Cine Conhecimento apresenta “A memória que me contam”, de Lucia Murat, neste sábado

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 4 maio, 2016 16:34

No próximo sábado, 7/5, às 22h, o Canal Futura exibe “A memória que me contam”, da cineasta Lucia Murat. O filme retrata um drama irônico sobre utopias derrotadas, terrorismo, comportamento sexual e a construção de um mito. Um grupo de amigos que resistiram à ditadura militar, acompanhados de seus filhos, vão enfrentar o conflito entre o cotidiano de hoje e o do passado quando um deles está morrendo.

A-memória-que-me-contam-direção-Lucia-Murat.-Fotos-Daniel-Bustamante-01

No domingo, 8/5, às 22h, será apresentado “180 segundos”, de Alexander Giraldo. O filme conta a história de Zico, o líder da quadrilha mais respeitada da cidade. Seus roubos são perfeitos, sem pessoas feridas, sem tiros, sem deixar rastro algum. Com o último trabalho, ele e sua irmã Angélica esperam deixar o país e começar uma nova vida.

Além da exibição dos filmes, o Cine Conhecimento transmite ao público informações sobre as obras, como detalhes de produção, história, curiosidades, premiações, perfil de profissionais e análise de linguagens, a fim de compreender comportamentos e diferenças culturais. Os comentários são apresentados por Lorena Calábria com a participação de convidados: a cineasta Laís Bodanzki e o crítico de cinema e DJ Marcelo Janot.

CONFIRA OS FILMES DA SEMANA NO CANAL FUTURA:

07/05, sábado, 22h
A MEMÓRIA QUE ME CONTAM
Direção: Lucia Murat
Produção: Brasil (2013)

Com Irene Ravache, Franco Nero e Simone Spoladore 

Um drama irônico sobre utopias derrotadas, terrorismo, comportamento sexual e a construção de um mito. Um grupo de amigos que resistiram à ditadura militar, acompanhados de seus filhos, vão enfrentar o conflito entre o cotidiano de hoje e o do passado quando um deles está morrendo.

08/05, domingo, 22h
180 SEGUNDOS
Direção: Alexander Giraldo
Produção: Colômbia (2012)

Com Alejandro Aguilar, Angelica Blandon e Manuel Sarmiento 

Zico é o líder da quadrilha mais respeitada da cidade. Seus roubos são perfeitos, sem pessoas feridas, sem tiros, sem deixar rastro algum. Com o último trabalho, ele e sua irmã Angélica esperam deixar o país e começar uma nova vida. Para fazer isso, Zico deve planejar perfeitamente o roubo para que aconteça em três minutos exatos. No entanto, Zico não conta com os imprevistos: um amor desconhecido que vem à tona, uma unidade especial da polícia que os localiza e um jogo de futebol que ocupa toda a atenção da cidade. A vida de Zico, de sua irmã e de outras nove pessoas foram cruzadas em 180 segundos para mostrar seres humanos comuns que riem e fazem rir, que amam e querem amar, que roubam e não querem morrer. 180 segundos para mostrar o pior e o melhor destes seres humanos.

Luiz Guirra
Por Luiz Guirra 4 maio, 2016 16:34


Escreva um comentário

Nenhum comentário

Ainda não há comentários!

Não existem comentários ainda, mas você pode ser o primeiro a comentar este post.

Escreva um comentário
Leia os comentários

Escreva um comentário

O seu endereço de email não será publicado.
Campos obrigatórios são marcados*

Era uma vez em Hollywood

Facebook

Socorro Virei uma Garota!