A&E estreia Damien, continuação do clássico de terror A Profecia

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 16 maio, 2016 10:11

Com estreia no A&E agendada para dia 27/5, sexta-feira, a esperada série de suspense e ação Damien acompanha a vida adulta de Damien Thorn (Bradley James), a criança misteriosa do lendário filme de 1976 A Profecia, e que cresceu sem saber das forças satânicas que o rodeiam. Atormentado por seu passado, Damien deve agora encarar seu verdadeiro destino: aceitar que ele é o Anticristo, o homem mais temido pela raça humana em todos os tempos.


A saga começa quando Damien, um renomado fotógrafo correspondente de guerra, volta para casa em Nova York, depois de passar por um evento dramático durante uma missão na Síria. Acontecimentos estranhos e lembranças o atormentam e ele se vê obrigado a enfrentar sua verdadeira identidade.

Criada pelo produtor executivo de The Walking Dead, Glen Mazarra, Damien é protagonizada por Bradley James (Homeland, Merlin), que interpreta Damien Thorn, e a indicada ao Oscar Barbara Hershey (Once Upon a Time, Cisne Negro), que encarna Ann Rutledge, a mulher mais poderosa do mundo, não somente porque dirige um conglomerado mundial, mas porque lhe foi designada a tarefa de assegurar que Damien Thorn cumpra o seu destino como o anticristo. Também no elenco, Omid Abtahi (Better Call Saul), que interpreta Amani Golkar, um tradutor e amigo próximo de Damien, cuja verdadeira lealdade será posta à prova quando ele se der conta de quem é seu companheiro; Megalyn Echikunwoke (House of Lies, Spydergames) como Simone Baptiste, uma mulher que cresceu à sombra de sua consagrada irmã e cuja vida se transforma em um verdadeiro caos, quando uma tragédia a golpeia de forma inesperada; e David Meunier (Justified), como o Detetive James Shay, um policial veterano e cínico, que está investigando os estranhos acontecimentos que rodeiam Damien. O elenco traz também as participações especiais de Scott Wilson (The Walking Dead) e Robin Weigert (Sons of Anarchy).

Damien é baseada em A Profecia, um filme clássico de 1976, em que um casal de diplomatas norte-americanos em Londres adota um menino que, ao longo da história, descobre-se ser o Anticristo. E a série de Glen Mazzara é uma sequência direta do filme original.

Mazzara, roteirista e coprodutor executivo de The Walking Dead, comenta sobre a produção “Ignore dois filmes feitos após o de 1976 e o remake. O filme original, dirigido por Richard Donnder, era estrelado por Gregory Peck e Lee Remick, que interpretavam os pais do menino; e na série esses personagens existem. Nós modificamos um pouco a linha do tempo, para que Damien tenha trinta anos, sem dizer em que ano específico aconteceu a história.”

“A premissa da série é que Damien é o Anticristo. Jesus foi batizado aos trinta e parecia uma boa idade para começar nossa versão sombria. Quando o estúdio me chamou, eles já tinham a ideia da série. Eu escrevi o roteiro e não só desenvolvi a primeira temporada, como toda a jornada do personagem, o que corresponde a cinco ou seis temporadas”, destaca o criador.

“O fardo que Damien tem de suportar é significativamente maior do que qualquer outro. Eu não diria que a manifestação do mal é em preto e branco. Seu destino parece estar previsto”, resume Bradley James sobre seu personagem.

Damien foi produzido pela 21th Century Fox Television Studios para A&E Networks. Glen Mazzara é o escritor e produtor executivo, pela 22 Strong Productions. Ross Fineman, que desenvolveu o projeto com Mazzara, é produtor executivo da Fineman Entertainment. Pancho Mansfield é outro produtor executivo de peso. O indicado ao Globo de Ouro e ao premio BAFTA, Shekhar Kapur, dirigiu e produziu o primeiro episódio.

No episódio de estreia, A besta ressurge, depois de passar por um episódio traumático durante um trabalho na Síria, o famoso fotógrafo Damien Thorn é forçado a confrontar seu passado e encarar o fato de que ele é o Anticristo.

Sobre o criador e produtor executivo:

Glen Mazzara – Glen Mazzara é cocriador e produtor executivo da série Damien, baseada no clássico filme de terror A Profecia (The Omen), de 1976. Mazzara foi produtor executivo da série The Walking Dead, da AMC, que lhe rendeu dois prêmios Saturn Awards, e foi listada como um dos dez melhores programas de televisão em 2012 pela AFI. Recebeu o prêmio Bram Stoker em 2013 por Melhor Roteiro e um prêmio Peabody por seu trabalho de roteirista na série The Shield – Acima da Lei, vencedora de Globo de Ouro, na qual também foi produtor. Também se dedicou à segunda temporada do drama médico Hawthorney e trabalhou como roteirista da série Life, da NBC. Criou, ainda, Crash, a primeira série dramática com roteiro em Starz. Mazzara escreveu The Overlook Hotel, uma pré-sequência do clássico de Stanley Kubrick O Iluminado (The Shinning).

