Wild Nothing, Ryley Walker e Surfer Blood se apresentam no Jim Beam History Fest em São Paulo

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 8 julho, 2016 12:05

Wild Nothing, Ryley Walker e Surfer Blood se apresentam no Jim Beam History Fest em São Paulo

Jim Beam, o bourbon nº 1 do mundo, quer fazer história no Brasil e leva à Praça Dom José Gaspar, no próximo dia 17 de julho, o Jim Beam History Fest. Gratuito e aberto ao público, o festival inédito de música vai invadir um dos lugares mais icônicos e cool no centro de São Paulo. Com uma curadoria musical que mistura o indie folk de bandas norte-americanas com algumas das festas mais descoladas da cidade, o evento valoriza a personalidade da marca construindo momentos históricos e experiências únicas.

A Praça Dom José Gaspar, já conhecida como um dos principais palcos dos grandes agitadores culturais da cidade, será responsável por interligar os três stages, dois deles em parceria com o Mandíbula e Paribar, recebendo os shows a partir das 15h, no domingo.

“Ao ocupar uma parte do centro de São Paulo, Jim Beam quer convidar as pessoas a fazer história junto com a marca, conectando seu legado de mais de 220 anos à tradição da região. É por isso que os espaços escolhidos são a Praça Dom José Gaspar, Paribar e Mandíbula: os dois primeiros estão diretamente ligados aos anos dourados dessa região de São Paulo e o terceiro é uma das mais propulsoras dessa retomada das ruas da cidade pelos jovens. Já a música é outro ponto de conexão de Jim Beam com seu público. Cheias de energia e carregadas do pedigree americano, o indie folk de Surfer Blood, Wild Nothing e Ryley Walker prometem transportar o público direto para o Kentucky” – Reforça Veridiana Carvalho Gerente da Marca no Brasil.

Line-up Jim Beam History Fest

Destaque em diversos festivais, a tão aguardada Wild Nothing, liderada pelo guitarrista e músico Jack Tatum, embala o público com seus maiores hits e presenteará os fãs com um clipe inédito gravado durante sua apresentação no Jim Beam History Fest. Ainda no palco principal, um dos nomes mais instigantes do indie folk, a Surfer Blood, canta os sucessos do seu último disco “1000 Palms”.

No Mandíbula, Ryley Walker, prestes a lançar seu terceiro álbum, apresenta pela primeira vez no Brasil os sucessos de “Primrose Green” e “Land of Plenty”. No mesmo palco, Soul Sorry, da dupla Giuliana Viscardi e Renata Chebel, agita o público com muito soul, funk, groove e disco; a MOFO, de Bruno Bocchese, para quem quer se jogar no punk, garage e rocksteady; e a Puro Sulco, de Danilo Cabral, Guto Nunes e André Palugan, para os amantes das músicas de coleções de vinis.

Já o espaço externo do Paribar recebe quatro grandes festas bem conhecidas da agenda cultural da cidade a Rabo de Galo, de Peu Araújo e Komodo, com um set dedicado às brasilidades; a Metanol, de um coletivo formato por diversos DJs que criam conexões entre som e imagem; a FREE BEATS, da produtora cultural Rizza Bomfim e pelos DJs Mauro Farina e Caio Fazolin; e a Selvagem, de Augusto Olivani e Millos Kaiser, eleita a melhor festa da cidade e conhecida por inovar em música eletrônica alternativa.

Além de toda a programação musical, muitos drinks feitos com Jim Beam. Nos bares exclusivos da praça, o público descobrirá as combinações criadas especialmente para o evento.

SERVIÇO
Jim Beam History Fest
Data: 17 de Julho – 15hs
Praça Dom José Gaspar – Centro

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 8 julho, 2016 12:05


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!