Cia. Sansacroma apresenta “Outras portas, outras pontes” nesta quarta-feira, no CEU Uirapuru

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 agosto, 2016 16:09

Na próxima quarta-feira, dia 10 de agosto, às 19h30, a Cia. Sansacroma apresenta o espetáculo “Outras portas, outras pontes”, criado para comemorar os dez anos da companhia, em 2012, e os cem anos do bairro do Capão Redondo, onde a Sansacroma nasceu. Desta vez, o espetáculo volta em cartaz de forma itinerante. E na quarta-feira (10) será apresentado no CEU Uirapuru, na zona oeste da capital.

O espetáculo “Outras portas, outras pontes” propõe um olhar sobre o apartheid “gentil” existente no Brasil, quando negros operários são tratados como sub-cidadãos e os espaços físicos geram separações de classes numa cidade miscigenada. No segundo momento, a dança e o texto mostram quando a consciência desta separação se torna indignação e é transformada em materialidade poética, explorando questões como herança cultural e identidade do brasileiro.

“Outras portas, outras pontes” tem direção artística de Gal Martins (Prêmio Denilto Gomes 2013 na categoria Difusão da Dança, concedido pela Cooperativa Paulista de Dança), direção coreográfica de Yaskara Manzini, e trilha sonora composta pelo multi-instrumentista Cláudio Miranda, da banda Poesia Samba Soul e os músicos Zinho Trindade e MC Gaspar.

Itinerância surge da necessidade de traçar trajetória

O espetáculo, antes concentrado nas ruas do Capão Redondo, extremo sul da cidade, tornou-se itinerante pela própria essência da peça, onde seu processo criativo abrange desde o resgate da ancestralidade africano-nordestina até o olhar sensível sobre as questões político-estéticas que permeiam a cultura periférica, dialogando diretamente com a pesquisa estética atual que a Cia vem desenvolvendo há cerca de dois anos, que Gal Martins nomeia de: “Dança da Indignação”.

Nesse processo, as indignações identificadas partiram principalmente dos espaços urbanos e comuns aos próprios bailarinos, moradores de regiões periféricas da cidade, lugares onde emergem causas e bandeiras sociais, políticas e poéticas. Segundo Martins, é na rua que essas indignações brotam, e onde as pessoas têm a possibilidade de gritar e expurgá-las.

A itinerância do espetáculo surge da necessidade de traçar uma trajetória dramatúrgica da história do bairro do Capão Redondo, mas principalmente como essa história dissipa e dialoga com a questão do apartheid social, fazendo assim uma relação com o apartheid da África do Sul, local e situação de onde surge a lenda do pássaro que dá nome à Cia. – Sansakroma -, uma espécie de gavião que protegia as crianças sul africanas nos massacres provocados pelo Apartheid.

SERVIÇO
Espetáculo “Outras portas, outras pontes”
Cia. Sansacroma
Direção: Gal Martins
Apresentação dia 10 de agosto de 2016, às 19h30
CEU Uirapuru
Endereço:
R. Nazir Miguel, 849 – Raposo Tavares, São Paulo – SP
Telefone: (11) 3782-3143
Entrada franca
Classificação etária: 14 anos
Duração: 60 minutos

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 agosto, 2016 16:09


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Aprendiz de Espiã

Facebook