Sobre o elenco:

Bradley James – O ator britânico Bradley James nasceu em Exeter, Inglaterra. Sua família mudou-se para Jacksonville, na Flórida (EUA), quando ele tinha nove anos de idade, mas retornou à Inglaterra quando ele estava no segundo grau. James alcançou a fama quando interpretou o Rei Arthur na série de TV Merlin, da BBC. Em 2015, teve um papel recorrente na primeira temporada de iZombie. Depois de estudar no Drama Center de Londres, fez sua primeira aparição televisiva num episódio de Lewis, da ITV, e participou do drama Dis/Connected, da BBC. Também participou como convidado em Homeland e foi escolhido para interpretar um vilão no filme Anjos da Noite: Próxima Geração. James é aficionado por futebol, e quando era criança tinha a ambição de tornar-se jogador. Mesmo que tenha escolhido ser ator, ele participa anualmente de jogos de futebol beneficentes,

Barbara Hershey – atriz consagrada, que mostrou seu talento em algumas das séries mais famosas e filmes de Hollywood, filmes de televisão e minisséries. Hershey, que ganhou um Emmy e um Globo de Ouro de Melhor Atriz em Minissérie ou Especial por A Killing in a Small Town, também ganhou vários prêmios como melhor atriz no Festival de Cannes por sua atuação em Gente diferente e Um mundo à parte, bem como uma indicação ao Oscar por Retratos de uma mulher e uma indicação ao BAFTA por Cisne Negro.

Hershey é nativa de Hollywood e fez sua estreia no cinema em Tem um homem na cama da mamãe. Nos anos 80 sua carreira cinematográfica deu um salto e Hershey se tornou bem conhecida. Ela estrelou O Substituto, com Peter O’Toole; Os Eleitos, com Ed Harris, Sam Shepard e Scott Glenn; Um homem fora de série, com Robert Redford e Robert Duvall; Hannah e Suas Irmãs, com Woody Allen, Mia Farrow, Dianne Wiest e Michael Caine; Hoosiers: Momentos decisivos, com Gene Hackman e Dennis Hopper; Os rivais, com Richard Dreyfuss e Danny DeVito; Gente diferente, com Jill Clayburgh; A Última Tentação de Cristo, com Willem Dafoe e Harvey Keitel; Amigas para sempre, com Bette Midler e John Heard; e Um mundo à parte, com Tim Roth. Hershey fez um retorno triunfante à televisão em 1990, com a sua participação premiada como Candy Morrison em A killing in a small town, com Brian Dennehy e Hal Holbrook. Ela continuou seu sucesso na TV com o seu desempenho como Clara Allen na minissérie Return to Lonesome Dove, com Jon Voight e Louis Gossett Jr., e seu papel como a doutora Francesa Alberghetti, em Chicago Hope, de David E. Kelly na BBC.

Durante o mesmo período, Hershey permaneceu ativa em vários filmes. Ela foi indicada ao Oscar e ao Globo de Ouro por sua atuação em Retratos de uma mulher, com Nicole Kidman e John Malkovich. Ela também estrelou A Soldier’s Daughter Never Cries e o premiado A floresta de Lantana, do aclamado diretor australiano Ray Lawrence. Em 2007, Hershey participou de The Bird Can’t Fly e O amor chega tarde, ambos lançados para a crítica no Festival de San Sebastian e no festival de cinema de Toronto.

Hershey, em seguida, retornou à televisão para participar com Shirley MacLaine no Anne of Green Gables: A New Beginning. Representando a prefeita Anne Shirley, ela recebeu um Prêmio Gemini por Melhor Apresentação de uma Atriz Coadjuvante em um Programa de Drama ou Minissérie. Em dezembro de 2009, Hershey estrelou a icônica Caroline Hubbard ao lado de David Suchet na nova adaptação de Agatha Chrisite Assassinato no Orient Express. Em 2011, ela coestrelou no filme com Natalie Portman indicado ao Oscar, Cisne Negro. Em 2012, Hershey pôde ser vista em Left to Die, um filme para de televisão do Lifetime dirigido por Leon Ichaso, em que estrelou como Sandra Chase, uma mulher inocente que foi presa no Equador por tráfico de drogas. Além disso, Hershey interpreta Cora Mills / Queen of Hearts, em Once Upon a Time.

