Curta-metragem brasileiro premiado em Cannes integra seleção do 5º Olhar de Cinema

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 23 maio, 2016 15:46

O curta-metragem A Moça que Dançou com o Diabo, dirigido pelo paulista Luiz Paulo Miranda Maria, recebeu ontem (22) uma menção honrosa especial do júri da 69º Festival do Cannes, presidido pela realizadora Naomi Kawase. O filmes foi um dos curtas selecionados para o 5º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba e fará sua estreia nas telas brasileiras no festival paranaense.

A Moça que Dançou com o Diabo

Produzido com apenas R$ 500, o filme conta a história de uma garota que, em uma sociedade conservadora, tenta encontrar o seu espaço. No ano passado, o diretor Miranda Maria também esteve presente na seleção de Cannes, na Semana da Crítica, com o curta Command Action, que fez uma bela carreira no circuito dos festivais.

A Moça que Dançou com o Diabo integra a mostra Competitiva de curtas, que também conta com os títulos Solon, de Clarissa Campolina; Babor Casanova, de Karim Sayad; Maria do Mar, de João Rosas; Pequenas Histórias do Mundo Antes de Dormir, de Maxime Coton; Sob o Sol, de Yang Qiu; Uma Outra Cidade, de Pham Ngoc Lan; Fogo, de Pablo Penchasky, e Ascensão, de Pedro Peralta.

O 5º Olhar de Cinema – Festival Internacional de Curitiba acontece de 8 a 16 de junho, nos cinemas dos shoppings Crystal e Novo Batel.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 23 maio, 2016 15:46


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!