IMS exibe fotografias de Marcel Gautherot na Maison Européenne de la Photographie em Paris

Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 junho, 2016 11:04

A partir de 14 de junho, o Instituto Moreira Salles apresenta a primeira retrospectiva fora do Brasil de Marcel Gautherot (1910-1996), que ocorrerá na Maison Européenne de la Photographie, em Paris, cidade onde o fotógrafo nasceu. A exposição Marcel Gautherot – Brésil: tradition, invention tem dois importantes objetivos. Em primeiro lugar, reintroduzir Gautherot em seu círculo cultural e intelectual de origem, onde foi uma figura ativa na década de 1930, especialmente em torno do Musée de l’Homme e da agência fotográfica Alliance Foto. Em segundo lugar, para apresentar internacionalmente um panorama completo de sua obra, que passa pela documentação da construção de Brasília, mas também pelo registro da cultura popular e do povo brasileiro.

Com curadoria de Samuel Titan Jr. e Sergio Burgi, a mostra tem mais de 250 imagens que trazem o leque de temas que ocuparam Gautherot desde seu período de formação na França, sua viagem ao México, em 1936, e o início da sua carreira no Brasil. Sua obra desempenhou um papel fundamental na construção da representação moderna do país, tanto por aqui como no exterior.

Gautherot viveu a maior parte de sua vida no Brasil e trabalhou com nomes fundamentais da cultura brasileira, como Rodrigo Melo Franco e Lucio Costa, no Serviço Nacional do Patrimônio (Sphan); Edison Carneiro, na Comissão Nacional de Folclore; Oscar Niemeyer, fotografando os principais projetos do arquiteto, incluindo a construção de Brasília; e Roberto Burle Marx, documentando seus projetos de paisagismo mais importantes.

Adquirida pelo Instituto Moreira Salles em 1999, a obra completa de Marcel Gautherot compõe-se de cerca de 25 mil imagens, que abrangem muitos temas – o folclore brasileiro, a arquitetura moderna e barroca, a natureza do país e sua paisagem humana –, situando Gautherot entre os nomes fundamentais da fotografia brasileira no século XX.

O livro que acompanha a exposição Marcel Gautherot – Brésil: tradition, invention será lançado em quatro idiomas e traz textos de Michel Frizot, grande historiador da fotografia, Jacques Leenhardt, sociólogo e crítico de arte, além de textos dos organizadores da publicação, Samuel Titan Jr. e Sergio Burgi, e outro de Lorenzo Mammì, curador de programação e eventos do IMS. A edição francesa sai pela prestigiada Hervé Chopin e as versões em inglês e alemão pela editora suíça Scheidegger & Spiess. A edição brasileira será lançada pelo Instituto Moreira Salles.

SERVIÇO
Marcel Gautherot – Brésil: tradition, invention
Curadoria: de Samuel Titan Jr. e Sergio Burgi
Data: De 14 de junho a 4 de setembro
Horário: De segunda a domingo, das 11h às 20h.
Maison Européenne de la Photographie
5/7 Rue de Fourcy
75004 Paris
Ingressos: 8 euros e 4,5 euros (estudantes)
A bilheteria funciona até 19h30.

*As informações são de responsabilidade de seus organizadores e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.
Rafael Guirra
Por Rafael Guirra 9 junho, 2016 11:04


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Dora e a Cidade Perdida

Facebook

Reino Gelado e a terra dos espelhos