Megalyn E.K. – Megalyn cresceu na reserva de Navajo, no Arizona. Depois de ser descoberta em um acampamento de teatro, aos 15 anos, ela e sua família se mudaram para Los Angeles, onde ela foi selecionada para seu primeiro filme. Megalyn é metade nigeriana e seu sobrenome, Echikunwoke, significa “líder de homens”. Entre seus inúmeros papéis no cinema e na televisão, Megalyn participou recentemente com Don Cheadle em House of Lies, e fez parte do elenco de The Following. Ela também é conhecida por interpretar Nicole Palmer em 24 Horas, Angie Barnett na sétima temporada de That ’70s Show e Isabelle Tyler em The 4400. Seus créditos cinematográficos recentes incluem Duro de matar: Um bom dia para morrer, com Bruce Willis, e o filme Who Do You Love, em que interpretou uma viciada em heroína. Ela também é a principal voz na série Vixen. Entre suas paixões, Megalyn dedica seu tempo como ativista internacional sobre as organizações de educação e igualdade de gênero em todo o mundo. Megalyn é cantora e dançarina por formação. Ela reside em Los Angeles.

Omid Abtahi – Omid Abtahi nasceu em Teerã, no Irã, onde viveu até os cinco anos de idade, antes de se mudar com sua família para Paris. Eles viveram na França por um ano antes de se mudarem para os Estados Unidos, onde se estabeleceram em Irvine, Califórnia. Omid começou sua carreira trabalhando na série de TV Over There. Sua lista de créditos na televisão cresceu ao incluir papeis em Damien, Those who kill e Sleeper Cell, na premiada pelo Emmy Homeland, Legends, Last Resort e 24 Horas. A aventura de Omid pelo mundo do cinema é impressionante. Ele apareceu na quarta parte de Jogos Vorazes, dirigido por Francis Lawrence e estrelado por Jennifer Lawrence. Ele também teve aparições notáveis em filmes como Argo (2012), Entre irmãos (2010) e The Mysteries of Pittsburgh (2009).

David Meunier – David Meunier deu vida a alguns dos personagens mais memoráveis e controversos que o público amou e odiou nos últimos anos. Nascido e criado em Oregon, Meunier saiu de casa pouco depois de terminar o colegial. Ele achava que iria estudar design gráfico na universidade, mas, no entanto, passou sete anos em quatro escolas diferentes em Santa Barbara, Califórnia, e na França, onde ganhou prêmios na literatura francesa e da arte dramática. Foi nessa época que ele começou a atuar no teatro. Depois de participar em várias produções teatrais na Califórnia e arredores, Meunier se mudou para Los Angeles em 1998 para começar a sua carreira no cinema e na televisão. Sua grande chance foi a sua participação em Piratas do Caribe: No Fim do Mundo, que o levou a conhecer os produtores de Jericho, da CBS. Embora a série tenha tido curta duração, Meunier interpretou o papel principal, Russel, por duas temporadas. Desde então, ela apareceu em muitos filmes e produções para a televisão, na última década. Por meio de uma multiplicidade de papéis, Meunier pode provar a si mesmo ser como um camaleão nas telas do cinema e da TV. Ele interpretou Slavi, o chefe da máfia russa no filme O Protetor, com Denzel Washington. Participou de cinco temporadas de Justified, do FX, em que interpretou Johnny Crowder, e também fez parte do elenco de Revolution, de J.J.Abrams, e Aquarius, no papel de Kovic Roy, líder de uma gangue de motoqueiros em Los Angeles. Atualmente, Meunier vive em Los Angeles com sua esposa, a atriz Faline England, e cão labrador preto chamada Lucy.

Scott Wilson – A carreira de Scott decolou quando foi descoberto pelo diretor Norman Jewison, que lhe deu um papel de suspeito de assassinato em No calor da noite, de 1967, estrelado por Sidney Poitier e pelo vencedor do Oscar Rod Steiger. Wilson imediatamente conseguiu o papel de assassino Richard Hickock no filme perturbador A sangue frio, que foi uma adaptação bem sucedida do docu-romance de Truman Capote. Scott e Robert Blake foram coestrelas do filme e interpretaram ex-condenados que acabaram por ser executados, pela morte brutal de uma família de agricultores no Kansas. Este filme foi aclamado pela crítica, dando grande visibilidade para ambos.

A televisão também mostrou a controlada, obscura e ampla gama de intensidade de Scott. Em seus últimos anos, ele estrelou em dramas populares, como Arquivo X e Além da imaginação. Ele também ganhou o papel recorrente do pai mafioso e sem escrúpulos de Marg Helgenberger, em CSI.

Em filmes para a televisão, Scott teve papéis diferentes, desde o pai de Elvis em Elvis and the colonel: The Untold Story (1993) até o governador de Wyoming em Justiça de um bravo (1999). Ele também apareceu em vários filmes destinados a família, como Shiloh em 1996 e sua sequência em 2006, Saving Shiloh. Scott já atuou com Vince Vaughn em Clay Pigeons (1998) e com Ryan Phillippe em A sangue frio (2000). Ele também interpretou uma vítima de assassinato em Monster: desejo assassino (2003). Outros papéis importantes na tela grande incluem um protagonista em Do not Let Go (2002) e o papel do patriarca no filme Retratos de família (2005). Scott, usando uma barba completamente grisalha e rabo de cavalo, ganhou muito reconhecimento no papel de Hershel Greene, proprietário da fazenda em The Walking Dead.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 16 maio, 2016 10:11


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!