Sesc São José dos Campos realiza a exposição “Paulistinhas, imagens de um Vale histórico”

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 4 agosto, 2016 14:07

Sesc São José dos Campos realiza a exposição “Paulistinhas, imagens de um Vale histórico”

A exposição conta com 50 peças do acervo do MAV – Museu de Antropologia do Vale Paraíba. As esculturas em barro queimado e de pequena estatura, que, pela primeira vez saem do Museu, apresentam os santos devotados e presentes no cotidiano de pessoas do final do século XVIII até o início do século XIX.

De agosto a outubro as obras ficam expostas na área expositiva do Sesc São José dos Campos.

As Paulistinhas

Não nasceram com esse nome, foram assim denominadas muito tempo depois, pelos colecionadores de arte sacra e pelos antiquaristas. Batizadas por eles como “os paulistinhas”, por representarem santos com essa tipologia, são hoje denominadas “as paulistinhas”, por se tratarem de imagens religiosas de cunho popular, deixando-se de vê-las apenas como representação de santos e passando a entendê-las como objeto de arte.  Sai de cena o sagrado – instrumento de devoção do culto religioso – e ganha status e reconhecimento como objeto artístico.

Nascidas nas terras de Mogi das Cruzes, desceram a Serra e fizeram morada no grande Vale do paraíba. Companheiras das preces dos caboclos nas aflições diárias, viveram na região durante 120 anos, aproximadamente, chegando até a cidade de Silveiras. Mas também foram ficando pelo caminho, atendendo às devoções. Depois de se alastrarem por todo o Vale, terminaram sua existência na cidade de Santa Isabel, por meio das mãos de Dito Pituba, o último santeiro de que se tem notícia no ofício de modelar Paulistinhas.

No final do século XVIII, durante todo o século XIX, e o começo do século XX, eram muitas as pessoas que queriam ter em casa uma imagem de um santo de devoção e que, porém nem sempre tinham dinheiro para comprar as ricas imagens vindas de Portugal, Pernambuco, Bahia ou Minas Gerias.

Assim, os artistas de ordens religiosas se ocuparam em buscar alternativas para suprir esse mercado, que demandava santinhos a preços mais acessíveis e adequados aos pobres oratórios de madeira, por vezes feitos de caixotes reaproveitados, para as pessoas de baixa renda.

SERVIÇO
Paulistinhas, Imagens de um Vale Histórico
Data: Até 08 de outubro
Sesc São José dos Campos
Endereço: Av. Adhemar de Barros, 999 – Jd. São Dimas
Área de exposição.
Visitação durante os horários de funcionamento do Sesc.
Grátis. Livre.

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 4 agosto, 2016 14:07


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*