção

Produtora: Filmes Do Equador (RJ)
Programadora: Europa Filmes
Direção: Marcelo Santiago

Roteiro: Matheus Barros
Valor investido pelo FSA: R$ 1,5 milhão
Sinopse: Pedro e Joana fazem vista grossa para a infidelidade um do outro. A filha deles, Paula, uma adolescente ciumenta, desconfia do pai e acaba descobrindo o caso dele com Pilar. Pedro opta pela família, mas, sem a amante, o grande amor de sua vida, ele se torna um peso em casa. Cansada da depressão do marido, Joana pede a Pilar que volte a ser amante de Pedro.

Prodecine 03/2013

” Marias ” – longa-metragem documentário
Produtora: Primo Filmes

Distribuidora: Vitrine Filmes
Direção e Roteiro: Joana Mariani

Valor investido pelo FSA: R$ 200 mil
Sinopse: Marias é uma jornada pelo feminino através das festas marianas da América Latina. Uma viagem por Brasil, Cuba, México, Peru e Nicarágua acompanhando as festas das padroeiras destes países, todas nossas senhoras, observando as semelhanças e diferenças entre suas culturas e buscando vozes com grandes histórias para contar.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 14 novembro, 2016 10:38


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Angry Birds 2

Facebook

O Clube dos Canibais